Início ANIMES Noites Sombrias #2 | 6 animes de terror para maratonar 

Noites Sombrias #2 | 6 animes de terror para maratonar 

O Japão é conhecido por ter um gosto peculiar para o terror. Alguns dos maiores sucessos americanos de terror foram inspirados nos filmes clássicos japoneses, como Ringu (1998) que em Hollywood virou O Chamado (1998). Sendo assim, é de se esperar que o terror oriental também se propague nos animes.

Dessa forma, a variedade de animes de terror é gigantesca já que o gênero é bem famoso entre os otakus. Logo, tem pra todos os gostos, desde do gore até os sobrenaturais. Com tanta opção fica difícil escolher aqueles melhores para assistir, não é mesmo?

Por isso, criamos uma lista com seis animes de terror curtos para fazer aquela maratona do final de semana. Saca só:

BOOGIEPOP PHANTOM (2002)

Sabe aquele anime complexo que você precisa prestar atenção a todos os detalhes para não perder nada? Boogiepop Phantom é esse tipo de anime.

Sombrio e psicológico, este é um anime de doze episódios dirigido por Takashi Watanabe no estúdio Madhouse, sendo baseado na light novel de Kouhei Kadono.

Boogiepop Phantom, lançado em 2002 foi considerado um sucesso por seu roteiro e concepção.

O anime faz questão de apresentar o ponto de vista de cada personagem criando uma timeline desorganizada, que foi muito elogiada pela crítica. Na mesma medida, o anime também foi muito elogiado por sua paleta de cores desconfortantes.

A história se passa em uma cidade japonesa sem nome, após alguns jovens serem vítimas de um assassino em série. Logo, um feixe de luz aparece e faz com que algumas pessoas ganham poderes especiais. Ao mesmo tempo alguns estudantes do ensino médio começam a desaparecer misteriosamente, sendo estes desaparecimentos atribuídos a Boogiepop, uma criatura que pertence a uma lenda urbana local.

ELFEN LIED (2004)

Elfen Lied é o típico anime problemático que contém cenas de nudez explícita, violência física e psicológica. Para assisti-lo é preciso ter o estômago forte, no entanto, o anime também debate temas importantes, como, alienação social, preconceito e vingança.

O anime é uma adaptação do popular mangá escrito por Lynn Okamoto. Já na TV, foi produzido pelo Studio Guts com direção de Mamoru Kanbe. Elfen Lied contém apenas 13 episódios que, segundo o diretor, não foram suficientes para colocar todos os aspectos da história dos mangá. Logo, tanto o mangá como o anime tem finais diferentes.

Na história, Lucy é uma raça especial de humano conhecida como “Diclonius”, nascida com um par de curtos chifres. Ela é uma  vítima da experimentação científica desumana do governo. No entanto, Lucy acha uma oportunidade de escapar. Logo, ela é corrompida pelo confinamento e tortura, desencadeando uma torrente de derramamento de sangue enquanto escapa de seus captores.

MONONOKE (2007)

Nessa lista tem de tudo, inclusive spin-off melhor avaliado que o material original. É o caso de Mononoke, um spin-off derivado da série de antologia de terror Ayakashi: Samurai Horror Tales. Ambos possuem histórias diferentes com apenas um personagem recorrente.

Logo, esse anime de 12 episódios produzido pela Toei Animation, se passa no Japão feudal e envolve desde samurais, até fantasmas e terror psicológico. É um ótimo anime para conhecer um pouco mais da cultura e costumes orientais do passado. Além de combinar temas como mistérios envolvendo assassinatos, sobrenatural e ambientação histórica.

Na história, um homem conhecido como Vendedor de Remédios é um mestre mortal e misterioso do ocultismo que viaja pelo Japão feudal em busca de espíritos malévolos chamados “mononoke” para matar. Quando ele localiza um desses espíritos, ele não pode simplesmente matá-lo; ele deve primeiro aprender sua Forma, sua Verdade e sua Razão a fim de empunhar a poderosa Espada do Exorcismo e lutar contra ela. Sua jornada o leva a enfrentar terríveis inimigos.

BLOOD C (2011)

Se você é daqueles que gosta de H.P. Lovecraft e muito sangue, Bood C é o anime ideal. Isso porque, os monstros desse anime chamados de Elder Bairns são inspirados nos Grandes Antigos, figuras de Cthulhu Mythos. Mas, se isso não bastasse, o anime faz parte de uma franquia sendo seu antecessor Bood+ (2005-2006).

Blood C foi lançado em 2011 com 12 episódios sendo uma coprodução entre o estúdio Production IG e o grupo CLAMP. Posteriormente, o anime rendeu o filme Blood-C: The Last Dark, dois mangás, uma peça de teatro de 2015 e três live actions.

Na história, Saya Kisaragi é uma garota aparentemente normal de uma cidade do interior. Mas ao anoitecer, ela se transforma em uma espadachim habilidosa encarregada por seu pai para derrotar Elder Bairns, monstros que se alimentam de sangue humano. À medida que suas batalhas se tornam mais desesperadoras e mais pessoas são vítimas dos Elder Bairns, Saya começa a encontrar defeitos em sua realidade. Logo, ela precisará descobrir uma verdade perturbadora sobre si mesma, a cidade e seus amigos sobreviventes.

ANOTHER (2012)

Para aqueles que gostam de um mistério sobrenatural, Another é a resposta certa. O anime teve sua origem em uma light novel escrita por Yukito Ayatsuji em 2009. Já em 2012 foi adaptada para um mangá por Hiro Kiyohara e no mesmo ano virou um anime. Another foi produzido pelo estúdio P.A. Works com 12 episódios sendo um grande sucesso até hoje.

Na história, uma estudante popular da turma 3-3 da Yomiyama North Middle School, chamada Misaki, faleceu durante o ano letivo de 1973. Desde então, a cidade carrega uma atmosfera assustadora e até a classe 3-3 continua agindo como se a estudante estivesse viva. Contudo, quando a foto da graduação da sala foi tirada, eles viram na foto alguém que não deveria estar lá: Misaki.

Vinte e seis anos depois, Kouichi Sakakibara, de 15 anos, é transferido para a mesma turma e se sente atraído pela misteriosa estudante Mei Misaki, que usa um tapa-olho. Entretanto, o resto da classe e os professores parecem tratá-la como se ela não existisse. Logo, Kouichi e seus amigos começam uma investigação para descobrir o que há por trás da maldição da turma 3-3.

DEATH PAREDE (2013)

Um anime intrigante com uma abertura icônica. Death Parede pode muito bem enganar nos seus primeiros minutos, mas se trata de uma luta por sobrevivência.

O anime de 12 episódios é escrito e dirigido por Yuzuru Tachikawa e produzido pela Mandhouse, tendo surgido a partir do curta Death Billiards de 2013.

Bem avaliado entre os críticos, é considerado um dos melhores animes dos anos 2010. A narrativa literal e visual de Death Parede apela tanto para o sobrenatural como para o gore. Além disso, seus personagens misteriosos fazem o anime ser ainda mais cativante.

Na história, sempre que duas pessoas na Terra morrem ao mesmo tempo, elas são enviadas para um dos muitos misteriosos bares geridos por bartenders que servem como juízes. Lá, as pessoas devem participar de jogos de morte. Dessa forma, os resultados revelam segredos que traçaram qual será seu destino, ser enviado para reencarnar na Terra ou ser banido para o vazio.

A série segue Decim, o barman solitário do bar Quindecim, cujo papel no julgamento dessas almas muda quando conhece uma bela e misteriosa mulher de cabelo preto.

Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.