CRÍTICA – Trilogia Arcantatys: As Faces da Luz (2015, Tatiane Durães)

As Faces da Luz conta a história de Tayara e sua mãe Sônia, que ao descobrirem que não são completamente humanas tudo começa a mudar em suas vidas; Sônia descobre ser uma elfa e Tayara para sua infelicidade (ou não) descobre ser uma bruxa. Consequentemente Tayara começa a descobrir um mundo novo com elfos, lobisomens, fadas, bruxas, dragões e vampiros, um mundo totalmente diferente para ela; e após descobrir que ela é a reencarnação de uma bruxa má do mundo de Arcantatys, chamada Agatha, tudo acaba se virando contra ela e só resta a ela própria provar que pode ser diferente de sua vida passada.

Sinopse: “Ao ser forçada a atravessar um portal por um imenso lobo, Tayara se depara com um mundo que jamais imaginara, e elfos e bruxas passam a fazer parte de sua realidade. Mas o que ela não sabe é que seu destino fora traçado muito antes de seu nascimento. Agora ela terá que escolher entre a razão e o coração, pois ao se apaixonar por um elfo, descobre que uma forte maldição a prende a ele. Uma aventura repleta de magia e descoberta se inicia.”

“Às vezes quando você fica muito tempo ociosa, esperando algo da vida, ela resolve te surpreender com o que tem de melhor.”

Sônia ao chegar na aldeia em nenhum momento se sentiu diferente, parecia que tudo se encaixava para ela, e logo se apaixona pelo Rei Cedric, os dois juntos tem um amor muito fofo; Aodh é o “garanhão” da história e Tayara descobre que ele havia matado Agatha, em sua outra vida, descobrindo também que sua vida passada havia se apaixonado por ele e com seu egoísmo acabou colocando uma maldição em Aodh: Ele só poderia se apaixonar por ela, com isso, se apaixonar por Tayara.

Ariosto é o lobo fofo da história que no começo você até “shippa” ele com a Tayara, mas assim que surge Abati, tudo muda;  Reagan é o cara que realmente conquista seu coração, sendo metade elfo e metade bruxo, o seu jeito meigo e amoroso conquista qualquer um. E como nem tudo são flores, coisas ruins acontecem, e com um final realmente de dar nervoso temo que relacionamentos amorosos não serão um grande problema para nossa querida Tayara.

O livro nos leva realmente para o mundo de Arcantatys, você vai entrar em um mundo totalmente novo, vai sentir uma emoção muito grande e vai se sentir parte de Tayara, um mundo cheio de aventuras e mistérios. Tatiane Durães me fez entrar em mundo lindo, me fez ver coisas incríveis e me fez participar de aventuras ótimas, só tenho que agradece-lá por todo o carinho que colocou no livro e eu espero realmente no fundo do meu coração que o segundo livro seja ainda melhor.

As Faces da Luz é o primeiro livro da Trilogia Arcantatys, lançado em 2015; o segundo livro As Faces da Sombra foi lançado em 2016, o terceiro e último livro da trilogia ainda não tem uma previsão de estreia, então só resta aguardarmos. A Tati também é autora de outro livro, Kaelium: A Herdeira, que foi publicado como e-book na Amazon em 2015 e recentemente a autora publicou um conto, Fadas da Lua, que se encontra disponível no Wattpad e no Sweek. Tatiane é uma escritora incrível e vem crescendo cada vez mais com seus livros e contos maravilhosos, se ainda não conhece o trabalho da escritora compre um de seus livros e entre nessa aventura; garanto que não irá se arrepender.

Páginas: 468
Gênero: Fantasia
Editora: Editora Arwen

Avaliação: Ótimo

E aí amores, gostaram da resenha? Se gostaram deixe seu comentário logo abaixo e me diz o que achou! E lembre-se de seguir o site nas principais redes sociais:

Facebook – Twitter – Instagram – Pinterest

 

Não esqueça de também acompanhar meu blog, e se quiserem ver a resenha por lá é só ir e conferir: RESENHA ONLY DREAMS. Beijinhos da Steh!

Blog – Facebook – Twitter – Instagram

the author

22 anos, estudante de Letras e Italiano, blogueira e fundadora do Only Dreams (www.onlydreams.com.br); escritora, publicou um conto na Editora Andross (Antologia Marcas Eternas) e sonha em publicar o próprio livro.