Início FILMES Artigo Star Wars: Todas as 30 habilidades dos Jedi e Sith no cânone

Star Wars: Todas as 30 habilidades dos Jedi e Sith no cânone

67
0
Star Wars

Ao longo das décadas, a franquia Star Wars apresentou diversos poderes relacionados a Força – lado da luz, sombrio e equilíbrio. Aqui está o guia de habilidades canônicas.

Esse é o guia para todos os poderes relacionados da Força em Star Wars – incluindo as habilidades associadas ao lado da luz, sombrio e mesmo daqueles que procuram o equilíbrio. Quando Obi-Wan Kenobi começou a treinar Luke Skywalker, ele deu a seu aprendiz uma simples definição da Força.

“A Força é o que dá ao Jedi seus poderes. É um campo de energia criado por todas as coisas vivas. Ela nos rodeia e nos permeia. E mantém a galáxia unida.”

É claro que ele super simplificou, e desde então, a franquia Star Wars foi construída em cima da mitologia da Força.

Apesar de haver alguns poderes em comum, os Jedi e Sith retiram seu poder da Força de formas bem diferentes. Um Jedi serve o lado claro da Força, usando seu poder de acordo com a vontade da Força, sempre para defesa e nunca para atacar. Em contraste, um Sith é jurado para o lado sombrio da Força, exercendo sua própria vontade sobre a Força.

Palpatine observou em Star Wars: Episódio III – A Vingança dos Sith que:

“O lado negro da Força é um caminho para muitas habilidades que podem ser consideradas não naturais.”

E ainda repetiu em Star Wars: A Ascensão Skywalker. Enquanto isso, os novos filmes da franquia Star Wars sugeriram um terceiro aspecto da Força, o equilíbrio, que presumivelmente incorpora toda uma gama de outras habilidades da Força. Rey parece ser uma agente de equilíbrio e não uma serva da luz, explicando seus poderes únicos em Star Wars: A Ascensão Skywalker.

Esse artigo explora todos os poderes da Força que foram oficialmente confirmado como parte do atual cânone de Star Wars. Os leitores familiarizados com o Universo Expandido podem perceber algumas omissões; os poderes discutidos abaixo foram reconhecidos desde que o cânone da franquia foi efetivamente relançado após a compra da Disney.



Consciência da Força

Star Wars

A habilidade mais básica da força é conhecida como “Consciência da Força”. Como um Jedi em potencial ou Sith se abre para a Força, eles se tornam extremamente sensitivos a ela.

O primeiro exemplo do cânone dos sensitivos da Força foram vistos em Star Wars, quando Obi-Wan Kenobi sentiu a destruição de Alderaan enquanto a Millenium Falcon estava voando pelo hiperespaço.

Note que Luke Skywalker, que havia apenas começado seu treinamento na época, e se aberto há pouquíssimo tempo para a Força, não sentiu.

Mais recentemente, em Star Wars: A Ascensão Skywalker, Finn podia sentir Rey, com quem ele tinha um forte vínculo. Ele ainda foi capaz de instintivamente sentir um alvo crítico durante a Batalha de Exegol; e tudo se resumiu a “um sentimento”.

Bloqueio de tiros de blasters

Um Jedi em treinamento ou um Sith começam seu treinamento aprendendo a como bloquear os tiros de blasters com um sabre de luz.

De acordo com o livro Segredos dos Jedi, isso é por causa da técnica que ajuda os sensitivos a desenvolver uma maior consciência da Força.

O livro de Timothy Zahn, Thrawn: Alianças explicou que o poder funciona através de um momento de “visão-dupla”, no qual os usuários da Força podem testemunhar tanto o presente quanto as ameaças futuras.

Essa visão do futuro permite que os Jedi respondam, mas tem que fazer isso logo. Portanto, a habilidade é apenas possível de realizar para quem já possui um grau de sensitividade da Força, e que aprendeu a confiar instintivamente nela.

