Início FILMES Crítica CRÍTICA – O Grande Ivan (2021, Thea Sharrock)

CRÍTICA – O Grande Ivan (2021, Thea Sharrock)

CRÍTICA - O Grande Ivan (2021, Thea Sharrock)

O Grande Ivan é o novo longa da Disney que chegou ao Brasil ontem (22) através do serviço de streaming Disney+.

O filme é dirigido por Thea Sharrock (Como Eu Era Antes de Você) e o roteiro é escrito por Mike White. No elenco estão Bryan Cranston, Angelina Jolie, Sam Rockwell e Danny DeVito.

SINOPSE

Em O Grande Ivan, um gorila muito especial chamado Ivan sofre por não saber sobre o seu próprio passado. Com a ajuda de sua amiga Ruby, uma bebê elefante, eles vão atrás de pistas para desvendar os mistérios relacionados à vida passada de Ivan e planejam uma fuga do cativeiro em que vivem.

ANÁLISE

Após um estranhíssimo O Rei Leão (2019), o qual mostrou que uma história familiar não salva um filme com técnicas duvidosas, O Grande Ivan surge como um alívio. O uso de CGI é exato e com um elenco de dubladores extremamente cativantes passa verdadeiras emoções. Dessa forma, o longa poderia até ser interessante se não fosse seu fraco roteiro.

O filme dirigido por Thea Sharrock e produzido por Angelina Jolie é adaptado de um livro infantil escrito por K. A. Applegate. Ambos foram inspirados na história real do gorila Ivan, o animal foi capturado ainda bebê no Congo e mais tarde resgatado de caçadores ilegais. Ivan viveu seus primeiros três anos com uma família, mas acabou indo para um circo instalado em um shopping center, onde passou 27 anos.

Hoje em dia, deixar um gorila na vitrine de um shopping causaria horror a qualquer um. Mas, nos anos 60, capturar animais para exposição sem nenhum problema era comum. Em O Grande Ivan, acompanhamos a história do gorila de costas prateadas desde a grande estrela do circo até seus passos para de volta a natureza.

Tanto no filme, como na vida real, Ivan desenvolveu um gosto para pinturas. O gorila literalmente pintou seu desejo por liberdade, o que o tornou famoso e chamou a atenção do público. Contudo, o roteiro mal desenvolvido e apressado desqualifica o peso emocional da vida de Ivan.

Nesse sentido, o filme caminha bem em sua direção e atuações. Bryan Cranston no papel de Mac, o dono do circo carrega aquele estereótipo do pequeno empresário que não quer ver seu negócio falido (É você, Walter White?). Ainda nas atuações em carne e osso, Ariana Greenblatt como adorável Julia é expressiva e cativante.

Já no time de dubladores, há um elenco de estrelas. Para a voz calma e paciente de Ivan, Sam Rockwell foi a escolha certa. O grande gorila ainda tem o melhor amigo, o cachorro Bob dublado por Danny DeVito é o alívio cômico com piadas muito bem colocadas e sutis. A velha e sábia elefanta Stella é dublada por Angelina Jolie que ao carregar um certo tom de tristeza na voz contrasta com alegre bebe elefante Ruby, dublada pela jovem e talentosa Brooklynn Prince.

Até os animais figurantes como a galinha (Chaka Khan) que usa um apetrecho que a permite rebater bolas de beisebol; um coelho (Ron Funches) que anda num pequeno caminhão de bombeiro; uma arara tagarela (Phillipa Soo); uma foca (Mike White) que equilibra uma bola e a poodle Snickers (Helen Mirren) fazem um ótimo trabalho de atuação. 

Entretanto, O Grande Ivan prova que até para filmes de animais não basta somente ótimos atores se o roteiro desperdiça cada cena. Logo, o filme apresenta arcos muito desconexos um do outro e nunca se aprofunda de fato a um tema. Seja o fato de Ivan não ser mais a estrela do show com a chegada de Ruby ou o seu dom para pintar.

Portanto, ao não acertar o ritmo da narrativa, O Grande Ivan passa batido no que poderia ser uma forte mensagem de liberdade e empatia pelos animais. Mesmo com ótimos efeitos especiais que demonstram as emoções dos animais sem chegar ao limite da estranheza, o filme não se garante. Mas, aos olhos infantis, O Grande Ivan é um prato cheio de diversão e momentos tocantes. Afinal, quem não gosta de animais falantes?

VEREDITO

O Grande Ivan é um filme que se esforça para passar uma mensagem importante de amor aos animais, mas falha em seu roteiro mal desenvolvido. A falta de aprofundamento nos personagens só é esquecida pelas ótimas atuações de um forte elenco. 

Nossa nota

3,0 / 5,0 

Assista ao trailer dublado:

O Grande Ivan já está disponível no catálogo da Disney+.

Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.

Artigo anteriorCRÍTICA | WandaVision: S1E3 – Agora em Cores
Próximo artigoResident Evil Re:Verse – Game multiplayer é revelado durante evento
Jornalista em formação e apaixonada pela sétima arte. Representatividade e movimentos sociais através do cinema é fundamental. Apreciadora de livros, animes e joguinhos de ps4 nas horas vagas. The final girl.