Início QUADRINHOS Crítica CRÍTICA | The Ancient Magus’ Bride – Vol. 2 (2021, Devir)

CRÍTICA | The Ancient Magus’ Bride – Vol. 2 (2021, Devir)

CRÍTICA | The Ancient Magus' Bride - Vol. 2 (2021, Devir)

Aproveitando o lançamento do volume 10, a editora Devir está republicando o segundo volume de The Ancient Magus’ Bride. Essa edição reúne os capítulos de #06 à #10.

SINOPSE

Elias e Chise receberam três serviços da Igreja. Enquanto busca­vam resolver um dos serviços, eles são atacados por uma dupla miste­riosa. Qual seria o verdadeiro objetivo dessa ofensiva? E qual é o papel de Titânia, a rainha das fadas, e de seu marido Oberon?

ANÁLISE

Em The Ancient Magus’ Bride – Vol. 2 seguimos a jornada da órfã Chise e o mago Elias em buscar de desenvolver seus poderes nesse mundo sombrio repleto de seres fantásticos. Contudo, uma nova ameaça surge no caminho dos nossos protagonistas.

A ameaça gera um conflito bastante intenso e com uma grande reviravolta ao final dessa edição. Desse modo, temos uma boa trama ao longo de todo desenrolar dessa edição, mas que ainda apresenta diversas pontas soltas para as próximas edições.

Além disso, nessa edição o mangaká Kore Yamazaki continua aprofundando mais a personalidade de Chise seja com seu passado, insegurança e motivações. Sendo assim, a trama apresenta novos personagens que parecem ter uma grande importância para o desenvolvimento da trama principal.

O destaque desse volume vai para a maneira como o autor escreve e desenha uma fantasia de forma bastante criativa. Mas que segue o padrão de desenvolvimento bastante previsível de todo mangá shonen de sempre apresentar uma ameaça que parece ser grande, mas que serve apenas para superar as limitações que o personagem principal.

VEREDITO

The Ancient Magus’ Bride segue sendo um bom mangá, mas que segue sem muita inovação e está repleto de pontas soltas para as próximas edições. Espero que ao longo do desenvolver da história tenhamos mais agradáveis surpresas, assim como foi realizado neste segundo volume.

Nossa nota

3,0 / 5,0

Editora: Devir

Autor: Kore Yamazaki

Páginas: 180

Leia também:

CRÍTICA – The Ancient Magus’ Bride – Vol. 1 (2017, Devir)

Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.

Artigo anteriorOs 10 carros mais incríveis do cinema
Próximo artigoCRÍTICA – Attack on Titan (4ª temporada, 2021, Mappa)
Eu sou apenas um rapaz latino-americano que curte quadrinhos, games, livros e cinema.