Skywalking

Star Wars

Thrawn: Alianças é construído em cima disso, apresentando um poder chamado – por mais incrível que seja de “Skywalking“. Isso é a extensão lógica da visão-dupla utilizada por um Jedi ou Sith, que podem bloquear tiros de blasters, mas podem ser aplicados a voar no meio de perigos navegacionais das Regiões Desconhecidas. Essa área do espaço é repleta de perigos, descritos no terceiro livro da trilogia Aftermath, Fim do Império como um labirinto de tempestades solares, buracos negros, poços gravitacionais, e coisas ainda mais loucas.

A única forma de viajar por entre as Regiões Desconhecidas é com um sensitivo da Força, que é capaz de usar a visão-dupla para instintivamente reagir aos perigos navegacionais.

Curiosamente, há uma evidência de que isso pode ser mais um poder do equilíbrio o que um poder da luz ou do lado negro. De acordo com Thrawn: Alianças, aprendizes tendem a ser particularmente habilidosos em skywalking. Segredos dos Jedi sugerem que crianças geralmente tem aptidão ao equilíbrio, mas se alinham no futuro com a luz ou a escuridão; mas alguns acreditam, que esse alinhamento dificulta o skywalking.

Ainda assim, Darth Vader era poderoso o suficiente para dominá-la independentemente disso.



Ponto de ruptura

O Universo Expandido de Star Wars deu ao Mestre Jedi Mace Windu uma habilidade única, conhecida como Ponto de Ruptura, o poder de sentir o ponto fraco de um oponente, ou de uma circunstância.

Isso o fez um mestre tático astuto e efetivo, assim como um duelista mortal de sabre de luz. O poder de Windu ainda faz parte do cânone, pois é referenciado no livro Star Wars: Episódio III – A Vingança dos Sith, e foi subsequente mencionado na trilogia Aftermath de Chuck Wendig.

É possível que esse seja na verdade um poder da Força relacionado ao lado sombrio, pois Mace se aproximou do lado negro – daí vem o seu sabre roxo – e o próprio Palpatine parecia possuir essa habilidade também.

Ocultação da Força

Palpatine era claramente um mestre em algum poder relacionado a Força que o permitia se esconder dos Jedi. Como resultado, ele foi capaz de subir a uma posição de destaque e até mesmo chegou a passar um tempo com o Conselho Jedi sem que eles percebessem que ele era um Lorde Sith poderoso.

O livro Rainha em Perigo de E.K. Johnston, sugere que Palpatine se transformou em um vazio na Força, e Yoda inicialmente sentiu esse misterioso “nada” – mas o Lorde Sith então nublou a consciência da Força dos Jedi, impedindo que ele fosse descoberto.

Nublar a Força

Em Star Wars: Episódio II – O Ataque dos Clones, o Conselho Jedi foi forçado a admitir que de alguma forma, sua habilidade de acessara a Força fora de alguma forma diminuída.

De acordo com o velho Universo Expandido, Palpatine usou a técnica chamada de “Anuviar da Força” para fazer isso; não é sabido se isso é verdadeiro no novo cânone também.

Ainda assim, é justo dizer que ele o fez de alguma forma, mesmo que a forma como ele o tenha feito, ainda pareça incerta.



Se desligar da Força

Em Star Wars: Os Últimos Jedi, Rey descobriu que Luke Skywalker tinha se desligado completamente da Força. A técnica que ele usou era conhecida como “Desligar da Força”.

De acordo com o Mestre Jedi, foram necessários vários anos para fazer isso; ainda assim, ele havia feito isso de forma tão brilhante que nem mesmo chegou a sentir a destruição de Hosnian Prime, e a morte de bilhões.

Conseguir se desligar da Força é algo anormal, pois a Força tudo permeia, e de acordo com o livro de Jason Fry, Luke descobriu que a Força tentava falar com ele por seus sonhos.

Isso é tão anormal, que muitos acreditam que esse poder não está ligado ao lado da luz; Essa pode ser tanto uma habilidade relacionada ao equilíbrio que Luke aprendeu por meio de antigos textos Jedi.

Estase da Força

Star Wars

No começo de Star Wars: O Despertar da Força, Poe Dameron viu uma oportunidade de emboscar Kylo Ren e atirou nele. A consciência da Força de Kylo o levou a sentir o tiro chegando, mas ele escolheu mostrar seu poder da Força ao invés de só repelir o tiro de forma comum.

