Início GAMES Ratchet & Clank: Sony dará o game de graça em março e...

Ratchet & Clank: Sony dará o game de graça em março e mais!

Ratchet & Clank

A Sony está prestes a liberar mais um game da iniciativa Play at Home, oferecendo uma seleção de games e entretenimento de graça de março até junho. O primeiro, será Ratchet & Clank (2016) para todos os donos de PlayStation 4 e 5 em março, incluindo jogadores que não possuem a assinatura da PlayStation Plus.

A Sony diz que uma vez que você resgatar o jogo, ele será seu para sempre.

O Ratchet & Clank do PS4 é um reboot que está grátis a apenas 3 meses antes do lançamento de Ratchet & Clank: Rift Apart, que será lançado no dia 11 de junho. A desenvolvedora do game, a Insomniac Games, diz que a continuação exclusiva do PS5 é um ótimo game para jogar se você nunca jogou um game de Ratchet & Clank, mas contará com profundas conexões com os games anteriores.

Vale lembrar que no passado, a iniciativa Play at Home da PlayStation já disponibilizou o Uncharted: The Nathan Drake Collection e Journey. Os games estão disponíveis para baixar, caso você ainda não o tenha feito.

Sinopse do game:

A trama exibe o primeiro encontro de Ratchet com Clank, o robô que aterrissa acidentalmente em Veldin sendo resgatado pelo herói. Os dois personagens formam uma dupla, tornam-se Patrulheiros Galácticos e, juntos, partem em uma missão para salvar o universo das mãos do diabólico Chairman Drek.

A desenvolvedora diz que:

“Rift Aprt mostra o que é possível fazer com games criados para aproveitar o SSD de ultra-velocidade e o DualSense.”

Ratchet & Clank estará disponível de graça a partir do dia 1º de março. E a continuação, Rift Apart será lançado em 11 de junho de 2021.

Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.

Artigo anteriorThe Legitimate Wise Guy: Harvey Keitel, Emile Hirsch e Ruby Rose em novo filme de gângster
Próximo artigoCRÍTICA – Mais Que Especiais (2019, Olivier Nakache e Éric Toledano)
27 anos, apaixonado por cinema, quadrinhos e games!