#52filmsbywomen 13 – De Amor E Trevas (2015, Natalie Portman)

De Amor E Trevas é o primeiro longa dirigido por Natalie Portman. Conhecida por seus trabalhos como atriz, Portman aqui retorna ao seu país natal Israel, numa adaptação das memórias do escritor Amos Oz,...
Leia mais

CRÍTICA – Um Lugar Silencioso (2018, John Krasinski)

Um Lugar Silencioso (A Quiet Place, título original) é um longa estrelado e dirigido por John Krasinski – Isso mesmo, o Jim Halpert da série The Office! - que também conta com Emily Blunt, Noah Jupe e Millicent Simmonds no elenco.
Leia mais

#52filmsbywomen 12 – Take Your Pills (2018, Alison Klayman)

Os usos e abusos de drogas prescritas na sociedade americana contemporânea é o tema abordado aqui pela jovem diretora Alisson Klayman. O documentário Take Your Pills, que encerra o mês de março na campanha #52filmsbywomen aqui no Feededigno, foi um dos lançamento do mês de Março na Netflix.
Leia mais

CRÍTICA – Jogador Número 1 (2018, Steven Spielberg)

Com a leveza e encantamento que poucos conseguem traduzir para a tela, Spielberg nos entrega um Jogador Número 1 rico visualmente, com humor na medida certa e com a simplicidade de um filme infanto-juvenil dos anos 90.
Leia mais

#52filmsbywomen 11 – Paris is Burning (1990, Jennie Livingson)

Jennie Livingston tem em Paris is Burning seu trabalho cinematográfico mais conhecido. Vencedor do Grande Prêmio do Juri de Sundance em 1991, o documentário se tornou importante na cena independente americana, assim como no cinema Queer daquele país e do mundo.
Leia mais

CRÍTICA – A Odisseia (2016, Jérôme Salle)

A Odisseia (L'odyssée, título original) é um filme francês que conta a história real de Jacques-Yves Cousteau, o oficial da marinha francesa, documentarista, oceanógrafo, cineasta e inventor.
Leia mais

CRÍTICA – Círculo de Fogo: A Revolta (2018, Steven S. DeKnight)

Círculo de Fogo: A Revolta, é a continuação do filme de sucesso de 2013, que contou com Guillermo Del Toro na direção. A continuação se passa 10 anos após o final do primeiro filme e agora temos novos Jaegers e Kaijus.
Leia mais

CRÍTICA – A Livraria (2017, Isabel Coixet)

A Livraria (The Bookshop, título original) é um filme baseado no livro homônimo, escrito por Penelope Fitzgerald em 1978; e conta como uma viúva, Florence Green (Emily Mortimer), abriu uma livraria numa pacata cidade da Inglaterra.
Leia mais

#52filmsbywomen 10 – The Mask You Live In (2015, Jennifer Siebel...

O trabalho de Jennifer Siebel Newson em The Mask You Live In pode ser assistido em família, em grupos de estudo, entre amigos ou salas de aula, para promover questionamentos e debates a cerca das noções limitadas de gênero e como elas são prejudiciais para todos.
Leia mais

CRÍTICA – Aniquilação (2018, Alex Garland)

Aniquilação é a nova produção adquirida pela Netflix no gênero de fantasia/terror. Baseado no primeiro livro da trilogia Comando do Sul, escrito por Jeff VanderMeer, Aniquilação é dirigido por Alex Garland (Ex Machina: Instinto Artificial).
Leia mais

SÓ VEM!

MAIS LIDAS!