Cinema Nacional: A Glória e a Graça ganha data de lançamento

Nem só de filmes hollywoodianos vive o cinema, e já que o cinema nacional nos oferece poucas produções precisamos valorizar as poucas oportunidades que surgem. E este mês entra em cartaz o longa A Glória e a Graça: O Que Define Quem Pode Ser Mãe?, do diretor Flávio Ramos Tambellini, que dentre diversos trabalhos destacam-se como meus preferidos: Carandiru, 2003 e Cazuza: O Tempo Não Para, 2004.

O longa conta a história de Glória (Carolina Ferraz), uma travesti dona de um badalado restaurante no Rio, bem-resolvida e bem-sucedida. Mas tem sua vida virada do avesso quando é procurada pela irmã, Graça (Sandra Corveloni), com quem não fala há 15 anos e que ainda acha que ela responde pelo nome de Luiz Carlos. Graça está com um aneurisma e tem um objetivo: convencê-la a tomar conta dos sobrinhos – Papoula (Sofia Marques) uma menina de 15 anos e Moreno (Vicente Demori) um garoto de oito.

O reencontro entre as irmãs promete trazer à tona mágoas e segredos do passado, que comprometeram o relacionamento das duas e que podem ser a chave para esta reaproximação. A Glória e a Graça mostrará que diferenças e semelhanças, atravessa preconceitos e acenderá a discussão sobre o contexto de família, mostrando que o termo vai além de qualquer definição.

Confira o trailer:

A Glória e a Graça chega aos cinemas em 30 de março, o filme tem coprodução da Globo Filmes e do Canal Brasil, e distribuição da H2O Films. As filmagens aconteceram no Rio de Janeiro, ao longo de quatro semanas, entre setembro e outubro de 2015, em locações nos bairros de Santa Teresa, Centro e Laranjeiras.

E aí, animado? Curte cinema nacional? Não se esqueça de também nos acompanhar nas redes sociais para mais novidades de A Glória e a Graça.

FacebookInstagramTwitterPinterest

the author

Um carioca nerd de alma e coração. Cinéfilo, viciado em livros e que chama seu Xbox One de Wilson (entendedores entenderão).