Guerra Civil II: Marvel mata personagem icónico

As coisas estão bastante tensas no Universo Marvel. Um novo Inumano chamado Ulysses veio à tona com a capacidade de ter visões do futuro e isso fez com que vários heróis conseguisse bloquear as ameaças antes que elas aconteçam.

.
Tony Stark, indignado com a morte de seu melhor amigo James Rhodes (Máquina de Combate) – morto depois que um grupo de heróis decidiu enfrentar Thanos – sequestra Ulysses a fim de descobrir como seus poderes funcionam; acreditando que o futuro é para acontecer, e não alterado; mesmo que por heróis. Quando os Inumanos e outros heróis chegam para libertar Ulysses, outra visão ocorre: com o Hulk em uma fúria assassina.

.

Guerra Civil II

Visão de Ulysses

.

A questão é: Eles devem proteger o futuro ou mudá-lo?

Os resultados são desastrosos.

Bruce Banner foi curado de ser o Hulk. Ele não teve um “incidente Hulk” em quase um ano. Independentemente disso, a Carol Danvers (Capitã Marvel) e Tony Stark aparecem em seu laboratório “secreto”.  Eles pedem-lhe para sair e Banner se depara com um “exército” de super-heróis. A situação então é explicada e Bruce pergunta se eles estão lá para prendê-lo ou “derrubá-lo” e Stark diz que eles estão divididos sobre o que deve ser feito e precisam de mais provas.

.

Guerra Civil II (2)

.

Durante a conersa, Fera invade os computadores de Banner, enquanto eles estavam conversando e encontra provas de que ele injetou-se com células mortas tratadas com radiação gama. Banner fica chateado com as acusações e quando começa a levantar a voz contra os acusadores, a ação é tomada.

.

Gavião Arqueiro dispara uma flecha mortal contra Banner antes que ele pudesse se transformar no Hulk. Em seu julgamento, ele explica que o próprio Bruce pediu para que o fizesse. Meses antes Bruce Banner lhe deu a ferramenta que iria matá-lo caso ele colocasse o Hulk para fora. Ele sabia que Clint Barton (Gavião Arqueiro) era uma das poucas pessoas que poderia matá-lo e, eventualmente, viver com a escolha.

.

Guerra Civil II (3)

the author

Um carioca nerd de alma e coração. Cinéfilo, viciado em livros e que chama seu Xbox One de Wilson (entendedores entenderão).