Kylo Ren usou um poder chamado de Estase da Força para congelar o tiro, deixando Poe absolutamente surpreso. Mas essa não é nem a primeira vez que a Estase da Força é demonstrada na franquia Star Wars, com Yoda usando o poder em Star Wars: A Guerra dos Clones, e desde então, foi parar também no game Jedi: Fallen Order.

O Truque da Mente Jedi

O Truque da Mente Jedi foi um dos primeiros poderes da Força vistos nas telonas, com Obi-Wan Kenobi sugerindo que a Força pode ter uma forte influência naqueles de cabeça fraca.

Apesar do Truque da Mente ser extremamente invasivo, ele é geralmente usado para evitar conflitos, com um Jedi usando-o para passar por Stormtroopers ou Separatistas, por exemplo.

Rey se viu capaz de usar o Truque da Mente contra um Stormtrooper com grande facilidade em Star Wars: O Despertar da Força, mas também refletia o fato do lado sombrio ter usado o poder como parte das técnicas de lavagem cerebral da Primeira Ordem.



Manipulação Mental

Star Wars

O lado sombrio pode ser usado para manipular a mente dos outros, um poder que parece uma lógica extensão do Truque da Mente Jedi – mas muito mais invasivo.

Kylo Ren usou essa habilidade para fazer Rey dormir em Star Wars: O Despertar da Força, e no livro Star Wars: A Ascensão Skywalker sugeriu que o lado negro era rotineiramente usado para fazer lavagem cerebral nos Stormtroopers da Primeira Ordem.

Ironicamente, isso parece explicar a razão de alguns Stormtroopers conseguirem fugir e se rebelar, e por fim, derrotar a Primeira Ordem; Sensitivos da Força, e aqueles com grande força de vontade, costumam ter habilidade de resistir.

Sonda da Mente do Lado Negro

Star Wars

A Sonda da Mente é outro poder mental do lado sombrio, esse poder parece ser ensinado para os Sith no começo de seu treinamento, pois já foi demonstrado por Darth Maul, Darth Vader e – por fim – Kylo Ren.

De acordo com A Ascensão de Kylo Ren, a Sonda da Mente é outra extensão do truque da mente, e foi ensinado pelo Líder Supremo Snoke. Kylo se tornou um poderoso usuário desse poder, usando em Rey em O Despertar da Força, mesmo não dando certo.

Rey também foi capaz de acessar a mente de Kylo, de acordo com a novelização Star Wars: Os Últimos Jedi, ela absorveu dele alguns conhecimentos sobre a Força.

Ficou incerto se esse risco é assumido sempre um sensitivo à Força entra na mente do outro, ou se a díade da Força crescente entre Kylo e Rey, tornou esse um caso isolado.

Telecinese

Star Wars

Telecinese é outra habilidade básica da Força, com Yoda treinado Luke Skywalker nessa arte em O Império Contra-Ataca. Desde então, se tornou um poder base para os Jedi e Sith, apesar deles usarem de formas diferentes; Darth Vader, por exemplo, preferia usar a telecinese para enforcar seus adversários.

Um feito impressionante da telecinese foi visto em Star Wars: A Ascensão Skywalker, quando Rey usou o poder como parte de suas meditações. Alguns usuários da Força podem criar escudos de telecinese ao redor deles mesmo para impedir que qualquer dano os atinja, ou para ajudá-los a sobreviver em ambientes extremos.



Atletismo melhorado pela Força

Os Jedi e Sith podem usar a Força para melhorar seus próprios atributos físicos como força e velocidade, e podem também aumentar sua resistência a dor.

É razoável presumir que todas essas habilidades estão relacionadas, então é melhor reuni-las em um só tópico.

A habilidade de correr nas paredes desenvolvida particularmente em Jedi: Fallen Order é um dos feitos mais impressionantes.

Aura Sombria

Star Wars

O game Star Wars: Battlefront 2 deu a Palpatine uma habilidade sinistra chamada de Aura Sombria, na qual sua mera presença causa aqueles ao seu redor fraqueza e envelhecimento.

