Star Wars: 12 Coisas que você não sabia sobre Luke Skywalker

Luke Skywalker (Mark Hamill) é o herói central da trilogia original Star Wars, e se tornou um personagem icônico da cultura pop. Quando Star Wars: Episódio VIII começou suas gravações, foi revelado que Luke teria um papel maior do que teve em O Despertar da Força (2015). No Episódio VII, fazem alusões à Luke durante todo o filme, dizendo que ele se refugiou em um planeta distante e só aparece nos últimos segundos do filme.

Resultado de imagem para luke skywalker

O reboot do cânone de Star Wars e a criação de Star Wars Legends levou muito daquilo que os fãs conheciam sobre a personalidade de Luke, a sua história pessoal foi apagada para abrir caminho para as histórias que cercam a nova trilogia.

A lista abaixo possui fatos do novo cânone, e tudo deve ser considerado canônico, a não ser quando tiver uma nota. Está incluído “no universo” fatos sobre Luke Skywalker e fatos da produção que lidam com a criação ou desenvolvimento do personagem.

;

12. A voz de vilões icônicos

Mark Hamill é indubitavelmente conhecido por sua performance como Luke Skywalker, mas ele também dublou o icônico Coringa em inúmeras mídias, incluindo televisão, filmes e vídeo games. Hamill atualmente foi indicado para o BAFTAGames Award por sua performance vocal como o Coringa. Ele também emprestou a sua voz à uma versão animada do tão aclamado pelos fãs A Piada Mortal.

O Coringa não é o único vilão que Hamill viveu – e um dos vilões também vem de uma galáxia bem, bem distante! Em Star Wars: A Guerra dos Clones, Hamill foi a voz do espírito da Força de Lord Sith Darth Bane.

;

11. A sexualidade de Luke não é conhecida

Enquanto Luke Skywalker se casou com Mara Jade em Star Wars Legends, o reboot do cânone de Star Wars revela que sabemos bem pouco sobre Luke. Apesar do fato dele ser o personagem central da trilogia original, muitos fatos sobre Luke não foram ainda estabelecidos. Recentemente, quando pergutado sobre a sexualidade de Luke Skywalker, Mark Hamill respondeu:

“Sua sexualidade nunca foi definida nos filmes. Luke é o que você quiser que ele seja, então você pode decidir por si mesmo.”

É verdade que Luke age como um membro do público, viajando pela galáxia com eles e aprendendo os poderes misteriosos da Força como eles, mas de muitas maneiras, Luke é um mistério. Como foi visto no material de divulgação do Episódio VIII, Luke terá um papel maior nesse filme, dando aos fãs esperança de obter novas informações sobre o homem no centro do universo de Star Wars.

.

10. Seu nome original foi Anakin Starkiller

Nos rascunhos iniciais de Star Wars, o nome do jovem protagonista não era Luke Skywalker. Na verdade, inicialmente, o nome do herói era Anakin Starkiller. Enquanto Anakin foi trocado por Luke quando as filmagens começaram, Mark Hamill revelou que seu nome foi Luke Starkiller por meses de produção. O nome “Starkiller”, entretanto, foi considerado muito violento e ameaçador para um herói. Lucas depois disse que ficou preocupado que o público pudesse conectar “Starkiller” com o líder do culto e serial killer Charles Manson.

Apesar do fato de Anakin e Starkiller não terem se tornado o nome de Luke, os dois fizeram muitas aparições no universo Star Wars. Anakin, é claro, foi graças ao pai de Luke, Darth Vader, e se tornou o nome de muitos personagens de Star Wars Legends, incluindo o terceiro filho de Han e Leia, Anakin Solo. Starkiller também foi usada inúmeras vezes no universo Star Wars, incluindo Galen “Starkiller” Malek, o protagonista da franquia de games The Force Unleashed e o nome da Base Starkiller em O Despertar da Força.

.

9. O encontro de Luke com Kenobi no Episódio IV não foi o primeiro

A vida de Luke Skywalker enquanto crescia em Tatooine é explorada no novo livro cânone do Episódio IV, chamado Uma Nova Esperança: A Princesa, O Cafajeste e o Garoto da Fazenda. O público alvo do livro, eram os jovens leitores, alguns dos conteúdos adicionais são ligados à infância de Luke em Tatooine. Enquanto seu tio Owen tentou desencorajar a natureza aventureira de Luke desde pequeno, sua tia Beru secretamente o encorajava, levando-o para o HoloNet para ver diferentes tipos de planetas e climas. Quando Luke se tornou um adolescente, ele já pilotava uma T-16 Skyhopper e atirava em ratos do deserto com grande precisão.

Quando Luke tinha oito anos de idade, ele tentou enfrentar alguns capangas enviados por Jabba o Hutt, e foi deixado inconsciente. Ele foi salvo, entretanto, pelo misterioso Ben Kenobi, que cuidava dele e o levou em segurança para sua cama. Luke não se lembra da bondade de Kenobi, mas Obi-Wan sempre o protegeu.

;

8. Estação Tosche

Os fãs conhecem a reclamação chorosa de Luke para com seu Tio Owen:

“Mas eu estava indo para a Estação Tosche para pegar alguns conversores de energia!”

