Crônicas do Matador de Rei: Série de tv baseada nos livros de Patrick Rothfuss ganha seu showrunner

A Lionsgate divulgou que John Rogers (Transformers) será o showrunner e escritor para sua próxima série de televisão baseada na trilogia de livros As Crônicas do Matador de Rei, do autor Patrick Rothfuss. A série está indo em uma direção única, com a Lionsgate trabalhando simultaneamente no filme e na adaptação para série de TV.

Os longas-metragens seguirão a trilogia do livro principal, enquanto a série de televisão se expandirá no mundo e explorará outros personagens e alguns dos livros auxiliares de Rothfuss.

De acordo com Kevin Beggs, presidente do Lionsgate Television Group:

Com a inclusão do incrivelmente talentoso John Rogers como showrunner, agora montamos a equipe criativa perfeita para desenvolver uma série de scripts de qualidade premium para lançar nossa franquia Crônicas do Matador de Rei“.

A série As Crônicas do Matador de Rei é composta por uma trilogia primária, com dois volumes já publicados por Rothfuss. A série já vendeu 10 milhões de cópias e fica atrás apenas das Crônicas de Gelo e Fogo

Os livros já lançados são:

Resultado de imagem para livros cronicas do matador de reis

O Nome do Vento – As Crônicas do Matador de Rei: Primeiro Dia

O Temor do Sábio – As Crônicas do Matador de Rei: Segundo Dia

Confira um trecho do primeiro livro:

“Meu nome é Kvothe, com pronúncia semelhante à de ‘Kuouth’. Os nomes são importantes, porque dizem muito sobre as pessoas. Já tive mais nomes do que alguém tem o direito de possuir.

Meu primeiro mentor me chamava de E’lir, porque eu era inteligente e sabia disso.

Minha primeira amada de verdade me chamava de Duleitor, porque gostava desse som. Já fui chamado de Umbroso, Dedo-Leve e Seis-Cordas. Fui chamado de Kvothe, o Sem-Sangue; Kvothe, o Arcano; e Kvothe, o Matador do Rei. Mereci esses nomes.

Comprei e paguei por eles.

Mas fui criado como Kvothe. Uma vez meu pai me disse que isso significava ‘saber’.

Fui chamado de muitas outras coisas, é claro. Grosseiras, na maioria, embora pouquíssimas não tenham sido merecidas.

Já resgatei princesas de reis adormecidos em sepulcros. Incendiei a cidade de Trebon.

Passei a noite com Feluriana e saí com minha sanidade e minha vida. Fui expulso da Universidade com menos idade do que a maioria das pessoas consegue ingressar nela.

Caminhei à luz do luar por trilhas de que outros temem falar durante o dia. Conversei com deuses, amei mulheres e escrevi canções que fazem os menestréis chorar.

Vocês devem ter ouvido falar de mim.” 

Essa é a história de Kvothe (ou Kote) – um homem misterioso que dá vida ao personagem principal de O nome do vento. Encarnando ora o herói, ora o vilão desta fascinante aventura, ele vai levá-lo a um mundo habitado por seres fantásticos e inesquecíveis. Vai guiá-lo através dos momentos marcantes de sua vida: o amor por uma cortesã; o trágico assassinato dos pais por um grupo demoníaco; a ousada experiência na escola de magia; as dificuldades da infância numa cidade assolada pelo caos. Mais do que isso: ele lhe dará a chave para desvendar a verdadeira identidade do homem por trás da lenda.

Os livros foram lançados aqui no Brasil pela editora Arqueiro e podem ser encontrados nas principais livrarias do país. Nos acompanhe  na nossa página do Facebook para mais novidades de As Crônicas do Matador de Rei e também no TwitterInstagramPinterest.

the author

Um carioca nerd de alma e coração. Cinéfilo, viciado em livros e que chama seu Xbox One de Wilson (entendedores entenderão).