CRÍTICA – Wizard With a Gun (2023, Devolver Digital)

    O estilo roguelike é sempre uma garantia de umas boas horas de diversão ou quebrando a cabeça para saber qual será exatamente o seu próximo passo na jornada e, para reforçar ainda mais o gênero, chegou para os consoles o jogo indie Wizard With a Gun

    Wizard With a Gun é desenvolvido pela Galvanic Games responsável pelos títulos Some Distant Memory ( 2019) e Gurgamoth (2022) e publicado pela Devolver Digital famosa por publicar os jogos Cult of The Lamb, Trek to Yomi e Death Door. 

    O título é um jogo de aventura, sobrevivência, roguelike e esta sendo lançado para a nova geração Playstation 5, Nintendo Switch, Xbox Series X/S e PC via Steam antecipadamente em 16 de outubro e o lançamento para consoles no dia 17 de outubro.

    SINOPSE

    Wizard with a Gun é um jogo de sobrevivência on-line sandbox para até 2 jogadores, ambientado em um mundo mágico de perigos e mistérios arcanos. Entre em uma jornada por conta ou com um amigo para coletar, construir e vestir o seu mago como preferir para explorar o desconhecido. 

    Wizard With a Gun

    Crie cuidadosamente armas, projéteis e decorações para a sua torre e tente não destruir tudo conforme a sua magia foge do seu controle. Colete recursos pelo mundo e fabrique munições encantadas únicas para o seu arsenal. Combine os elementos para criar os efeitos desejados (ou não) que afetam o disparo, raio de explosão, rastro do projétil e até o estado do seu alvo.

    Tenha um guarda-roupa fantástico para o seu personagem, que englobe de robes a chapéus, armaduras e acessórios. Tudo muito belo e funcional para impressionar a todos. Explore e descubra novas áreas do mundo repletas de desertos, pântanos, tundras e campinas. Tudo isso flutuando vagamente pelo espaço e tempo após a fratura do mundo. Lance poderes cósmicos da segurança da sua torre para reiniciar o mundo e, assim, encontrar um novo layout de um cenário já conhecido.

    Sobreviva sozinho ou com um amigo feiticeiro em partidas cooperativas on-line para combinar recursos, magia e criatividade na sua construção de torres. Ou aproveite para assistir, juntos, tudo pegar fogo. Experimente novas combinações de magias e descubra na prática como elas afetam os inimigos e o mundo ao seu redor. Combinações criativas podem dar vida a descobertas que vão aniquilar seus inimigos. Por outro lado, misturas sem limites podem ser uma receita para o desastre.

    ANÁLISE

    Wizard With a Gun

    Wizard With a gun é um tipo de jogo que mesmo sendo no estilo roguelike que é desafiador, mas também pode ser mais cansativo, é divertido e consegue conduzir o jogador de forma clara e dinâmica para iniciar a sua jornada por este mundo. 

    A customização de personagem é o primeiro detalhe mais evidente a ser elogiado sendo os seus aspectos visuais agradáveis e com uma excelente variedade para criar o seu mago da forma que desejar. Graficamente o trabalho realizado da Galvanic é digno de elogios, não tendo problemas com a taxa de quadros ou problema de frames e um com uma identidade visual cartunesca que é muito agradável. 

    A movimentação é o aspecto mais caótico, sendo necessário um tempo de adaptação para harmonizar-se entre os comandos para caminhar e os necessário para direcionar o mago para pontos de interesse ou realizar ações de ataque ou análise. As mecânicas de coleta e criação de recursos é um ponto interessante do jogo, sendo possível destruir diversos elementos do cenário para adquirir os materiais necessário para criação de equipamentos, armas e ferramentas de utilização do jogo. 

    Além da gestão de recursos a importância de catalogar o que está a sua volta é interessante e tendo uma funcionalidade importante para a jornada do seu mago, além da sala fora do tempo que permite organizar-se para a próxima exploração preparando máquinas que não desaparecem quando você sai do cenário. 

    A história é interessante e tem alguns personagens que chamam a atenção e a construção narrativa conectada ao estilo roguelike é evidente, pois a cada encontro com os personagens eles não lembram-se de terem realizado este encontro. O estilo de jogo em roguelike é a cereja do bolo que é a experiência de jogar Wizard With a Gun, pois a cada nova fase gerada na tarefa de reconstruir o tempo os biomas são bastante distintos entre si e com uma boa diversidade de inimigos. 

    VEREDITO

    Wizard With a Gun é um roguelike divertido com excelentes aspectos visuais, customização de personagem excelente além de uma história interessante garantindo um excelente tempo de entretenimento. 

    Nossa nota

    4,0 / 5,0

    Wizard With a Gun foi lançado no dia 17 de outubro.

    Confira o trailer do game:

    Acompanhe as lives do Feededigno na Twitch

    Estamos na Twitch transmitindo gameplays semanais de jogos para os principais consoles e PC. Por lá, você confere conteúdos sobre lançamentos, jogos populares e games clássicos todas as semanas.

    Curte os conteúdos e lives do Feededigno? Então considere ser um sub na nossa Twitch sem pagar nada por isso. Clique aqui e saiba como.

    Artigos relacionados

    EU CURTO JOGO VÉIO #15 | ‘PaRappa The Rapper’ é aconchegante de um jeito muito especial 

    Ao longo dessa jornada chamada existência tive o prazer de ter contato com games desde um bom tempo na infância, indo desde o Atari,...

    Summer Game Fest 2024: Confira todos os anúncios e trailers do evento

    Summer Game Fest 2024 contou com grandes anúncios. Durante o evento foram mostrados games que serão lançados nos próximos meses.

    CRÍTICA: ‘Sand Land’ é diversão envelopada em história consciente

    Sand Land é uma das obras menos conhecidas de Akira Toriyama. A história gira em torno de Belzebub e sua improvável equipe. Confira!

    EU CURTO JOGO VÉIO #14 | ‘Mad Max’ voou baixo e se mostrou mais do que o esperado em 2015

    Mad Max foi lançado em 2015 para os consoles da época. Em uma jornada curiosamente divertida, o game cativou fãs por todo o mundo.