CRÍTICA – Bill & Ted: Encare a Música (2020, Dean Parisot)

    Após 30 anos, o terceiro filme de Bill & Ted trás os atores Alex Winter e Keanu Reeves de volta aos seus personagens tão queridos. No elenco Samara Weaving e Brigette Lundy-Paine também são os destaques. O filme está disponível em on demand

    SINOPSE

    Após anos tentando escrever a melhor música de todos os tempos que irá unir a humanidade, Bill (Winter) e Ted (Reeves) estão desiludidos. Seus casamentos vão de mal a pior e suas carreiras como astros do rock não prosperam. Em dúvida se devem esquecer o sonho e encararem a vida adulta da meia idade, Bill e Ted recebem uma visita do futuro e descobrem que apenas a música criada por eles irá salvar a realidade (e o mundo) como conhecemos. 

    ANÁLISE

    Em uma época tão conturbada e ainda por cima em um ano pandêmico são poucos os filmes que se propõem a ser alegres como Bill & Ted: Encare A Música. O fato é: há muito tempo já não existem mais produções que misturam aventura, comédia, ficção científica ; até musical de forma leve e simples.

    Nesse sentido, o terceiro filme de Bill e Ted é um respiro para os millenials e um suspiro para os noventistas. O primeiro filme lançado, Bill & Ted: Uma Aventura Fantástica, em 1989, foi um grande sucesso inesperado; a produção meio tosca e super divertida ganhou fãs e uma sequência Bill & Ted: Dois Loucos no Tempo (1991).

    Ambas as tramas dos dois primeiros filmes certamente não funcionariam atualmente, apesar do humor no-sense, Bill e Ted sempre tiveram um tom quase iludido. O terceiro filme carrega as mesmas qualidade dos antecessores e vai além com uma produção mais elaborada. 

    Nessa maneira, a volta de Alex Winter e Keanu Reeves também é agradável. Logo no começo do filme pode ser estranho assistir Reeves em uma comédia, visto o grande astro que o ator se tornou. Porém, aos poucos acabamos nos familiarizado e revivendo Bill e Ted mais uma vez. 

    Uma história igual, mas diferente

    Nessa nova aventura, nossos protagonistas precisam salvar a realidade que está colapsando já que eles ainda não criaram a música que irá unir o mundo. Ao serem chamados para o dever, eles visitam algumas de suas versões do futuro. Já suas filhas, Thea (Weaving) e Billie (Lundy-Paine) decidem ir para o passado juntar os maiores músicos para ajudar os pais. 

    Com grandes referências aos dois primeiros filmes, como a velha cabine telefônica de viajem no tempo (e espaço), robôs assassinos, ir parar no inferno e a maravilhosa Morte interpretada mais uma vez por William Sadler; o filme cativa e diverte. 

    Logo, a dinâmica entre Weaving e LundyPaine também chama a atenção, a dupla carrega o espírito do primeiro filme e garante bons momentos. Sendo assim, Bill & Ted: Encare A Música é um filme que não foge a sua receita original de tanto sucesso, mas acrescenta novas perspectivas e uma trama mais engajada.

    Dessa forma, o filme é uma ótima pedida em tempos tão desgastantes e traz um calor aos nossos corações. O ato final, por exemplo, com seu plot twist é admirável. Logo, para além dos acontecimentos malucos da história, o terceiro filme de Bill e Ted gira em torno de um ensinamento poderoso: mais empatia em tempos estranhos. 

    VEREDITO

    Bill & Ted: Encare A Música é o raro caso onde o terceiro filme é o melhor. Não só por isso, o filme passa uma mensagem de união com muito humor, afinal como diria Bill: “Be excellent to each other“. Consequentemente, a estranheza de ver Winter e Reeves mais uma vez nos papéis que fizeram ainda muito jovens seja o que difere o filme. Contudo, como diria Ted: “Party On!“.

    Nossa nota

    Assista ao trailer:

    E você, é fã da dupla de roqueiros mais querida do cinema? Já assistiu ao filme? Deixe sua avaliação e seus comentários!

    Nota do público
    Obrigado pelo seu voto



    Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

    Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.

    Artigos relacionados

    Séries e filmes coreanos para assistir na Netflix nos próximos meses

    A Netflix terá lançamentos para todos os gostos nos próximos meses: a maior e melhor variedade de conteúdo coreano disponível!

    Capitão América: Admirável Mundo Novo | Confira o primeiro trailer

    A Marvel Studios compartilhou o teaser trailer de Capitão América: Admirável Mundo Novo, apresentando Anthony Mackie como o Capitão América!

    Filmes subestimados que valem a pena assistir

    Infelizmente, alguns filmes acabam não recebendo a atenção e o reconhecimento que merecem e esses filmes acabam sendo subestimados.

    TBT #287 | ‘Rio, 40 Graus’ é mergulho no que o Rio foi, e o Rio é

    Rio, 40 Graus é um precursor de um movimento cinematográfico e nos faz sentir imersos em narrativas reais, e um país mais real ainda.