As mecânicas do game são consideradas canônicas, então Palpatine pode possuir sim essa habilidade.

É difícil dizer se esse é um poder do lado negro consciente, ou se é um poder inconsciente que é simplesmente desencadeada pela presença avassaladora do lado sombrio.

Psicometria

Star Wars

Psicometria é outro poder da Força único apresentado em Star Wars: A Guerra dos Clones. Essa é uma habilidade rara demonstrada por Quinlan Vos, e isso o permitiu descobrir a experiência passada de um objeto quando o toca.

A maior parte dos usuários da Força não aprendem a Psicometria, mas outros costumam nascer com essa habilidade, e podem vir a descobrir que esse poder é imensamente exaustivo.

O Conselho Jedi passou a se tornar receoso com a Psicometria pois ela abriu os Jedi para as emoções que eles sentiam; se um Jedi tocasse uma arma de um assassinato, por exemplo, ele sentiria a raiva que o assassino sentiu, ou o medo da vítima.

Recentemente, a habilidade foi mostrada em Jedi: Fallen Order e no livro de Kevin Shinick, O Colecionador da Força.



Forcebacks

Star Wars

Star Wars: O Despertar da Força mostrou Rey vivendo os chamados “Forcebacks“, quando ela tocou o antigo sabre de luz de Luke.

Isso foi apresentado de forma ambígua, tornando difícil dizer se era uma manifestação da vontade da Força ou algum poder nascente da Força que já estava presente em Rey.

A experiência parecia semelhante à Psicometria, portanto, é mais provável que os forcebacks sejam uma extensão da habilidade abordada anteriormente.

Visões da Força

Star Wars

A Força pode ser usada para dar visões do futuro. Os Jedi ensinam que essas visões devem ser vividas de acordo com a vontade da Força, e os Jedi não devem perseguir o futuro, pois o lado negro fazia o mesmo.

O Mestre Jedi Sifo-Dyas, criador do Exército dos Clones, era um Jedi cuja mente era particularmente ligada ao futuro; infelizmente esse poder se voltou contra ele, deixando sua mente instável.

Apesar de Sifo-Dyas se tornar um Mestre Jedi, ele lutou contra o Conselho Jedi em diversas ocasiões, particularmente sob influência dessas visões.

Em contraste com os Jedi, os Sith procuravam ativamente conhecimento sobre o futuro. Palpatine foi abençoado com essa arte sombria, entendendo que o futuro estava sempre em movimento, e fabricando planos complicados para tomar a vantagem dos fatos.

Interessantemente, Star Wars Rebels sugeriu que as visões mais potentes são possíveis quando o lado da luz e o lado sombrio são usados em conjunto, com Darth Maul e Ezra usando os holocrons dos Jedi e dos Sith ao mesmo tempo.

Antigos Profetas Jedi

Star Wars

Enquanto os antigos sensitivos da Força pareciam ter sido capazes de elaborar profecias crípticas que estavam destinadas a se tornar realidade, mesmo que incontáveis milênios depois.

A mais famosa profecia, é claro, é a d’O Escolhido. Essa profecia parece anteceder a Ordem Jedi, e esses antigos profetas podem muito bem ser associados com o equilíbrio ao invés da luz ou da escuridão.

Apesar dos Jedi honrarem essas profecias, eles quase perderam a arte de lê-las de forma adequada, com apenas Qui-Gon Jinn mostrando qualquer aptidão para fazer isso na era moderna; ele estava em sintonia exclusiva com o tema equilíbrio, apoiando a ideia de que existia uma habilidade relacionada ao equilíbrio.



Projeção Astral

Star Wars

Em Star Wars: Os Últimos Jedi, Luke Skywalker demostrou uma habilidade única que o permitia se projetar do outro lado da galáxia. Esse poder foi tirado do antigo Universo Expandido, com o diretor citando que tirou inspiração dos quadrinhos Império Sombrio.

Nesse filme, a habilidade pareceu ser extremamente difícil, e o uso da Projeção Astral de Luke o levou a morte.

Relâmpagos da Força e Tempestades da Força

Star Wars

Relâmpagos da Força era uma das habilidades favoritas de Palpatine, talvez por ele apreciar testemunhar a intensa agonia que a vítima sofre.

