CRÍTICA – The Church in the Darkness (2019, Fellow Traveller)

    The Church in the Darkness é um jogo indie, desenvolvido pela Fellow Traveller, que seria lançado originalmente em 2016, sofreu por alguns atrasos no desenvolvimento, sendo enfim lançado em 2 de agosto de 2019.

    Com uma premissa simples, mas uma história bem difícil de ser contada, o game que parece ter bebido da fonte que foi a tragédia em Jonestown, causada por um líder de um culto religioso carismático e por vezes violento.

    No jogo, somos incumbidos da missão de salvar nosso sobrinho, que partiu dos Estados Unidos quando a seita que fazia parte é expulsa do país por pessoas contrárias a ideologia e atitudes do grupo que criou para si uma comunidade, e se mudam para a América do Sul, com seu grupo baseado no carisma de seus líderes e o medo que eles inspiravam em seus seguidores.

    Com uma jogabilidade top-down, The Church in the Darkness nos oferece uma gama limitada de possibilidades, mesmo com seus diversos finais.



    Com runs bem definidas que podem demorar de 35 à 50 minutos, e escolhas não tão bem definidas assim, o game te dá um número limitado de escolhas para a história, e mostra que se houvessem mais finais, o game teria atrasado ainda mais seu lançamento. O jogo pode se mostrar uma surpresa para os desavisados. Mas também maçante, se você espera uma gameplay imersiva.

    Ambientado nas florestas da América do Sul, o jogo nos apresenta a possibilidade de jogar com personagens do sexo masculino e feminino, das mais diversas etnias. A forma de agir e de pensar do culto varia de acordo com a personalidade escolhida de forma randômica de seus líderes.

    The Church in the Darkness tem seus belos mapas bem definidos, não sendo gerados de forma procedural. E as campanhas uma vez terminadas, não mudam a sua forma de jogar as próximas vezes – dando apenas a possibilidade de usar itens conseguidos nas runs anteriores.

    Se histórias de culto te cativam, ou até mesmo uma história de sobrevivência e família, você precisa jogar The Church in the Darkness, se não, volte quando games top-down forem a sua praia.

    Nossa nota


    Confira o trailer do game:

    Você teve chance de jogar o game? Conta pra gente o que achou!

    Nota do público
    Obrigado pelo seu voto

    The Church in the Darkness foi lançado em 2 de Agosto de 2019 e está disponível para PlayStation 4, Xbox One, Microsoft Windows, Nintendo Switch, Mac OS Classic, macOS.

    Artigos relacionados

    Dicas e cuidados a ter em apostas online

    Apostar online pode ser uma forma divertida e emocionante de testar sua sorte e habilidades. No entanto, é importante ter alguns cuidados.

    EU CURTO JOGO VÉIO #12 | ‘Street Fighter’ de 1987 é uma diversão que merece ser lembrada

    Street Fighter é uma das franquias de luta mais rentável. E mesmo sendo sucesso até hoje, sua origem modesta o fez brilhar.

    EU CURTO JOGO VÉIO #11 | ‘The Legend of Zelda: Ocarina of Time’ é brilhante clássico atemporal

    The Legend of Zelda: Ocarina of Time é um game de aventura atemporal que merece ser revisitado, independente de quanto tempo passe.

    CRÍTICA: ‘Endless Ocean Luminous’ é um lindo, porém frustrante game de exploração marítima

    Endless Ocean Luminous é o game Nintendo em parceria com a Arika. O game nos coloca no controle de um mergulhador não tão experiente.