CRÍTICA – Despedida em Grande Estilo (2017, Zach Braff)

Despedida em Grande Estilo é dirigido por Zach Braff (sim, o J.D. de Scrubs) e o roteiro é assinado por Theodore Melfi (Estrelas Além do Tempo), baseado na história do filme original de 1979. O elenco conta com Michael Cain, Morgan Freeman, Alan Arkin e Ann-Margret.

Na história, Joe (Cain), após presenciar um assalto a banco, quando está em um momento financeiro complicado, convence seus amigos Willie (Freeman) e Albert (Arkin) a também realizarem um assalto para viver a aposentadoria com tranquilidade.

O maior problema de Despedida em Grande Estilo é que o filme não possui coesão e ritmo. O roteiro tenta combinar piadas bobas (e por vezes ofensivas) e uma ponta de crítica social e acaba falhando em ambos.

O trio principal, formado de atores excelentes e com vasta experiência no cinema, aqui é desperdiçado. Ficam presos em caricaturas de personagens melhores que já viveram. Mesmo assim, são performances sólidas e oferecem as raras risadas do filme.

A história e as reviravoltas são clichês e o final é previsível. O filme perde a oportunidade de realmente olhar para a velhice e a solidão de uma forma sensível, realista e ainda assim com doses de comédia que seu elenco poderia entregar.

Ao invés disso, se torna mais uma história de escapada, sem o ritmo e ação que esses filmes costumam produzir. Um dos raros momentos divertidos é quando Annie (Anne-Margret) ajuda o trio a se preparar fisicamente para entrar e sair do banco no tempo limite da chegada da polícia. Porém, a cena é tão fora de lugar que perde boa parte do impacto.

Despedida em Grande Estilo é uma tentativa de remake equivocada que perdeu muitas oportunidades de ser um filme bem melhor.

Avaliação: Ruim

Confira abaixo o trailer do filme:

E você, já assistiu ao filme para tirar suas próprias conclusões? Deixe-nos seu comentário e não se esqueça de nos acompanhar nas redes sociais para mais notícias de filmes, séries, games, quadrinhos e livros 😉

 Facebook  –  Twitter  –  Instagram  –  Pinterest

the author

Graduada em Antropologia pela Universidade de Brasília e mestra em Cinema e TV pela University of East Anglia, Reino Unido. Atualmente trabalha com produção, filmagem e edição de vídeos. Ama a Viola Davis e batatas de sal e vinagre.