TBT #171 | Cidade Baixa (2005, Sérgio Machado)

    Cidade Baixa é um filme com roteiro de Karim Aïnouz e Sérgio Machado, que também dirige. Esse aclamado clássico do cinema brasileiro ganhou Festival do Rio de 2005 e foi premiado na categoria Juventude do Festival de Cannes.

    O longa encontra-se disponível nos catálogos dos serviços de streaming Netflix e Globoplay.

    SINOSPE

    Este drama ambientado no Brasil acompanha dois amigos de infância, Deco (Lázaro Ramos) e Naldinho (Wagner Moura), envolvidos em um triangulo amoroso com a garota de programa Karinna (Alice Braga).

    ANÁLISE

    Em Cidade Baixa temos um enredo envolvendo um triangulo amoroso que vai abalar de forma violenta a amizade de Deco e Naldinho. Eles ganham a vida realizando frete em um barco a vapor, mas tudo muda ao se envolverem com a garota de programa Karinna.

    Com isso, o longa segue o desenvolvimento desse triangulo amoroso de forma bastante intensa; pois apesar desse romance ser intenso por si só, temos diversos momentos dramáticos e icônicos no longa-metragem.

    Mesmo que o uso do triangulo amoroso como trama seja algo clichê na sétima arte, aqui temos um diferencial, pois o longa além de desenvolver esse clima de tenção entre os dois amigos, mostra de forma bastante natural o cotidiano e a essência do povo baiano de forma alegre. Além de apresentar as pessoas que trabalham no comércio de rua e ambulantes que ali vivem.

    Dito isso, o destaque do filme vai para a atuação visceral de Lázaro Ramos, Wagner Moura e Alice Braga; o trio de protagonistas realmente passa a energia de estarem na pele do povo que vive nessa região do Brasil. Em destaque claro para Lázaro Ramos e Wagner Moura que são naturais da Bahia e sabem muito bem como é o cotidiano e dialeto do baiano.

    Com relação ao roteiro temos um enredo sem enrolação que vai direto ao ponto sem nenhum pudor em suas cenas de sexo, além de transmitir a crueza do portuário e a marginalidade de quem vive em Cidade Baixa.

    VEREDITO

    O longa de Sérgio Machado é uma pepita de ouro do cinema brasileiro que vale muito a pena ser redescoberto por todos que estão dispostos a assistirem uma história de amor com pitadas de um conto de Nelson Rodrigues.

    Nossa nota

    4,0 / 5,0

    Assista ao trailer:

    Inscreva-se no YouTube do Feededigno

    Assista às nossas análises de filmes, séries, games e livros em nosso canal no YouTubeClique aqui e inscreva-se para acompanhar todas as semanas nossos conteúdos também por lá!

    Artigos relacionados

    CRÍTICA – Thor: Amor & Trovão (2022, Taika Waititi)

    Thor: Amor e Trovão é o mais novo filme do deus do trovão. Ao lado de Jane Foster, a Poderosa Thor, ele precisará derrotar um novo vilão.

    CRÍTICA – A Fera do Mar (2022, Chris Williams)

    A Fera do Mar é um longa animado da Netflix e conta com a direção de Chris Williams, além de Karl Urban (The Boys) no elenco de voz.

    CRÍTICA – Beauty (2022, Andrew Dosunmu)

    Beauty é um filme original da Netflix que mostra a história de uma cantora negra que tenta construir uma carreira de sucesso.

    TBT #183 | Platoon (1986, Oliver Stone)

    Platoon, de Oliver Stone sem dúvida está na lista dos fãs de filmes de guerra. Veja nossa clássica indicação de TBT!