The Wicked + The Divine: Conheça a HQ de sucesso que vai virar série

Um quadrinho de fantasia contemporâneo escrito pela dupla Kieron Gillen e Jamie McKelvie, publicada pela Image Comics, The Wicked + The Divine é altamente influenciada por divindades mitológicas de todos os panteões. A inspiração de Gillen para a série veio após seu pai ser diagnosticado com câncer, mostrando a razão da série ter a presença de temas sempre relacionados à vida e a morte.

O título começou a ser publicado em junho de 2014 pela Image Comics e desde seu lançamento, foi altamente aclamada pela crítica e ganhou o prêmio de melhor quadrinho pela British Comic Awards de 2014, além de ser indicado à mais duas categorias da premiação.

A cada noventa anos, doze deuses reencarnam como humanos. Eles são amados. Eles são odiados. E dentro de dois anos, eles morrem. Esse é o universo de The Wicked + The Divine, onde deuses são as estrelas supremas do pop. Mas lembre-se: se você é imortal, não significa que vá viver para sempre.”

A história gira em torno de Laura, uma adolescente que parece ser comum, obcecada por seu ídolo. A adolescente de 17 anos, decide ir ao show da deusa Amaterasu, e acaba sendo convidada por Lúcifer – uma mulher andrógina com a aparência altamente inspirada em David Bowie – a conhecer os backstages do show. Lúcifer ou Luci, é uma mulher que reencarnou e tornou-se uma deusa que juntamente de Amaterasu e outros integrantes formam o Pantheon.

A história em quadrinho possui uma identidade própria, sendo única em inúmeros aspectos. Explorando caminhos até então inéditos da nona arte. Com um mix de cultura pop, e mitologias nórdica, hindu, shintoísta – entre outras – é algo único e que merece ser lido.

Conheça um pouco mais sobre o Panteão de The Wicked + The Divine:

O Pantheon, ou Panteão, é formado por 12 deuses reencarnados em ídolos da cultura pop – com forte influência no mundo real, sendo Lúcifer, uma homenagem à David Bowie. Quase todos os deuses do Panteão são inspirados em personagens da música pop.

Baal foi o nome de inúmeros deuses ao longo da história, sendo a maioria deles, do Oriente Médio, geralmente relacionados ao Velho Testamento. O personagem é inspirado em Kanye West.

Woden, é o deus teutônico/nórdico que é a derivação de Wotan, o deus da guerra teutônico, é também conhecido como Odin, na mitologia nórdica. Seu visual é inspirado na dupla Daft Punk.

Amaterasu, é a deusa da religião shintoísta, que é anterior ao budismo, e foi incorporada no Budismo Shinto, quando a prática da religião se tornou mais comum no Japão. Amaterasu é inspirada na cantora Florence Welsh.

Baphomet, é como Lúcifer, não se encaixa no molde que todos conhecemos de um deus – ele na verdade não pertence a nenhuma religião (a menos que você seja Aleister Crowley), e ele nunca teve adoradores como os outros. O estilo de Baphomet é inspirado em Nick Cave e Andrew Eldritch, entre outros.

Minerva é a deusa romana do conhecimento e artes, assim como é deusa da guerra (ela é a equivalente da deusa Atena, no panteão grego), sua encarnação tem 12 anos. A jaqueta militar da personagem tem como referência inúmeras estrelas pops, como The Beatles e My Chemical Romance sendo os mais óbvios.

Inanna é a deusa suméria do amor, fertilidade e guerra, e o chefe do panteão sumério. Sua história tem início com ela sendo um espírito celestial, mas com a sua ida ao submundo experienciou a morte simbólica e renascimento. O personagem é a clara imagem de Prince, que encaixa perfeitamente com a imagem e fama do cantor, como o deus(a) do amor e fertilidade.

Sakhmet é um membro do panteão que poderia facilmente ser substituído por outro deus – Bast. Os dois deuses foram equivalentes em diferentes partes do antigo Egito, mas quando as culturas do Alto e Baixo Egito foram unificadas, Sakhmet foi a versão preeminente, com culto baseado em Memphis (a Memphis do Egito, não a do Estados Unidos). A personagem é inspirada na cantora Rihanna.

A série de TV que adaptará a história de The Wicked + The Divine será lançada pela Universal Television, com a produtora Milkfed Criminal Masterminds, de Matt Fraction e Kelly Sue DeConnick. A produção da série deve começar em 2018. A série ainda não tem data de estreia. Mas fica de recomendação a leitura dessa incrível HQ. Deixe seu comentário e lembre-se: para não perder nenhuma novidade, nos acompanhe também nas redes sociais!

Instagram – Facebook – Twitter – Pinterest

the author

Natural do Rio de Janeiro, agora, um candango do cerrado. 23 anos, de muita nerdice. Cinéfilo, viciado em séries e livros.