CRÍTICA – Attack on Titan (4ª temporada – Parte 2, 2022, Mappa)

    A segunda parte da quarta e última temporada de Attack on Titan chegou ao fim, mas ainda sem um final concreto. O anime produzido pela Mappa Studios ganhará uma terceira parte que deve chegar em 2023. 

    No ar desde 2013, o anime é uma adaptação do mangá de mesmo nome criado pelo mangaka Hajime Isayama e publicada pela primeira vez em setembro de 2009. No Brasil, é possível assistir ao anime nas plataformas Crunchyroll e Funimation

    SINOPSE

    Antigos inimigos se juntam na luta contra Eren Yeager e seu exército de titãs, decidido a destruir o mundo exterior para salvar Paradis. Segredos obscuros sobre as origens dos titãs são revelados e Mikasa precisará fazer uma escolha que definirá o futuro da humanidade. 

    ANÁLISE

    Talvez a maior surpresa dessa segunda parte da quarta temporada de Attack on Titan seja a continuação da saga por mais um ano. Ao longo dessa segunda metade, ficou mais do que evidente para os fãs do mangá que seria impossível terminar o anime em doze episódios. Dito e feito, no último episódio que foi ao ar com o título de “O Alvorecer da Humanidade“, o estúdio Mappa anunciou que em 2023 o anime voltará com uma terceira parte de encerramento (agora vai).

    O ano de 2023 também é simbólico para o anime, serão 10 anos no ar. Desde 2013, muita coisa mudou no anime, personagens importantes morreram; foi revelado os segredos sobre os titãs; o Esquadrão de Reconhecimento conseguiu finalmente ver o que existia além das muralhas. Mas, uma coisa não mudou e é sobre isso que Mikasa fala no último episódio da segunda parte. 

    Em uma espécie de recontextualização, ou simplesmente flashbacks, Mikasa relembra quando o Esquadrão chegou disfarçado em Marley (provavelmente entre o final da terceira temporada e o começa da quarta). As cenas são nostálgicas, não só pela presença de Sasha, mas por simplesmente passar a sensação de conforto e acolhimento com todos juntos mais uma vez. 

    Porém, a narração em voice off de Mikasa revela o que a mesma vem sentindo em relação a Eren. Mikasa fala algo que sempre esteve exposto no anime, mas que talvez, os fãs não quisessem ver: Eren sempre foi assim, um jovem teimoso, impetuoso e idealista ao extremo. Se na primeira temporada sua raiva estava direcionada aos titãs e todo mal que eles causam na Ilha Paradis, na quarta temporada descobrimos que seu alvo apenas muda para aniquilar toda a humanidade fora da ilha. 

    Logo, Attack on Titan faz uma das melhores reviravoltas da ficção mostrando como Eren se tornou o vilão de sua própria história, no maior estilo Walter White (Breaking Bad). Outro grande feito desta temporada foi contar a história através de outros personagens, durante a maior parte do tempo nem vemos Eren, mas sua sombra sobre essa trama é tão potente que constantemente sentimos sua presença. 

    Portanto, por mais que a maioria do público não aprove os atos de Eren em querer destruir a humanidade, compreendemos seus motivos porque seguimos esse personagem há mais de dez anos. Basta lançar um olhar para a vida que Eren passou para sentir empatia pelo personagem, mas suas ações só desencadearam mais sofrimento de forma a perpetuar o ciclo de violência que ele mesmo quer terminar.

    Personagens em destaque 

    Attack on Titan

    O afastamento de Eren das cenas de Attack on Titan possibilitou que outros personagens ganhassem mais destaques. Como Jean, que percebe que seu sonho de ter uma vida tranquila não irá acontecer e que ele precisa ser um líder para o grupo. Já Connie tem uma temporada mais tensa, sentindo a falta de Sasha, ele passa por algumas provações. 

    Da mesma forma que Eren se afasta da trama principal, Levi passa a temporada se recuperando de seu confronto com Zeke. A falta do personagem é sentida no momento em que o grupo precisa de uma mão firme, mas também compactua para dar mais ênfase ao caos da Ilha Paradis. Por outro lado, Mikasa e Armin ainda têm esperança em Eren, o que mostra o quanto esses personagens são na maioria das vezes passivos ao protagonista. 

    Ao Grupo de Reconhecimento se juntam alguns marleyanos, como Gabi, Falco, Pieck e Reiner que também desejam parar Eren. A volta de Annie também é um grande ponto dessa temporada, visto que, a Titã Fêmea passou duas temporadas fora das telas.

    Por último, o Mappa Studios vem fazendo um incrível trabalho de produção em Attack on Titan. A junção entre os 3D dos titãs e o 2D do cenário é essencial para criar a sensação de movimento e peso nas emoções dos personagens. A direção também se mostra um show à parte, com enquadramentos e movimentos de câmera de tirar o fôlego.

    VEREDITO

    Nas outras análises comentamos o quanto Attack on Titan têm se tornado um anime relevante e seus 10 anos apenas comprovam que essa história é uma das maiores da ficção de todos os tempos. Essa segunda parte da quarta temporada traz um tom mais sombrio ao anime que advém das grandes revelações que mudam para sempre nossas perspectivas sobre a franquia.

    Com uma segunda parte mais sóbria e intensa, o anime põe suas cartas na mesa e mostra as verdadeiras intenções de Eren. Agora, o tempo é crucial para os súditos de Ymir. A segunda parte também é tecnicamente melhor que a primeira e com a história finalmente se encaminhando para o fim, Attack on Titan denota ser uma obra atemporal.

    Nossa nota

    5,0 / 5,0

    LEIA TAMBÉM:

    CRÍTICA – Attack on Titan (4ª temporada – Parte 1, 2021, Mappa)

    Inscreva-se no YouTube do Feededigno

    Assista às nossas análises de filmes, séries, games e livros em nosso canal no YouTubeClique aqui e inscreva-se para acompanhar todas as semanas nossos conteúdos também por lá!

    Artigos relacionados

    Dragon Ball: Os 10 melhores episódios para assistir no Globoplay

    Após mais de 10 anos sem a TV Globinho, Dragon Ball chegou ao Globoplay. Confira a lista com os 10 melhores episódios.

    Veja o Clube Hellfire jogando D&D de verdade

    Eddie reina como o Mestre do Clube Hellfire em Stranger Things; mas o ator Joe Quinn, nunca havia jogado RPG antes... bom, até agora!

    HBO Max: Títulos para comemorar 1 ano do serviço

    A HBO Max está em festa! No dia 29 de junho, a plataforma de streaming completa um ano de seu lançamento na América Latina!

    Peaky Blinders: Relembre a linha do tempo histórica da série

    Conheça os principais acontecimentos históricos da série Peaky Blinders, desde a 1ª temporada até a 5ª; a 6ª temporada já está disponível.