Como mostrado em Star Wars: A Ascensão Skywalker, os Relâmpagos da Força não apenas causam danos a tecidos orgânicos, mas também pode criar uma sobrecarga e surtos de energia em naves, potencialmente as destruindo.

O Imperador costumava usar esse poder individualmente, mas ele poderia muito bem invocar a Tempestade da Força em qualquer lugar da Galáxia, como o que ele usou para destruir o Templo Jedi de Luke Skywalker após Luke ser derrotado por seu aprendiz Ben Solo.

Absorver Relâmpago da Força

Star Wars

Alguns Jedi aprenderam a Absorver os Relâmpagos da Força para seus próprios corpos, apesar de que até hoje, esse poder foi demonstrado apenas por Yoda.

É fácil presumir que essa habilidade é rara, pois ela só pode ser aprendida durante um combate entre um Jedi e um poderoso praticante do Lado Negro.

Eu acredito que Yoda tenha aprendido da forma mais difícil, através de uma experiência dolorosa.



Repelir um Relâmpago da Força

Star Wars

Os Jedi já usaram seus sabres de luz duas vezes para bloquear e refletir o Relâmpago da Força, em Star Wars: Episódio III – A Vingança dos Sith e em Star Wars: A Ascensão Skywalker.

De acordo com o livro de referências de Star Wars, Segredos dos Jedi, essa é na verdade uma habilidade que é apenas possível quando o Jedi e seu sabre possuem um laço profundo.

Luke Skywalker fala no livro:

“Um sabre de luz cria uma carga elétrica; empunhar um sabre de luz é mais saber como direcionar uma corrente de poder, do que saber como balançá-lo.”

Quando um Jedi se sintoniza com a Força, seus pensamentos a ações, todos se tornam parte de um mesmo fluir de energias; assim quando um sabre de luz pega um Relâmpago da Força, o poder elétrico é absorvido para sua própria corrente. E quando descarregado, cria potencialmente um retorno do golpe, explicando a razão de que em ambas as ocasiões, Palpatine perdeu o controle de seu próprio poder.

Cura da Força

Star Wars

Star Wars: A Ascensão Skywalker apresentou um novo poder chamado “Cura da Força“, sutilmente diferente de outras habilidades mostradas anteriormente no Universo Expandido.

Isso permite que o usuário da Força transfira sua energia para outro. Rey aprendeu essa técnica estudando antigos textos Jedi, e usou para curar o cristal kyber do antigo sabre de luz de Luke Skywalker.

É provável que esse poder seja relacionado ao equilíbrio, ao invés de ser associado ao lado da luz ou negro, explicando a razão dele ser tão raro.

O Baby Yoda mostrou a mesma habilidade em The Mandalorian, que se encaixa na teoria, de que crianças só desenvolvem alinhamentos relacionados a luz e a sombra conforme envelhecem.

Dreno de Força do Imperador

Star Wars: A Ascensão Skywalker mostrou Palpatine apresentando a habilidade que pode ser melhor compreendida como a inversão da Cura da Força de Rey, enquanto ele drenava a Força da energia da díade de Rey e Kylo para si mesmo.

Essa habilidade na verdade foi apresentada em 2015, na trilogia Aftermath de Chuck Wendig, quando um cultista Sith chamado Yupe Tashu zombou de um prisioneiro.

“Você sabia que os Lorde Siths podem as vezes drenar a energia da Força de seus prisioneiros. Ceifando vida deles e usando o poder para fortalecer sua conexão com o lado negro? Estendendo suas vidas, também, para que eles pudessem viver por séculos além do que viveriam normalmente?”



Criando Laços com Animais

Todos os Jedi possuem a habilidade básica de entrar na mente de animais, mas alguns tem uma proficiência particular nessa área. Em Star Wars Rebels, Ezra Bridger rotineiramente era capaz de estabelecer laços com os mais diversos animais, apesar das conexões funcionarem de níveis e formas diferentes.

Isso é melhor compreendido como algo sutil, distinto de telepatia que é algo mais avançado, pois os laços podem se mostrar surpreendentemente íntimos.

