Arrow: Até onde Felicity irá para conseguir vingança?

Felicity Smoak sempre foi uma personagem querida na série Arrow, e com o fim do seu relacionamento com Oliver ela quase voltou a ser legal como nas primeiras temporadas. Apesar de eu ainda sentir falta do senso de humor peculiar que ela tinha nas primeiras temporadas… Mas parece que as coisas mudarão, e ela não será mais tão amada assim, após os acontecimentos do winter finale da série. Será que o time Arrow irá sobreviver?

ALERTA DE SPOILER!!! 

Oliver (Stephen Amell) acidentalmente matou o namorado de Felicity (Emily Bett Rickards), o que irá enviá-la a um caminho obscuro em busca de vingança.

Diggle acabou sendo levado para uma armadilha e está preso novamente. Apesar de tudo isso, foi o agora culpado Oliver Queen que enfrentou o maior obstáculo de todos:  a inexplicável ressurreição de Laurel Lance (Katie Cassidy). Seria um resultado do Flashpoint?

Foto: Bettina Strauss – 2016 The CW Network, LLC. All Rights Reserved.

.

O que vem por aí? O site Enterteinment Weekly entrevistou o produtor executivo Marc Guggenheim para obter algumas respostas:

EW: Agora que Oliver sabe que a vingança de Prometeu se trata de algo pessoal, qual será o seu próximo passo? 

MARC GUGGENHEIM: Ele percebeu duas coisas no final da midseason que o ajudarão a localizar e identificar Prometeu: ele e o vilão tiveram um treinador em comum na Rússia, e Prometeu é o filho ilegítimo de Justin Claybourne. Isso lhe dá duas pistas boas.

Mas agora que Oliver tem essas informações, isso irá mudar o modo de agir de Prometeu?

Não, acho que Prometeu tem um plano muito claro. Ele não está alterando seu plano conforme Oliver está descobrindo as coisas. 

Como Prometeu força Oliver a reavaliar suas decisões?

Esse será o maior arco do ano, no qual Oliver questionará as consequências de suas ações em geral. Predominou na temporada Oliver tentando crescer e se desenvolver como pessoa, mas as suas ações do passado ainda o assombram, e isso irá afetá-lo de uma forma muito grande no decorrer da temporada. 

Você mencionou que o treinador é alguém que eles têm em comum, que aparentemente é Talia al Ghul (Lexa Doig). Você pode falar sobre a chegada dela a série?  

Talia irá fornecer vários elementos-chave que se tornarão a cruzada de Oliver. Nós também vamos lidar muito diretamente com uma pergunta bastante óbvia, que é: “Espere um segundo, quando Oliver conheceu Ra’s al Ghul (Matt Nable), por que ele não disse: “Ei, eu acho que conheci sua filha na Rússia!”? E teremos uma resposta muito específica para ela. 

Quão diferente é Talia de Nyssa al Ghul (Katrina Law)?

Ela é definitivamente ela mesma; não é um clone de Nyssa, por qualquer extensão. Você pode definitivamente sentir uma semelhança familiar. Tendo Ra’s al Ghul como seu pai, é provável que seria um tipo muito específico de pessoa. Elas são suficientemente próximas e diferentes. Eu adoraria, em algum momento, fazer uma história com Nyssa e Talia. Acho que seria muito divertido. 

Você pode falar sobre como o time Arrow vai reagir ao retorno de Laurel?

Eu diria que eles reagirão muito bem. Obviamente, pois esta é uma notícia maravilhosa. Temos uma explicação muito boa sobre como Laurel retornou. O time está, em geral, muito feliz. Mas precisamos ter em mente que, há alguns membros da equipe que não conheciam Laurel, por isso será divertido ver a reação deles, especialmente quando eles aprendem que a viagem no tempo desempenhou um papel nisso tudo.  

O que você pode contar sobre os próximos passos de Felicity? Ela quer se vingar de Prometeu por causa da morte de Malone (Tyler Ritter), então, quão escuro ela vai e até onde ela vai para obtê-la?

Isso é algo que entrou conosco na temporada. No início de cada ano, nós nos perguntamos: O que queremos ver nossos personagens passar? Quais são suas viagens emocionais para a temporada? E ao pensar nisso, ficamos intrigados com a ideia de Felicity flertar com o lado negro. A razão que eu digo flertar se dá pois Felicity é a luz da série; Ela fornece muita luminosidade no que é, de outra forma, um drama muito escuro. Uma coisa que você não quer fazer é contar uma história onde ela de repente começa a se tornar esse elemento escuro. Você não quer contar uma história onde todas as razões pelas quais as pessoas amam a personagem desapareceram. É desse delicado equilíbrio que estamos falando. 

Na sequência da morte de Malone, ela é muito influenciada por seus quatro anos anteriores vendo Oliver e Diggle – e Laurel, Roy (Colton Haynes) e Thea (Willa Holland) lidarem com esses problemas. Ela assistiu o team Arrow responder à escuridão com o que eu descreveria como um compromisso moral. O que fizemos foi encontrar uma história em que Felicity poderia ser tentada por atalhos morais em nome do bem maior, o que está muito de acordo com o dilema central da série, e ser o juiz, júri e executor é o último atalho moral. Ela não vai se tornar juiz, jurado e carrasco, ela não vai se tornar uma assassina, mas achamos a versão Felicity, ou o equivalente a Felicity, de fazer um compromisso moral para realizar o bem. 

Tendo passado por situações como esta, Oliver será capaz de ajudar Felicity? Ou ela irá se afastar de todos?

Eu não acho que ela realmente irá afastar todos para longe, mas ela está definitivamente em seu próprio caminho. A melhor resposta para a pergunta é que não acontecerá nem uma coisa nem outra totalmente. Oliver com certeza vai tentar – não ajudá-la – mas dar-lhe algumas orientações. No episódio 12, tanto Diggle quanto Felicity, por diferentes razões, estão flertando com alguma escuridão em suas vidas. Oliver basicamente, neste momento, diz tanto a Felicity quanto a Diggle: “Olha, eu sou basicamente um cara escuro, faço coisas ruins. A razão pela qual estou junto com vocês é porque vocês são fundamentalmente pessoas melhores, vocês são mais morais do que eu.” Parte da diversão desse episódio é ver como esse conselho irá operar sobre eles de maneiras diferentes.

Siga-nos nas redes sociais e fique por dentro de todas as novidades das suas séries favoritas!

FacebookTwitterPinterest 

the author

Brasiliense, apaixonada pelo Rio, adora internet, TV, cinema, natureza, animais e cultura inútil. Formada em Direito, está totalmente perdida na vida e tentando se encontrar... Usa esse espaço para falar daquilo que gosta, sem pudores e para quem quiser ouvir/ler.