Início FILMES Crítica TBT #89 | Todo Mundo Quase Morto (2004, Edgar Wright)

TBT #89 | Todo Mundo Quase Morto (2004, Edgar Wright)

17
0

Todo Mundo Quase Morto é uma comédia/terror do subgênero de mortos-vivos estrelada por Simon Pegg (The Boys) e Nick Frost (Chumbo Grosso).

SINOPSE

Shaun (Simon Pegg) é um homem comum que está tendo uma crise em relacionamento por conta de Ed (Nick Frost), pois seu amigo folgado o atrapalha.

Ao mesmo tempo que isso acontece, um vírus acomete Londres, deixando uma horda de zumbis pelo caminho, tornando as coisas ainda mais complicadas.

ANÁLISE

Edgar Wright (Scott Pilgrim Contra o Mundo) é um diretor com sacadas rápidas e técnicas muito precisas, pois alia o timing cômico à sua técnica.

Em Todo Mundo Quase Morto nós temos a união de um roteiro sagaz e uma direção extremamente competente, visto que há diversas pistas do que está acontecendo ao longo dos bons minutos de filme. Os cortes rápidos, diálogos corriqueiros e um bom pano de fundo nos fazem ter diversos momentos icônicos.

Ao mostrar que as pessoas ao redor de Shaun agem de forma meio morta nos dão um panorama do nosso dia a dia.

A premissa inteligente que apresenta o protagonista como um homem completamente alheio ao mundo é uma das coisas mais incríveis do longa, gerando cenas hilárias como a da compra do Cornetto, por exemplo.

O personagem perambula com todos os seus conhecidos em forma de zumbis, entretanto, ele não nota nada, achando que tudo está em seu lugar, algo que fazemos com frequência em nossa rotina.

Vivemos muitas vezes no automático, muitas vezes apenas existindo e Wright nos mostra isso com maestria e de forma muito inteligente.

Uma das cenas mais memoráveis ocorre no bar com um zumbi velho. Temos os nossos heróis com tacos de sinuca batendo no zumbi ao som de Don’t Stop Me Now e cada pancada está de acordo com o ritmo da música, sacada genial que exemplifica o método de Edgar Wright.

VEREDITO

Todo Mundo Quase Morto é uma obra-prima no gênero “terrormédia”, uma vez que consegue entregar um filme divertido e com texto rápido.

Com atuações interessantes e um diretor que sabe conduzir muito bem a trama, o longa é memorável para quem gosta de um bom entretenimento.

Nossa nota

Confira o trailer dublado do longa:

E vocês, gosta de Todo Mundo Quase Morto? Comente e deixe sua nota!

Nota do público
Obrigado pelo seu voto

Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.