Laços do Lado Sombrio

A Força pode ser usada para criar laços duradouros entre seres diferentes, uma habilidade que Luke Skywalker temia era em sua maior parte usada por usuários do lado negro. Como ele diz no livro Segredos dos Jedi:

“Às vezes, a Força permite que nos conectemos com outro ser vivo e nos comunicar com eles a longas distâncias, vendo o que eles vêem, e sentir o que eles sentem. Apesar disso parecer inofensivo – e talvez até algo aceitável – isso pode ser facilmente manipulado pelo lado sombrio. Alguns usuários poderosos da Força foram capazes de criar laços secretos com outros que não estão conscientes dessa conexão. Eles então usam esses laços para corromper seu alvo e escolher suas ações. Mesmo que o laço seja detectado, ele ainda pode ser extremamente difícil de ser quebrado.”

Esses laços são provavelmente o mais próximo que os Sith podem chegar de criar uma Díade da Força, que requer o uso do lado da luz e do lado sombrio da Força.

Palpatine usou o Laço da Força para corromper Ben Solo, e através de Snoke ele tentou fazer o mesmo com Rey e Kylo Ren, sem saber que ele estava na verdade intensificando a pré-existente Díade.

Teleporte

Alguns seres sensitivos da Força apresentaram a habilidade de se teleportar usando a Força; e parece que esse é um poder relacionado ao equilíbrio, associado a Bendu em Star Wars Rebels e mais tarde praticado por Rey e Kylo Ren através da sua Díade da Força em A Ascensão Skywalker.

O Dicionário Visual de Star Wars: A Ascensão Skywalker referenciaram um grupo obscuro no Universo Expandido chamado de Monges Aing-Tii, que usavam a Força para isso.



Magia e Alquimia Sith

Star Wars

As Irmãs da Noite de Dathomir possuem uma distinta gama de habilidades relacionadas a Força, mais tarde são referidas como Magia e Alquimia, e Darth Maul sugere que eles estão ligados também a um outro aspecto da Força – não ligado ao lado da luz, nem sombrio, nem do equilíbrio, mas mais próximo do lado sombrio.

Está incerto se essas habilidades podem ser aprendidas, ou como elas se encaixam entre os poderes da Força, mas certamente Palpatine parece ser bem versado nelas.

Um dos poderes mais perturbadores era de possuir o corpo dos outros, e as Irmãs da Noite foram capazes de possuir até mesmo Jedi. A bruxaria mais poderosa relacionada ao lado negro – tal como o ritual arcano que devastou Mustafar – o ritual requer o uso de cristais kyber e Holocrons.

Fantasmas da Força

Star Wars

Qui-Gon Jinn aprendeu a arte de se tornar um Fantasma da Força, mantendo sua consciência na Força mesmo depois de sua morte.

Esse é o santo graal dos Sith, mas ele só é possível quando uma pessoa se submete completamente a vontade da Força, algo que os Sith nunca fazem.

Qui-Gon ensinou esse poder aos outros, e sua potência foi melhor mostrada em Star Wars: Os Últimos Jedi, quando o Fantasma da Força de Yoda foi capaz de influenciar o mundo físico.

Transferência de Essência

Star Wars

Um Sith pode não ser capaz de se tornar um Fantasma da Força no sentido tradicional, mas eles são capazes de usar uma técnica chamada Transferência de Essência para sobreviver a morte.

Isso permite que um Sith perto da morte ligue seu espírito a um objeto, um lugar específico, ou até mesmo outra pessoa; essa última ideia é mais fácil se a pessoa estiver sujeita ao lado sombrio no momento.

E agora foi confirmado que a Transferência de Essência era um antigo segredo descoberto pelo Mestre de Palpatine, Darth Plagueis, o Sábio; Palpatine continuou o estudo por anos, aprendendo mais da técnica através dos encontros com o morto Lorde Sith Darth Momin, cujo espírito possuía sua antiga máscara.

Palpatine sobreviveu a morte em O Retorno de Jedi ao fugir para um corpo clone, e em Star Wars: A Ascensão Skywalker ele buscava possuir Rey.



Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.

Comentários