Fan Expo Canada 2017: Confira o que rolou no maior evento, do Canadá, pós SDCC

Ahhh a vida de uma nerd não é fácil… logo após voltar de San Diego e tentar não sofrer de depressão pós Comic-Con, eu fui atrás de ingressos para a Fan Expo Canada, que aconteceu de 31 de agosto até 03 de setembro no Metro Toronto Convention Centre.

Logo na compra de ingressos notei algumas diferenças significativas:

Pacotes de ingressos premium, normal e VIP;

Venda de fotos com os artistas;

Venda de autógrafos;

O fato de poder comprar fotos e autógrafos é algo parecido com a CCXP de São Paulo, e ter fotos e autógrafos a um preço “acessível” é algo que eu gosto muito mais do que ficar na fila debaixo do sol ou passando frio na noite pra tentar pegar um bilhete premiado que me valerá um autógrafo de alguma série que eu amo. (sim ainda estou frustrada com isso de fila pra sorteio da SDCC e prefiro o pagar pela foto/autógrafo do que lidar com o sofrimento em filas e ainda contar com a sorte).

E eu, apesar de amar esses eventos, ainda estava super cansada e com dores nas costas e pernas, depois da San Diego Comic-Con e fiquei com medo de não aguentar; por isso decidi ir só um dia na Fan Expo… esse foi meu maior erro, pois não consegui ver tudo. Só consegui ver um lado da Expo. E uma coisa que me deixou um pouco triste é que alguns dos atores cancelaram suas presenças no evento (infelizmente isso faz parte da vida), mas eu adoraria ter visto a Lena Headey (a Cersei Lannister de Game of Thrones), Paul Wesley (o Stefan Salvatore  de The Vampire Diaries) e Matthew Lewis (o Neville Longbottom  de Harry Potter) mas nem vou reclamar, esses cancelamentos acontecem (infelizmente).

Relembre minha saga na SDCC 2017:

SDCC 2017: A primeira Comic-Con a gente nunca esquece

Vamos ao que interessa, meu dia de Fan Expo Canadá! Entrei pelo lado Norte (aqui tem muito isso de Norte e Sul, Leste e Oeste, eu ainda não me acostumei! Hahaha), cheguei e peguei minha pulseira do dia, (pelo que notei, só tem credencial pra quem é ingresso VIP/Deluxe/Master/Whatever e o meu era o de um dia normal).

Para variar, cheguei atrasada, mas a tempo de ver um desfile de Stormtroppers e correr pra fila do painel de Stranger Things. O hall do Metro Toronto Convention Centre é bem grande e estava bem cheio, mas consegui sentar a uma boa distância do palco e quando os meninos entraram foi diversão a cada segundo. Eles falaram sobre a fama, como se conheceram, quando se ligaram que Stranger Things atingiu um patamar mundial. Nessa hora eles falaram que receberam tuítes do Brasil e sabiam que São Paulo tem o maior fandom e então realmente notaram que a série conquistou o mundo! Foi bem legal ouvir eles citarem o Brasil. O Caleb McLaughlin (Lucas) explicou que ele adora a Millie Bobby Brown (Eleven) e que as pessoas precisam entender que era só o personagem que tinha problemas com a personagem de Millie e que eles são super amigos na vida real (pelo jeito essa pergunta deve rolar demais. Hahaha)

Eles fizeram um vídeo para uma menina que estava no hospital depois que a amiga dela contou que a amiga não foi por estar internada combatendo um câncer; foi um momento fofo e emocionante,  mas o interessante é que cada pergunta só mostrou que eles são super hilários (e olha que o Finn Wolfhard, o Mike, ainda nem tinha estreado nas telonas com It: A Coisa).

Leia também: 

CRÍTICA – It: A Coisa (2017, Andrés Muschietti)

Assim que acabou a sessão perguntas e respostas, eu não tinha dúvidas: Ao invés vez de ir ver o outro lado da convenção fui tentar comprar a foto com eles. Mas antes eu precisava sair pra comer e pensar na vida, para então conseguir escolher. Não consigo escolher nada de barriga vazia! Hahaha Mas antes de encontrar algo para matar minha fome, encontrei um stand que tinha tudo que um nerd colecionador quer! E óbvio que comprei umas cositas!! Uma luminária 3D da Estrela da Morte. E óbvio que tinha uns 10 tipos diferentes de luminárias, da Marvel, Star Wars, DC, etc. Após satisfazer meu lado nerd consumista, fui finalmente satisfazer meu estômago; e como estamos no Canadá fui no food truck chamado Gotham (HA!) e comi um poutine – prato típico canadense.

