Noites Sombrias #63 | Titanic 666 (2022, Nick Lyon)

    Titanic 666 é um filme original da plataforma Tubi, um novo serviço de streaming voltado principalmente para o lado B do terror. A crítica do longa é a escolha do Noites Sombrias de número 63.

    SINOPSE DE TITANIC 666

    Um grupo de passageiros se reúne para fazer um passeio turístico no Titanic III, uma atualização da embarcação que tragicamente teve um acidente em 1912 com dezenas de mortos. Uma misteriosa mulher acaba invadindo o barco e conjura os fantasmas dos que tiveram suas vidas perdidas, trazendo um rastro de mortes aos convidados.

    ANÁLISE

    Em 1997, James Cameron nos brindou com uma obra-prima do cinema que trouxe Leonardo DiCaprio e Kate Winslet para o estrelato, sendo um dos filmes mais premiados e memoráveis da história da sétima arte.

    Desde então, o longa se tornou um marco para quem viu e teve até uma tentativa de nova roupagem em 2010 com uma continuação pavorosa chamada Titanic II, sendo um negócio completamente diferente do que Cameron realizou, já sendo um grande escárnio.

    Entretanto, eis que chegamos em 2022 e temos em mãos a bizarrice Titanic 666 que, além de ser um completo desrespeito com toda a tragédia, ainda naufraga como sátira e crítica social, uma vez que falha miseravelmente em tudo que tenta fazer. A proposta é mostrar como as pessoas tentam lucrar com tragédias com uma mensagem entregue quase como a frase de fechamento dos episódios do He-Man, mas, todavia, a única coisa que Titanic 666 faz é justamente o que luta contra: usar o fato ocorrido nos anos 10 para ganhar dinheiro com um filme caça níquel de baixíssimo orçamento.

    Titanic 666 é como se fosse mais uma sequência que não deveria existir do longa de 1997, com péssimos atores, um diretor que desconhece a profissão e um roteiro que não tem pé nem cabeça, se dirigindo para um iceberg de nonsense e cenas risíveis de tão patéticas que parecem oriundas de uma paródia pornô.

    Os efeitos digitais parecem ter sido gerados em celulares com filtros de Instagram de tão toscas. Nem o recurso do jump scare consegue se safar da proposta completamente mequetrefe da trama. Contudo, para quem ama porcarias trash como eu, é um prato cheio para se dar boas risadas e ainda ficam muito constrangido com tudo que está acontecendo.

    VEREDITO

    Tentando ser uma crítica social, Titanic 666 é um trash raiz que é uma bagunça do início ao fim. Com péssimo elenco, escolhas duvidosas e uma direção desastrosa, o longa entra para a lista de constrangimentos obrigatórios para quem busca uma porcaria nonsense de baixo orçamento para dar boas risadas.

    Nossa nota

    0,0/5,0

    Acompanhe as lives do Feededigno na Twitch

    Estamos na Twitch transmitindo gameplays semanais de jogos para os principais consoles e PC. Por lá, você confere conteúdos sobre lançamentos, jogos populares e games clássicos todas as semanas.

    Curte os conteúdos e lives do Feededigno? Então considere ser um sub na nossa Twitch sem pagar nada por isso. Clique aqui e saiba como.

    Artigos relacionados

    TBT #183 | Platoon (1986, Oliver Stone)

    Platoon, de Oliber Stone sem dúvida está na lista dos fãs de filmes de guerra. Veja nossa clássica indicação de TBT!

    CRÍTICA – Amor & Gelato (2022, Brandon Camp)

    Amor & Gelato é a nova aposta de filme de romance da Netflix. Baseado no livro homônimo de Jenna Evans, o longa é dirigido por Brandon Camp.

    Thor: Amor e Trovão | Conheça o elenco do filme

    Agora falta pouco para Thor: Amor e Trovão chegar aos cinemas! Confira neste artigo quem são os personagens e atores envolvidos na produção.

    CRÍTICA – O Apocalipse do Amor (2022, Hilal Saral)

    O Apocalipse do Amor é um filme turco dirigido pela diretora Hilal Saral. Veja o que achamos da produção de estreia da diretora turca.