Mas a estação Tosche não seria originalmente algo ignorado na história. Na verdade, a Estação Tosche é a locação de uma cena deletada de Uma Nova Esperança que Luke faz – o que seu Tio prevê – “perde tempo com seus amigos,” incluindo Biggs Darklighter. Nessa cena, Biggs diz a Luke que ele irá fugir para se juntar à Aliança Rebelde, que pode ajudar a inspirar Luke para ajudar a Princesa Leia e Obi-Wan Kenobi. A cena também revela que Luke, assim como Biggs, já simpatizava pela Rebelião, apesar de querer ingressar na academia Imperial como um piloto.

Apesar da cena da Estação Tosche não ter chegado à versão final do filme, Biggs aparece e cumprimenta Luke antes do ataque à Estrela da Morte. Infelizmente, Biggs morre em batalha, então sua reunião é amarga.

;

7. Um Jedi autodidata

Muitos fãs discutem a duração do treino de Luke. Em contraste com os padawans da Ordem Jedi, antes da ascensão do Império, Luke é muito velho para o treinamento. Afinal, Anakin foi considerado muito velho aos nove anos, e Luke é uma década mais velho que seu pai, quando encontra Obi-Wan em Uma Nova Esperança.

O treinamento de Luke, devido as circunstâncias, é altamente inortodoxo. Depois de um breve período de tempo com Obi-Wan, aprendendo a filosofia e os conceitos básicos da Força, Luke partiu sozinho em uma aventura para descobrir seus poderes recém adquiridos. Enquanto parece que as habilidades de Luke florescem do dia para a noite, vale a pena lembrar – e muitos fãs se esquecem – que há um período de três anos entre os eventos de Uma Nova Esperança e O Império Contra-Ataca.

Durante esse tempo, Luke se torna um Jedi autodidata. Ele aprende sobre a história Jedi com Taneetch Soonta, visita e treina nos Templos Jedi em Vrogas Vas, encontra e lê diários de Kenobi, de Tatooine e experimenta sua habilidade com a Força, através da tentativa e erro. Ele também é exposto a um número de holocrons enquanto prisioneiro de Grakkus o Hutt. As habilidades de Luke levam tempo para se desenvolver, especialmente porque, sem um mentor, ele não sabe o que é capaz de fazer através da Força.

.

6. O tempo de Luke em Dagobah está aberto à debate

Não é necessariamente claro quanto tempo Luke gastou treinando com o Mestre Jedi Yoda no planeta remoto de Dagobah. Pois seu treinamento acontece em paralelo com a fuga de Han e Leia do Império e depois sua prisão em Cloud City, não parece ser um período de tempo longo, mas não há indícios que mostre quanto tempo passou. Os roteiristas do West End Games Style Guide para a criação de Star Wars: O RPG estimam que Luke passou seis meses treinando em Dagobah, que parece balancear o aparentemente curto período de tempo que passou para Han e Leia com o crescimento de Luke desde que seu longo e cansativo treinamento começou.

Entretanto, Pablo Hidalgo, o criador executivo da Lucasfilm Story Group, twitou que é possível que Dagobah, possa ser um local sensível à Força, que existe fora do tempo normal. Ele cita a novelização de O Império Contra Ataca, que descreve a entrada em Dagobah como entrando em um sonho que é separado do resto da galáxia.

.

5. O acidente de carro de Mark Hamill levou ao ataque do Wampa… Talvez?

Como muitos pontos da lore de Star Wars, a história de como a cena do Wampa entrou no filme depende de quem conta a história. Alguns fatos são indiscutíveis: Mark Hamill sofreu um acidente de carro perto da época em que Uma Nova Esperança finalizava a produção. Ele machucou seu rosto na batida, fraturando seu nariz e sua bochecha direita. O ferimento foi tão severo que a cartilagem da orelha de Hamill foi usada para consertar seu nariz.

Carrie Fisher disse que a cena do Wampa entrou no começo do filme para explicar os ferimentos faciais de Hamill. Entretanto, George Lucas afirma que enquanto a cena ajudou à explicar, ela não foi criada com o único propósito de explicar a mudança aparente de Hamill. Afinal, como Lucas apontou, muitos anos se passaram entre Uma Nova Esperança e O Império Contra-Ataca (1980), e podiam haver muitas cicatrizes ou marcas do tempo. George Lucas ficou conhecido por modificar a história do processo por trás de Star Wars, geralmente para fazer tudo parecer como se tivesse sido planejado antes de ter sido feito, e muitos fãs não o questionam.

Se a cena do Wampa foi ou não criada para explicar a aparência de Hamill, ela definitivamente fez o trabalho. O departamento de maquiagem trabalhou arduamente para esconder as cicatrizes existentes de Hamill e deixá-lo com ferimentos criados pelo ataque do Wampa. O diretor Irwin Kershner foi cuidadoso ao escolher o ângulo certo para mostrar o rosto antes do ataque do Wampa. Independente do quanto mudou, a cena serviu bem para explicar os ferimentos de Luke.

.

