CRÍTICA: ‘Snufkin: Melodia no Vale dos Moomins’ nos lança por cozy game em um belo mundo

    Desde a última Nintendo Direct Partner Showcase alguns games se destacaram para esse que vos escreve e rapidamente entraram no meu radar de games que eu precisava jogar! Um deles, foi ‘Snufkin: Melodia no Vale dos Moomins,’ que tivemos a oportunidade de jogar. Ambientado no mundo criado pela finlandesa Tove Jansson, o mundo dos Moomins, acompanhamos a história de Snufkin. Um jovem cujas habilidades e sensibilidade o fizeram se tornar amigo das simpáticas criaturinhas, os Moomins.

    Snufkin nos lança por um mundo desconhecido por muitos, mas cujas minúcias são delicadas e permitem entender que suas belezas e histórias estão diretamente ligadas à sua fragilidade e equilíbrio. Após partir do vale de seus amigos se antecipando ao inverno, Snufkin nos deixa o lugar na esperança de voltar quando a temporada fria e a época de hibernação acabar.

    Ao retornar, Snufkin percebe que o vale anteriormente verde, repleto de flores e vida, agora é tomado por uma cor cinza, horrendas estátuas e placas agora ditam o comportamento dos habitantes. Com guardas fazendo a proteção dos jardins cercados, precisamos despistá-los a fim de ultrapassar as dificuldades e libertar o vale dos perigos que os soldados do Guarda Florestal oferecem à Snufkin e aos Moomins.

    SINOPSE

    Snufkin: Melody of Moominvalley é uma aventura musical com uma narrativa rica sobre como o Snufkin busca recuperar o vale e ajudar os personagens que moram nele. Quando diversos parques horrendos aparecem na região, estragando a natureza harmoniosa da paisagem, você vai ajudar o Snufkin a distrair policiais, tirar cartazes arbitrários e derrubar estátuas que atrapalham a paisagem, tudo para restaurar o ambiente natural e o lar dos moradores, além de deter os planos de um Guarda-florestal muito intransigente…

    ANÁLISE

    Snufkin

    Com um visual único e artes que parecem ter sido feitas à mão, Snufkin: Melodia do Vale dos Moomins nos leva por uma aventura cuidadosa, cujos perigos não são tão perigosos assim e podem ser solucionados com as habilidades musicais de Snufkin.

    Seja tocando uma flauta, uma gaita ou um tambor, precisamos salvar o vale do controle do Guarda Florestal e encontrar nosso melhor amigo, o Moomintroll que está desaparecido.

    Seja levando abelhas de volta para suas colméias, derrubando cenouras raivosas, escalando encostas de montanhas ou acalmando criaturas raivosas, Snufkin precisa encontrar uma forma de avançar, mesmo quando tudo parece perdido.

    Com puzzles de solução simples, Snufkin pode pegar pedras, saltar por sobre tartarugas, encantar cobras e muitos outros animais, só para avançar em sua jornada. E mesmo quando tudo parece tentar impedi-lo de progredir, nosso avanço pode ser limitado meramente por nossa vontade de explorar.

    Com animações lindamente cuidadosas, personagens cativas e curiosos, o game nos faz ver a razão dos Moomins cativarem todos os públicos desde os anos 40.

    Snufkin

    Ao longo de sequências, retirar placas, derrubar estátuas e enganar os guardas que ‘protegem’ os parques acabam por ser uma das partes mais divertidas. Com uma progressão interessante, vemos como isso proporciona divertidas e curiosas interações não apenas com os moomins, mas todos que nos rodeiam nessa aventura.

    Com uma mensagem divertida sobre a importância da preservação da natureza e uma brilhante história, vemos como esta pode ser uma das mais importantes histórias que precisam ser contadas hoje. O que vemos aqui, é divertido, curioso e merece ser jogado. Sem grandes perigos ou sequências de ação que tornam nossa progressão quase impossíveis, esta se faz possível em grande parte por apenas nosso desejo de explorar.

    VEREDITO

    Snufkin

    O vale dos Moomins é um lugar mágico, repleto de belezas únicas e dinâmicas que tornam o game uma das mais belas aventuras narrativas até aqui. Desenvolvido pela Hyper Games e publicado pela Raw Fury, o game nos diverte por como nos lança por este mundo incomum, mas repleto de referêencias ao nosso mundo.

    Como um lindo mundo cujos perigos nascem por alguns personagens se eximirem de agir ante a mudança que chega para destruir e oprimir, Snufkin vem como uma força completamente oposta. Este, vem como quem luta para impedir que perigos surjam e destruam o mundo pacífico.

    Snufkin: Melodia do Vale dos Moomins é uma bela obra, repleta de poesia e diversão. Como um espetáculo que presta homenagem à obra de Tove Jansson, o game é perfeito para o Nintendo Switch.

    Nossa nota

    5,0 / 5,0

    O game foi lançado no dia 8 de Março para Nintendo Switch e PC (via Steam). O game chegará no futuro para o PlayStation 4, PlayStation 5 e Xbox Series X/S.

    Confira o trailer:

    Acompanhe as lives do Feededigno na Twitch

    Estamos na Twitch transmitindo gameplays semanais de jogos para os principais consoles e PC. Por lá, você confere conteúdos sobre lançamentos, jogos populares e games clássicos todas as semanas.

    Curte os conteúdos e lives do Feededigno? Então considere ser um sub na nossa Twitch sem pagar nada por isso. Clique aqui e saiba como.

    Artigos relacionados

    EU CURTO JOGO VÉIO #8 | ‘The Darkness’ era uma escapada da rotina dos FPS

    The Darkness é um jogo FPS desenvolvido pela Starbreeze e publicado pela 2K, lançado em 2007 para PlayStation 3 e Xbox 360.

    Indie World: Confira todos os anúncios da conferência da Nintendo

    A Indie World chegou rapidinho e trouxe incríveis anúncios. O evento anunciou indies que chegarão ao Switch durante todo o ano.

    CRÍTICA: ‘Harold Halibut’ é aventura sci-fi stop-motion com narrativa profunda e envolvente

    Harold Halibut é uma aventura única. Em uma viagem ao desconhecido, somos lançados na história de Harold à bordo da Fedora, uma nave submersa.

    5 novos jogos de Nintendo Switch para toda a família explorar

    O Nintendo Switch dá as boas-vindas à primavera com seleção incrível de jogos casuais no portátil da Big N. Confira a lista!