Início FILMES Crítica CRÍTICA – Tem Alguém na Sua Casa (2021, Patrick Kack-Brice)

CRÍTICA – Tem Alguém na Sua Casa (2021, Patrick Kack-Brice)

Tem Alguém na Sua Casa é o mais novo filme de terror slasher da Netflix que conta com a direção de Patrick Kack-Brice.

SINOPSE

Um assassino em série começa a matar vários adolescentes com segredos obscuros em uma cidade dos Estados Unidos.

Agora todos devem temer por sua vida, pois lá no fundo nós temos algo que nos assombra e esse assassino sabe e vem para cobrar o preço.

ANÁLISE

Tem Alguém na Sua Casa é mais um filme de assassinos em série, todavia, traz elementos bem contemporâneos e, consequentemente, uma nova roupagem para o gênero, uma vez que agora a tecnologia é uma aliada para os antagonistas.

A ideia do longa é a seguinte: quanto vale um segredo obscuro? Essa premissa começa de forma bastante interessante no primeiro ato, pois apresenta o lado sombrio das vítimas. 

Entretanto, do segundo ato em diante, o roteiro mostra diversas falhas e não sustenta sua narrativa. Pior do que isso, o filme começa a entrar nos clichês mais básicos possíveis como, por exemplo, mostrar um matador implacável que não é tão mortal assim dependendo do grau de importância do personagem. 

Contudo, o maior problema está no terceiro ato, pois além de decepcionante a revelação do serial killer, algumas coisas param de fazer sentido, tornando Tem Alguém na Sua Casa uma obra genérica e que só se salva pela violência extrema apresentada ao longo do tempo.

VEREDITO

Com uma ideia inicial interessante, mas com escorregões gigantescos do segundo para o terceiro ato, Tem Alguém na Sua Casa é um filme que poderia ser épico, mas se torna esquecível.

Com boas atuações, mas uma direção confusa e sem propósito, o filme se perde nas aleatoriedades e previsibilidade, jogando todo seu potencial no lixo.

Todavia, sua violência macabra e boas cenas de terror salvam o que poderia ter sido um grande desastre.

Nossa nota

3,5/5,0

Confira o trailer de Tem Alguém na Sua Casa:

 

Acompanhe as lives do Feededigno na Twitch

Estamos na Twitch transmitindo gameplays semanais de jogos para os principais consoles e PC. Por lá, você confere conteúdos sobre lançamentos, jogos populares e games clássicos todas as semanas.

Curte os conteúdos e lives do Feededigno? Então considere ser um sub na nossa Twitch sem pagar nada por isso. Clique aqui e saiba como.

Artigo anteriorCRÍTICA – A Mansão (2021, Axelle Carolyn)
Próximo artigoCRÍTICA – Madres: Mães de Ninguém (2021, Ryan Zaragoza)
Relações-públicas, gremista, nerd, escorpiano e palestrinha. Parece futebolista, pois só vive descendo a lenha. DC é melhor que Marvel, todavia, amamos as duas.