Pra variar, os stands para tirar fotos eram separados e todos os artistas que eu queria estavam com horários próximos e eu só podia escolher um stand. Eu comprei foto com o elenco de Stranger Things, com o Norman Reedus e o Stephen Amel. Sei que falei que só dava pra ir em um mas conversei com a moça da organização das filas (acho que era meu anjo da guarda nerd) e disse que me colocaria na fila VIP pra eu poder tirar todas as fotos sem problemas (por pura boa vontade, pasmem!). Achei isso fantástico essa vontade de ajudar o visitante (detalhe que, sinceramente, faltou na SDCC). 

Os voluntários da Fan Expo Canada foram todos muito fofos, sempre ouvi que canadenses são conhecidos pelo excesso de educação e isso é verdade. Tudo que precisei e/ou perguntei, fui atendida por voluntários super animados e com vontade de ajudar.

Mas vamos pros momentos das fotos: Entrei na primeira fila e fui logo agarrar o Amel, nem assisto Arrow, mas Odin que me dê forças, que homem lindo e sorridente!! Entrei, abracei e nem consegui respirar direito com tanta beleza! Mal havia acabado de tirar a foto quando percebi que logo atrás tinham um monte de impressoras, e já me deram a minha foto impressa em tamanho A4/carta; e na hora da saída dessa sessão eles scanearam o código da foto e o meu ingresso e em minutos o arquivo da foto já estava no meu e-mail!! Achei incrível!!!

Voltei pra fila para tirar foto com os fofos de Stranger Things. Já nos avisaram que não podíamos apertar, abraçar, nem pedir beijos para os meninos pois como eles são menores de idade, pode ser caracterizado como pedofilia (o que entendi perfeitamente). Entrei no stand de fotos (essa fila demorou mais) e eles super sorridentes, fazendo poses legais com a galera, eu só consegui falar pro Gatem Matarazzo (Dustin) que amei a camiseta dele, ele agradeceu e daí fizeram a pose, sorriram e “click!”. Eu agradeci e saí para pegar a próxima foto. Como a foto com o Normam vendeu muito mais que todos os outros, a fila estava absurdamente enorme e eu aproveitei pra ir comprar uma bolsa de Game of Thrones que eu já havia “namorado” antes. Agora tudo ficou mais lindo! 

Eu entrei para tirar a foto com o Norman Reedus, Deus, como eu estava nervosa e ansiosa! Tanto que eu não consegui falar nada, só “hi!” (afff), Só deu tempo de abraçar e ouvir ele falar “boom”, logo que tiraram a foto, e eu saí. Depois da foto fiquei pensando que eu deveria ter falado algo, mas fiquei meio que em choque (coisas de fã) hahaha. Ele estava de óculos escuro e não deu pra olhar nos olhinhos dele, mas que homem com cara de bad boy mais fofo! Amooo The Walking Dead então me senti meio boba e feliz! (suspiros).

Não deixe de conferir:

The Walking Dead: Fotos oficiais e arte mostram o retorno de heróis e vilões

Ao final do dia, eu só queria ter tido mais forças e ter me preparado pra ter aproveitado mais e visto mais do evento. Mas esse erro não cometerei novamente e estarei preparada para o próximo evento: Supernatural Con Toronto! Esse será Épico!!!

E você, quais suas experiências? Conte pra nós nos comentários. E fique ligado aqui no Feededigno para ficar por dentro dos principais eventos que rolam por aí, e lembre-se de nos acompanhar nas principais redes sociais:

Facebook – Twitter – Instagram – Pinterest

the author

Meio nerd, meio louca por música, formada em administração, louca por viagens, estudando e morando no Canadá; sou apaixonada por Star Wars desde criança, amo LOTR, Harry Potter, séries de TV e filmes em geral.