CRÍTICA – Alive (2020, Il Cho)

    Alive é o novo longa sul-coreano da Netflix e já é um dos grandes sucessos de 2020 no catálogo da gigante do streaming.

    SINOPSE

    Alive

    Oh Joon-woo (Yoo-An-In) é um jovem sul-coreano que tem uma vida normal. Todavia, após sua cidade ser infectada com um vírus mortal que transforma as pessoas em zumbis, ele agora deve lutar para sobreviver.

    ANÁLISE

    Alive é mais um filme de zumbis no já desgastado gênero de terror. Entretanto, o que o diferencia dos demais é sua forma de contar a história.

    Ao apresentar um protagonista confinado, o longa mostra que se baseia mais na lógica, uma vez que na maioria dos filmes os personagens se aventuram em perigos insanos.

    Oh Joon-woo e Kim Yoo-bin (Park Shin-hye) são pessoas comuns que foram assoladas por uma pandemia, ou seja, Alive também conversa muito pelo nosso cenário atual do Novo Coronavírus (Covid-19).

    Não há grandes loucuras por parte deles, pois eles estão lutando para sobreviver como podem e a medida que as esperanças vão se esvaindo, os dois ficam cada vez mais paranoicos e esgotados mentalmente, algo muito crível dentro da proposta.

    As atuações da dupla são boas, visto que conseguem nos passar o desespero da convivência com uma situação alarmante com muita verdade.

    Outro ponto positivo é o uso da tecnologia como uma aliada pelos protagonistas, pois normalmente não temos o recurso como uma opção em filmes do gênero e Alive o usa com muita frequência.

    A trama dá algumas patinadas com facilitações de roteiro, pois existem diversas vezes que os protagonistas contam com a sorte para resolverem seus problemas, algo que pode ser difícil de digerir para algumas pessoas.

    DIREÇÃO 

    A direção de Il Cho é muito eficaz, pois mistura diversas técnicas de filmagem. Misturando planos sequência com tomadas aéreas e temos também a câmera tremida para apresentar urgência nas cenas, por exemplo.

    As coreografias dos mortos-vivos são excelentes, pois lembram muito o longa de sucesso Invasão Zumbi, uma marca já estabelecida na Coréia do Sul com movimentos rápidos e disformes.

    A fotografia mistura diversos tons sóbrios com coloridos, deixando a obra muito bonita visualmente.

    VEREDITO

    Com um filme bastante intimista e que consegue dosar ação e drama, Alive é uma excelente pedida para quem gosta de filmes de zumbis e de sobrevivência.

    As atuações e direção são muito efetivas e conseguem emular muito bem a nossa situação atual, pois mostra que pandemias destroem nosso psicológico e nos tornam desesperados por sobrevivência.

    Nossa nota

    Confira o trailer de Alive:

    E você, gostou de Alive? Comente e deixe sua nota!

    Nota do público
    Obrigado pelo seu voto

    Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

    Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.

    Artigos relacionados

    Mulher-Hulk: Tudo que você precisa lembrar antes da série

    Mulher-Hulk é a mais nova série do Disney+. Confira tudo que você precisa lembrar antes da estreia da série.

    CRÍTICA – A Teoria dos Vidros Quebrados (2021, Diego Fernández)

    A Teoria dos Vidros Quebrados é um longa com coprodução do Brasil, Argentina e Uruguai. O filme foi lançado em 2021.

    Noites Sombrias #79 | A Escada Para o Inferno (2022, Brendan Muldowney)

    A Escada Para o Inferno ou The Cellar é o filme que traz como protagonista a atriz Elisha Cuthbert de Show de Vizinha.

    Dupla Jornada: Quem é o elenco do novo filme de vampiro da Netflix?

    Dupla Jornada saiu das sombras e finalmente mostra suas presas no catálogo da Netflix. Conheça o elenco do mais novo filme de vampiro!