CRÍTICA – Adam by Eve: A Live in Animation (2022, Nobutaka Yoda)

    Dirigido por Nobutaka Yoda, Adam by Eve: A Live in Animation é um filme japonês original da Netflix com produção do cantor e compositor Eve.

    SINOPSE DE ADAM BY EVE: A LIVE IN ANIMATION

    O cantor e compositor Eve usa sua força criativa para unir anime e live action em uma experiência musical inspirada em Adão e Eva.

    ANÁLISE

    Adam by Eve se desenvolve pela ótica de Aki, uma estudante que se sente excluída da sociedade. Entretanto, esse sentimento é amenizado devido à companhia de sua melhor amiga, Taki.

    Após relatar um sonho bastante incomum, a adolescente Taki desaparece misteriosamente, deixando a sua companheira Aki em constante procura.

    Posso começar a dizer com ênfase que, se a produção utilizasse desse enredo que descrevi para trabalhar seu filme, poderia sair algo realmente bom, mas decidiram por fazer algo experimental, o que não há nenhum problema. A questão é quando pecam na dosagem.

    Existem outras obras que misturam a experiência cinematográfica com a magia da musicalidade, seus instrumentos, notas e ritmos, assim, como foi muito bem realizado na animação Fantasia, da Disney, que se tornou um clássico. Ou até mesmo na Netflix podemos ver com alegria a excelência de ANIMA (2019), um curta musical onde capta o talento de Tom Yorke, vocalista do Radiohead, e o diretor Paul Thomas Anderson.

    Mas, diferentemente dessas obras citadas, Adam by Eve: A Live in Animation não conseguiu harmonizar o ato de mesclar live action com música e animação de forma que nos cative, devido à sua grande confusão.

    O filme passa mais uma sensação de que não souberam dosar o experimento, tornando tudo bastante confuso. Apesar de se agarrar ao apelo de qualidade de fotografia e animação, isso acaba não sendo o suficiente para ser algo querido.

    VEREDITO

    Apesar da descrição do filme relatar que é inspirada em Adão e Eva, sua linguagem com as referências são poucas e bem destoantes. Levemente pode-se observar alguns detalhes que remetem à história bíblica.

    Mesmo com boa qualidade de animação e fotografia, ambas não foram usadas de forma correta, se tornando um exagero de situações que são jogadas em tela.

    A parte musical é o ponto mais fraco dessa produção porque não se comunica com o restante do enredo, nem segue nenhuma harmonia e ou gera conexão com o restante da obra.

    Adam by Eve: A Live in Animation é um abuso de vários recursos que, infelizmente, juntos não conseguem passar algo bom que consiga nos encantar.

    Nossa nota

    2,0 / 5,0

    Assista ao trailer de Adam by Eve:

    Inscreva-se no YouTube do Feededigno

    Assista às nossas análises de filmes, séries, games e livros em nosso canal no YouTube. Clique aqui e inscreva-se para acompanhar todas as semanas nossos conteúdos também por lá!

    Artigos relacionados

    CRÍTICA: ‘Segredos de um Escândalo’ instiga, mas falha ao entregar narrativa incômoda

    Segredos de um Escândalo é o mais novo suspense estrelado por Julianne Moore e Natalie Portman. O longa adapta uma história real.

    TBT #264 | ‘Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal’ diverte, mas falha em entregar legado

    Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal é um dos muitos longas legados lançados nos anos 2000. O longa acompanha o amado Indy.

    CRÍTICA – ‘Bob Marley: One Love’ a voz do amor em tempos de guerra

    Bob Marley: One Love lança os espectadores por história emocionante, com músicas sobre amor, perseverança e biografia respeitosa.

    10 filmes indicados ao Oscar que você pode assistir na Netflix

    A Netflix recebeu 18 indicações ao Oscar; veja a lista completa dos filmes da gigante do streaming que concorrem na maior premiação do cinema.