Início SÉRIE Crítica CRÍTICA – Invencível (1ª temporada, 2021, Amazon Prime Video)

CRÍTICA – Invencível (1ª temporada, 2021, Amazon Prime Video)

CRÍTICA - Invencível (1ª temporada, 2021, Amazon Prime Video)

A primeira temporada de Invencível (Invincible) encerrou de forma sensacional no dia 29 de abril pelo serviço de streaming da Amazon Prime Video. Com isso em mente, farei uma breve análise dessa primeira temporada com spoilers.

SINOPSE

Invencível é uma série animada com conteúdo para adultos, baseada nas histórias em quadrinhos homônimas da Skybound / Image Comics, e conta a história de um adolescente cujo pai é o super-herói mais poderoso do planeta.

ANÁLISE

Confesso que Invencível, HQ de Robert Kirkman, nunca havia chamado minha atenção quando estava sendo publicada pela extinta Editora HQM. Sendo assim, meu primeiro contato foi com a série e fiquei surpreso positivamente com a produção da Amazon Prime Video.

Invencível chegou ao serviço de streaming sem causar alarde, mas ao final de seu primeiro episódio deixou todos os espectadores de boca aberta com a historia de Omni-Man (J.K. Simmons) e dos Guardians of the Globe, que seria a Liga da Justiça desse universo.

Desse modo, temos uma temporada girando em torno do mistério de Omni-Man e suas reais intenções, juntamente com o incrível desenvolvimento de Mark Grayson (Steven Yeun) como o personagem título da série. O jovem passa a maior parte do tempo tentando conciliar sua vida escolar com sua nova vida como super-herói.

CRÍTICA - Invencível (1ª temporada, 2021, Amazon Prime Video)

Aliás, o personagem de Mark tem bastante similaridade com o amigão da vizinhança, mas a série brinca com diversos estereótipos de super-heróis bastante conhecidos pelo público DCnauta e Marvete. Contudo, a série apela para um lado mais visceral e sangrento na hora da pancadaria.

O nível de violência é tão extremo que acaba causando um certo incomodo, por mais que seja um desenho. A animação parece ter bastante influência de animes e não mede esforços para chocar.

PUBLICAÇÃO RELACIONADA | Invencível: Conheça os personagens e os dubladores da série da Amazon

A maneira que toda temporada foi desenvolvida é realmente sensacional, com os episódios sempre sendo encerrados com excelentes cliffhangers. No entanto, em alguns episódios que focam no difícil relacionamento amoroso de Mark temos um tom romântico e bastante chato, mas nada que tire o brilho da série.

Com isso, ao final da temporada descobrimos os reais motivos Omni-Man em querer conquistar à terra. Além de termos uma batalha bastante sanguinolenta entre ele e seu filho. O nível dessa luta é tão intenso que infelizmente Mark não consegue salvar os civis presentes e acaba levando uma baita de uma surra.

CRÍTICA - Invencível (1ª temporada, 2021, Amazon Prime Video)

Garanto que não via um personagem apanhar tanto desde o Seiya de Pégaso de Cavaleiro dos Zodíacos. Após, o fim dessa batalha temos Omni-Man deixando Invencível dilacerado e partindo da terra para o espaço.

Portanto, temos um final com diversas pontas soltas para a próxima temporada. Ao fim do último episódio temos um vislumbre do que Invencível terá que enfrentar ao longo da segunda temporada, que já foi confirmada pela Amazon Prime Video.

VEREDITO

Invencível apresenta uma temporada extremante empolgante, repleta de ação, aventura e com diversos momentos dramáticos. Além de ter excelentes personagens bem desenvolvidos, sendo que alguns você irá amar e outros que irá odiar.

Por fim, o final dessa temporada, o seriado vai deixar todos os fãs ansiosos para o novo ano da produção.

Nossa nota

5,0/5,0

PUBLICAÇÃO RELACIONADA | