CRÍTICA – Triangle Strategy (2022, SQUARE ENIX)

    Triangle Strategy é a nova franquia de RPG estratégico criada pela SQUARE ENIX. O game foi desenvolvido em parceria com a Artdink e lançado em 04 de março de 2022, exclusivamente para Nintendo Switch.

    Uma versão demo do jogo está disponível gratuitamente na Nintendo eShop. Confira a seguir nosso review de Triangle Strategy sem spoilers.

    SINOPSE

    Comande um grupo de guerreiros como Serenoa, herdeiro da House Wolffort, em uma trama complicada onde suas decisões influenciarão a história. Os visuais impressionantes em HD-2D combinam ambientes em 3D e efeitos modernos com a arte pixel dos personagens e dos detalhes.

    Cada decisão que você tomar reforçará uma das três convicções: benefício, moralidade e liberdade. Estas três juntas compõem a visão de mundo e a influência de Serenoa que se unirá a você e emprestará seus talentos ao seu exército. Você pode jogar este título várias vezes para ver como outras escolhas afetam a aventura.

    Manobre personagens em mapas de vários níveis para obter vantagem. Use o terreno a seu favor, flanqueando os inimigos. Vincule ataques elementares para causar danos massivos. Aumente o nível de seus recrutas para garantir novas habilidades e atualizações.

    ANÁLISE DE TRIANGLE STRATEGY

    Triangle Strategy é um jogo de RPG estratégico baseado em turnos cujas decisões tomadas por você ditam os rumos de toda a trama. A história se passa 30 anos após a Saltiron War, uma guerra que envolveu três nações do continente de Norzelia: Aesfrost, Hyzante e Glenbrook – essa última é a terra natal do personagem principal, Serenoa.

    Cada uma delas possui recursos vitais para a vida e a prosperidade de seus povos. Esse foi o motivo da guerra ocorrida no passado, que somente foi resolvida após acordo comum entre elas, dando origem a um consórcio. Agora, a trama se desenvolve a partir de negociações para que os laços entre as nações se torne cada vez mais sólido.

    À primeira vista, Triangle Strategy me parecia um jogo que equilibrava bem história e ação com suas batalhas por turno. No entanto, a verdade é que o principal ponto trabalhado pelos desenvolvedores no jogo foi a trama. A narrativa é política, repleta de negociações, problemas familiares, traições e reviravoltas.

    Triangle Strategy é um RPG estratégico criado pela SQUARE ENIX e Artdink com uma narrativa política. O jogo é exclusivo para Nintendo Switch
    Créditos: Divulgação / Nintendo / SQUARE ENIX

    Parece o que estamos acostumado a ver no dia a dia, não é verdade? Ao menos aqui tudo é ambientado num passado clássico, com gráficos 2D-HD diferenciados, e com um excelente trabalho artístico para ilustrar os personagens. Vale até assistir a esse vídeo do designer Naoki Ikushima ilustrando Serenoa e Frederica para conhecer melhor o estilo.

    Como o foco é a história e há uma grande dedicação a aspectos gráficos, Triangle Strategy se assemelha a ler um livro de ficção. Digo isso porque a parte estratégica demora a engrenar.

    Se você deseja ler as legendas ou ouvir as dublagens (bem feitas, por sinal) para entender o que se passa, nas primeiras três horas de jogo você terá batalhado duas vezes apenas. Isso sem falar que nessa jornada você terá a oportunidade de assistir a cutscenes de histórias paralelas (tipo side quests), que desaparecem a cada novo capítulo mesmo que você escolha não acessá-las.

    Sim, o progresso em Triangle Strategy acontece por capítulos, mais um motivo para a comparação com ler um livro. No meu ponto de vista, a história demora a engrenar, começando a ficar interessante a partir da segunda parte do capítulo três. Parte da demora para pegar no tranco se deve ao fato de ter pouca ação nesse meio tempo, focando muito mais em negociações, apresentação de personagens e algum falatório extra para tentar dar uma quebrada no ritmo político.

    A primeira batalha acontece relativamente cedo e já é extensa, algo característico dos demais confrontos ao longo da história. No entanto, com a contextualização de Serenoa, seus familiares, a House Wolffort, a chegada de Frederica para Glenbrook, os demais personagens da equipe da primeira batalha, os tutoriais da partida… são muitas informações contadas principalmente a partir de cutscenes e sem uma quebra no ritmo. Isso torna o início de Triangle Strategy maçante.

    Os enfrentamentos exigem, de fato, muita estratégia. As diferentes classes de personagens que podem ser agregadas à equipe ao longo do jogo beneficiam muito a dinâmica das partidas. Esse RPG por turnos oferece uma experiência tão desafiadora e longa quanto jogar xadrez. Tudo fica melhor com a possibilidade de escolher quatro níveis de dificuldade: muito fácil, fácil, normal e difícil.

    Triangle Strategy é um RPG estratégico criado pela SQUARE ENIX e Artdink com uma narrativa política. O jogo é exclusivo para Nintendo Switch
    Créditos: Divulgação / Nintendo / SQUARE ENIX

    Outro ponto positivo dos duelos são os terrenos irregulares com diversos níveis e a disposição dos exércitos, oferecendo uma mobilidade bem satisfatória. Tudo isso combinado com as especialidades dos personagens (ataques corpo-a-corpo, longa distância, habilidades de suporte e cura, etc.) fazem com que o primeiro jogo dessa nova franquia já apresente méritos importantes.

    LEIA TAMBÉM: Descubra mais jogos que merecem ser jogados!

    Além das mecânicas de RPG estratégico, Triangle Strategy também conta com momentos de exploração em pequenas regiões onde o capítulo se passa. Nessas situações, você pode encontrar itens pelo mapa, que aparecem como pontos que eventualmente brilham, além de conversar com NPCs para conhecer melhor a história de determinado personagem ou nação. Algumas dessas conversas são fundamentais para fortalecer suas convicções e definir os rumos da sua aventura.

    Por conta das longas cutscenes e das batalhas compreensivelmente demoradas, Triangle Strategy não é um jogo adequado para você jogar num intervalo curto.

    VEREDITO

    Triangle Strategy se destaca por sua história que se desenvolve a partir das escolhas que você faz. Apesar de ser um RPG estratégico baseado em turnos, a narrativa é o foco principal do novo jogo da SQUARE ENIX e Artdink, de modo que pode frustrar jogadores que esperam que a ação de batalhas épicas e estratégicas ocorra frequentemente.

    Se você está acostumado com jogos do gênero, certamente vale conhecer Triangle Strategy. Mas se você gostou do que leu nesse review e se agradou pelo estilo gráfico do jogo, mas nunca teve contato com RPGs de estratégia e não gosta muito de acompanhar a narrativa dos games, talvez seja melhor conhecer o gênero por outros jogos e, se curtir, então dar uma chance no futuro para essa nova franquia.

    Nossa nota

    3,8 / 5,0

    Assista ao trailer de Triangle Strategy:

    Acompanhe as lives do Feededigno na Twitch

    Estamos na Twitch transmitindo gameplays semanais de jogos para os principais consoles e PC. Por lá, você confere conteúdos sobre lançamentos, jogos populares e games clássicos todas as semanas.

    Curte os conteúdos e lives do Feededigno? Então considere ser um sub na nossa Twitch sem pagar nada por isso. Clique aqui e saiba como.

    Artigos relacionados

    CRÍTICA – Fire Emblem Warriors: Three Hopes (2022, Nintendo)

    Fire Emblem Warriors: Three Hopes é um jogo de JRPG e hack'n'slash lançado em 24 de junho de 2022 para Nintendo Switch. Leia nosso review.

    CRÍTICA – Sonic Origins (2022, Sega)

    Sonic Origins é a mais nova coletânea da Sega. A coletânea conta com os jogos clássicos da franquia com novos modos de jogo.

    Sonic Origins: Conheça os Cheats do game

    Sonic Origins foi lançado, além de games conhecidos dos fãs, trazemos cheats para que você os jogue da forma que quiser.

    Noites Sombrias #72 | 10 games mobile assustadores

    A todo momento games mobile são lançados; e entre as muitas opções separamos uma lista com 10 títulos para fazer gelar seu sangue!