Início FILMES Crítica CRÍTICA – Tudo Bem no Natal que Vem (2020, Roberto Santucci)

CRÍTICA – Tudo Bem no Natal que Vem (2020, Roberto Santucci)

CRÍTICA - Tudo Bem no Natal que Vem (2020, Roberto Santucci)

Tudo Bem no Natal que Vem é o mais novo longa brasileiro da Netflix e é estrelado por Leandro Hassum (O Candidato Honesto).

SINOPSE

Jorge (Leandro Hassum) é um homem amargurado com o Natal, pois seu aniversário é no mesmo dia do evento e ele sempre foi escanteado pela data.

O avô de sua esposa Laura (Elisa Pinheiro), lhe lança uma maldição e agora Jorge acorda sempre no dia 24 de dezembro, não conseguindo se lembrar do que aconteceu no ano inteiro.

ANÁLISE

Tudo Bem no Natal que Vem é o Click brasileiro. Explico: um protagonista que não liga muito para momentos especiais com sua família e que liga muito mais para os estresses do cotidiano. Leandro Hassum emula Adam Sandler em seu papel, pois até sua atuação é parecida com o estilo mais pitoresco e gritão em diversos momentos.

O longa tem um roteiro interessante, pois aborda o Natal como um momento de redenção. O fato de não olharmos para quem amamos ou para nós mesmos é algo muito perspicaz por parte do roteiro.

Algumas questões do texto não fecham, pois se o personagem tem a condição de não lembrar em um ano o que fez o torna o candidato perfeito para ser um canalha, algo explorado pelo filme. O roteiro força a barra em alguns momentos, uma vez que não se sustenta por tanto tempo sem o carisma dos personagens.

A obra nos mostra as consequências de viver no automático. Em alguns momentos, temos cenas emocionantes e de grande atuação dos atores. Os destaques vão para Hassum, Danielle Winits e Arianne Botelho que entrega o melhor momento de Tudo Bem no Natal que Vem com Leandro Hassum.

O fato de mostrar o Natal brasileiro como ele é também é uma das virtudes do filme, junto com a piada de quem nasce no dia 24 ou 25 de dezembro que tem que dividir a data com um dos maiores eventos da humanidade.

VEREDITO

Tudo Bem no Natal que Vem mostra o Natal mais brasileiro de todos os tempos, pois aproveita todas nossas tradições. Com um timing cômico bom e um pouco de exagero por parte dos personagens, o longa é irregular em alguns momentos, mas passa a mensagem necessária para um ano tão difícil como o de 2020.

Nossa nota

3,5 / 5,0

Confira o trailer Tudo Bem no Natal que Vem:

Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.