CRÍTICA – Justiça em Família (2021, Brian Mendoza)

    Justiça em Família é o mais novo lançamento da Netflix, que traz Jason Momoa no papel principal para matarmos a saudade dele nas telas da TV, prometendo um filme de ação e drama.

    O elenco conta também com a cantora Isabela Merced, Adria Arjona, Justin Bartha, Lex Scott, dentre outros.

    SINOPSE

    Ray Cooper (Jason Momoa) é um dedicado pai de família que procura justiça contra a companhia farmacêutica responsável por tirar do mercado um medicamento com potencial de salvar vidas pouco antes de sua esposa (Adria Arjona) morrer vítima de um câncer. Quando a busca pela verdade coloca sua filha Rachel (Isabela Merced) em perigo, a missão de Ray se torna uma caçada por vingança para proteger a única família que lhe resta.

    ANÁLISE

    O que os fãs do ator, como eu, esperamos, é sempre ótimas atuações com uma direção e roteiro que aproveitem todas as qualidades proeminentes de Momoa. No entanto, Brian Mendoza não explorou de forma que pudesse ter um rapport com o personagem nos momentos que o drama foi o ponto alto da cena.

    Busca por vingança e/ou justiça é obviamente um tema já visto em outras produções, por isso, Justiça em Família poderia ter sido melhor desenvolvido e seguido por um caminho mais original. O filme tem um terceiro ato inferior do primeiro e segundo, apesar de desamarrar as pontas soltas com um plot twist.

    Diferente das últimas atuações de Jason Momoa, o personagem se mostra sensível apesar de forte [com seus ombros largos e bíceps avantajados (desculpem, vou tentar me conter)], apresentando uma atuação que até então eu não conhecia.

    VEREDITO

    Eu sempre amo assistir Jason Momoa pois tenho uma admiração pelo seu trabalho, seu estilo de vida e seus princípios, porém pelo conjunto da obra acredito que os talentos poderiam ser mais explorados já que um tema tão sensível pedia mais intensidade em cena.

    E de verdade, eu queria muito ter visto uma atuação mais intensa da Isabela Merced mediante a estrutura do arco de sua personagem. Uma pena.

    Falando de entretenimento, Justiça em Família vale a pipoca com refri; então aproveita e chama o mozão para assistir junto!

    Nossa nota

    3,0 / 5,0

    Assista ao trailer:

    Justiça em Família chegou ontem ao catálogo da Netflix.

    Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

    Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.

    Artigos relacionados

    CRÍTICA: ‘O Mal que nos Habita’ um álbum de death metal em formato de filme de terror

    O Mal que nos Habita é o mais novo longa de horror argentino que tomou o mundo. Repleto de body horror e sequências de terror, você se surpreenderá.

    TBT #265 | ‘Kill Bill’ é um clássico atemporal de vingança

    Kill Bill Vol. 1 é estrelado por Uma Thurman no papel da Noiva, uma heroína em busca de vingança por tudo que foi tirado dela.

    CRÍTICA: ‘Segredos de um Escândalo’ instiga, mas falha ao entregar narrativa incômoda

    Segredos de um Escândalo é o mais novo suspense estrelado por Julianne Moore e Natalie Portman. O longa adapta uma história real.

    TBT #264 | ‘Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal’ diverte, mas falha em entregar legado

    Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal é um dos muitos longas legados lançados nos anos 2000. O longa acompanha o amado Indy.