Início FILMES Crítica CRÍTICA – Apportados (2021, Marcos Bucay)

CRÍTICA – Apportados (2021, Marcos Bucay)

apportados

Apportados é um longa mexicano original da Netflix, dirigido por Marcos Bucay e conta no seu elenco com Aldo Escalante, Natalia Tréllez e Ricardo Polanco.

SINOPSE

Polo (Aldo Escalante) e Blas (Ricardo Polanco) são dois homens de 30 anos que são amigos e completamente quebrados financeiramente. 

Após uma noite de bebedeira e drogas, eles pensam em um aplicativo que revoluciona o mercado e agora tem que desenvolvê-lo e fazer sucesso. Será que eles conseguem?

ANÁLISE

Apportados é um longa que busca satirizar os ambientes corporativos, principalmente o das startups. Embora se trate de um humor mais nichado por conta de seu tema, o longa possui diversos acertos. 

Dentre eles, estão seu elenco carismático e bons personagens estereotipados ao máximo para nos mostrar que o nosso cotidiano profissional está cada vez mais ridículo.

apportados

O fato de ambientes tóxicos como o de startups serem vendidos como locais “disruptivos” e informais, por exemplo, não mascara a ampla pressão que os profissionais dessas empresas sofrem com prazos e entregas cada vez mais difíceis. Apportados por meio da personagem Natalia (Natalia Tréllez), por exemplo, nos mostra a falta de reconhecimento e de noção dos CEOs, além de apresentar as agruras de ambientes tóxicos onde a ansiedade impera cada vez mais.

Além disso, profissões como coach, influencer digital e tantas outras não escapam do olhar cirúrgico de Marcos Bucay que estereotipa ao máximo tudo que pode.

OS PROBLEMAS DE APPORTADOS

Entretanto, nem tudo são flores…

A obra possui um ritmo arrastado, principalmente em seu segundo ato, pois chega um momento em que ele parece interminável.

O roteiro dá muitas voltas, por exemplo, e acaba ficando repetitivo em dado momento, nos deixando cansados e com uma ideia de que o filme poderia ser mais curto. 

Alguns coadjuvantes sobram, mostrando que não precisavam fazer parte da trama, uma vez que suas piadas não são engraçadas e eles são mais irritantes do que divertidos, destoando dos demais. Os dois exemplos são Aderales (Fabrizio Santini) e a amiga de Nat, interpretada por SeoJu Park.

VEREDITO

Com altos e baixos, Apportados é um longa divertido, carismático e um pouco cansativo, pois se enrola em alguns momentos.

Todavia, sua história é leve e descontraída, sendo uma opção interessante para quem busca um escape para os dias tão duros que vivemos ultimamente.

Nossa nota

3,8/5,0

Confira o trailer de Apportados:

Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.

Artigo anteriorCRÍTICA – A Última Carta de Amor (2021, Augustine Frizzell)
Próximo artigoVirgin River: Veja algumas curiosidades sobre a série da Netflix
Relações-públicas, gremista, nerd, escorpiano e palestrinha. Parece futebolista, pois só vive descendo a lenha. DC é melhor que Marvel, todavia, amamos as duas.