CRÍTICA – Ascensão do Cisne Negro (2021, Magnus Martens)

    Ascensão do Cisne Negro é um longa original da Netflix e tem a direção de Magnus Mertens. O elenco conta com alguns rostos famosos como o de Ruby Rose (Batwoman), Tom Hopper (The Umbrella Academy), Hannah John-Kamen (Homem-Formiga e Vespa), Andy Serkis (The Batman) e Sam Heughan (Outlander)

    SINOPSE

    Um agente das forças especiais viaja de Londres para Paris com sua namorada quando um grupo de mercenários armados sequestra o trem. Eles fazem exigências e ameaçam a vida de todos. Assim, cabe a ele deter os criminosos.

    ANÁLISE

    A Ascensão do Cisne Negro é um filme de ação que tem muitos problemas, pois traz todos os clichês do gênero e ainda consegue apresentar de forma irregular algumas temáticas bem complexas.

    O longa se inicia mostrando as porcentagens de psicopatia e como ela é evento raro na humanidade, por exemplo. Certamente esse ponto será abordado novamente, fazendo com que a previsibilidade do roteiro seja veemente.

    Aliás, previsível é uma palavra que define muito bem a obra Ascensão do Cisne Negro, uma vez que no primeiro ato já temos uma boa ideia do que vai acontecer até o último segundo. Para piorar, o protagonista, Sam Heughan tem o carisma e personalidade de uma porta. O ator entrega uma atuação sofrível, mesmo que os demais tentem com toda a força terem boas atuações, embora o roteiro não permita isso.

    De fato, Ascensão do Cisne Negro traz uma trama entediante e que em alguns momentos não tem pé nem cabeça. O texto tem decisões muito equivocadas, principalmente quando os vilões estão agindo, com decisões no mínimo controversas e pouco inteligentes.

    As cenas de ação são medianas, uma vez que são picotadas e com coreografias fracas de luta, um problema que vai na conta da direção.

    VEREDITO

    Com um roteiro fraco, uma direção ineficaz e um protagonista sofrível, Ascensão do Cisne Negro é um filme para esquecer.

    Por mais que o catálogo da Netflix seja lotado de boas e más opções, o longa acaba sendo marcante pelo lado negativo, por exemplo, gerando quase duas horas de um longo constrangimento e tédio.

    Nossa nota

    1,5/5,0

    Confira o trailer de Ascensão do Cisne Negro:

    Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

    Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.

    Artigos relacionados

    CRÍTICA: ‘Segredos de um Escândalo’ instiga, mas falha ao entregar narrativa incômoda

    Segredos de um Escândalo é o mais novo suspense estrelado por Julianne Moore e Natalie Portman. O longa adapta uma história real.

    TBT #264 | ‘Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal’ diverte, mas falha em entregar legado

    Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal é um dos muitos longas legados lançados nos anos 2000. O longa acompanha o amado Indy.

    CRÍTICA – ‘Bob Marley: One Love’ a voz do amor em tempos de guerra

    Bob Marley: One Love lança os espectadores por história emocionante, com músicas sobre amor, perseverança e biografia respeitosa.

    10 filmes indicados ao Oscar que você pode assistir na Netflix

    A Netflix recebeu 18 indicações ao Oscar; veja a lista completa dos filmes da gigante do streaming que concorrem na maior premiação do cinema.