4. Luke é mais novo do que você pensa

A idade de Luke não era clara até A Vingança dos Sith definir a data de seu nascimento, fazendo-o ter dezenove anos no começo de Uma Nova Esperança. Dado o espaço temporal entre os filmes, significa que ele tem vinte e dois anos em O Império Contra-Ataca, vinte e três em O Retorno de Jedi (1983), e perto de cinquenta e três em O Despertar da Força. Apesar de seu visual selvagem e bagunçado, Luke é um homem de meia idade que poderia viver por mais cinco décadas ou mais – dependendo da tecnologia médica.

Claro que, Mark Hamill é quase uma década mais velho que seu personagem – tem sessenta anos -, mas mais uma vez, a idade dos personagem em Star Wars nem sempre se encaixa com a idade dos atores.

De muitas formas, Luke segue os passos de Obi-Wan. Em Vingança dos Sith (2005) foi revelado que Obi-Wan tinha cinquenta e sete anos em Uma Nova Esperança, apesar de Sir Alec Guinness ter sessenta e três, na época. Os dois mestres Jedi envelheceram bastante dada às condições climáticas que foram expostos em seus anos de exílio auto-imposto.

.

3. Sabre de luz de Luke

Muitos fãs sabem que Luke usou o sabre de seu pai em seu duelo com Darth Vader em Cloud City. Entretanto, os detalhes do sabre que Luke construiu entre O Império Contra-Ataca e O Retorno de Jedi acabaram de aparecer com uma nova história, do novo cânone que reconta o Episódio VI, no livro O Retorno de Jedi: Cuidado com o Lado Negro da Força!, Luke gasta meses entre Cloud City e o palácio de Jabba juntando pedaços para um novo sabre de luz, mas ele só foi capaz de concluir a criação após visitar a antiga cabana de Ben Kenobi em Tatooine. Lá, ele encontrou os últimos pedaços que precisava, antes de salvar um Han congelado em carbonita do senhor do crime Hutt.

Luke não treinou muito com seu sabre novo antes de duelar com Vader pela segunda vez, mesmo tendo crescido claramente como um Jedi no tempo entre suas batalhas.

.

2. O herói de mil faces

Luke Skywalker, como o protagonista de Star Wars, foi inspirado em um grupo diverso de personagens desde Flash Gordon à mitologia clássica. Um dos paralelos mais interessantes à serem traçados, é com Rei Arthur, que foi um órfão que cresceu no escuro, e foi ensinado pelo inteligente mago Merlin (ou talvez, Obi-Wan), e se tornou um poderoso e inteligente guerreiro e governante.

George Lucas usou intencionalmente a teoria de monomito de Joseph Campbell, de seu livro O Herói de Mil Faces; O arquétipo da jornada do herói pode ser aplicado à muitas lendas, mitos, folclores e literaturas. Luke Skywalker se tornou um exemplo do monomito, como Rei Arthur e Odisseu antes dele, partindo em uma viagem ao desconhecido.

Por ter sido rapidamente associado ao trabalho de um dos heróis de mil faces, Luke certa vez ilustrou a capa de uma das reimpressões do livro de Campbell.

.

1. O roteiro vazado de O Despertar da Força revela muito

Enquanto Luke não aparece em O Despertar da Força até os momentos finais, um rascunho do roteiro do filme contém muita informação. Primeiro, os fãs descobrem quando Luke aparece na visão de Rey com R2-D2, ele está na frente de um “templo em chamas à noite”.

Detalhes da cena final também foram reveladas. O script diz que Luke estava se escondendo no planeta chamado Ahch-To. O nome pode não carregar um grande significado, mas especulações incluíram o fato da palavra “Ahch” ser a palavra hebraica para “irmão” ou que “Ahch-To” é a pronúncia fonética de “Act Two” – Ato dois. Ao ver Rey, Luke é descrito como:

Uma ternura em seus olhos, mas há uma certa tortura, também. Ele não precisa perguntá-la como ela está, ou o que ela está fazendo ali. Seu olhar diz tudo.

Depois de Rey entregar o sabre à Luke, o script diz:

A câmera fecha no rosto incrível de Luke Skywalker, encantado e em conflito com o que ele vê, enquanto a música cresce, a promessa de uma aventura, é só o começo...

Luke entende a razão de Rey ter chegado ali, talvez entenda melhor do que Rey entende, mas ele está repleto de conflitos internos, depois que seu sobrinho e antigo pupilo, Ben Solo, foi seduzido pelo lado negro da Força e tornou-se o vilão Kylo Ren.

Confira a lista de curiosidade sobre Kylo Ren:

Star Wars: 15 coisas que você nunca soube sobre Kylo Ren

O que você espera do personagem de Mark Hamill no Episódio VIII?

Confira também o trailer de Star Wars: Os Últimos Jedi :

Star Wars: Os Últimos Jedi estreia no dia 14 de Dezembro. Deixe seu comentário e lembre-se de nos acompanhar nas redes sociais para saber de todas as novidades do cinema:

Facebook – Twitter – Instagram – Pinterest

the author

Natural do Rio de Janeiro, agora, um candango do cerrado.
23 anos, de muita nerdice. Cinéfilo, viciado em séries e livros.