Início FILMES Crítica CRÍTICA – Esticando a Festa (2021, Stephen Herek)

CRÍTICA – Esticando a Festa (2021, Stephen Herek)

Esticando a Festa é um filme da Netflix com direção de Stephen Herek (Meu Adorável Professor) e roteiro de Carrie Freedle. No elenco estão Victoria Justice (Brilhante Victoria), Midori Francis (Dash & Lily) e Adam Garcia

SINOPSE

Cassie (Victoria Justice) é uma jovem festeira que experimenta uma das maiores decepções de sua vida: morrer durante a semana de seu aniversário. Para sua surpresa, ela tem uma segunda chance de corrigir essa injustiça, voltando à Terra para corrigir seus erros.

ANÁLISE

Mais uma vez a fórmula Netflix produz um filme mediano para a lista de Top 10 da semana. Esticando a Festa fica na zona de conforto do serviço, não sendo nem tão engraçado e nem tão dramático. O que resta é uma história fraca, mas que certamente fará algum sucesso entre o público da gigante do streaming.

Isso porque, o longa tem alguns pontos interessantes. A trama de Cassie, que de uma hora para outra, acaba morrendo e precisa resolver suas pendências na Terra para ficar em paz, é no mínimo curiosa. Acompanhar como ela interage com as pessoas e principalmente como sua melhor amiga Lisa (Midori Francis) é divertido e rende bons momentos de amizade.

Victoria e Midori apresentam boas atuações, que juntas criam uma certa dinâmica gostosa de assistir. Além disso, Esticando a Festa tem um forte senso de amizade, quando Cassie e Lisa tratam de sua amizade e trazem a tona discussões sobre perdão, o filme ganha um tom mais pensativo e emocional. 

Dessa forma, é interessante notar como a produção busca um texto mais assertivo para uma coisas e um tanto desastroso para outra. O arco, no qual Cassie precisa resolver suas pendências para não ir para o Inferno até parece interessante no começo, mas logo se revela desanimador à medida que o filme não o explora devidamente. 

Ainda que Robyn Scott como o anjo Val seja uma boa mentora para Cassie, não é o suficiente para que o espectador compre as consequências das ações da protagonista. Além disso, os problemas de Cassie com os pais são até compreensíveis, mas Adam Garcia e Gloria Garcia em nada se parecem com pais realmente sofrendo pela morte de uma filha. 

No entanto, Esticando a Festa é um filme sobre autoconhecimento, amadurecimento e o impacto que nossas ações podem ter na vida das pessoas ao nosso redor, principalmente naqueles que amamos. Nesse sentido, se for para desopilar e receber uma mensagem positiva o filme é a escolha certa. Se não, pelo menos os looks de Victoria Justice são fantásticos. 

VEREDITO

Esticando a Festa é o novo filme da Netflix com Victoria Justice no papel principal. O filme traz todo o carisma da atriz e ainda acerta ao trazer temas como a amizade. Contudo, é um filme fraco, sem grande profundidade ou momentos memoráveis. 

Nossa nota

2,5 / 5,0

Assista ao trailer legendado:

Esticando a Festa já está disponível no catálogo da Netflix.

Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.

Artigo anteriorCRÍTICA – Sex Education (3ª temporada, 2021, Netflix)
Próximo artigoCRÍTICA – DP Dog Day (1ª temporada, 2021, Netflix)
Jornalista em formação e apaixonada pela sétima arte. Representatividade e movimentos sociais através do cinema é fundamental. Apreciadora de livros, animes e joguinhos de ps4 nas horas vagas. The final girl.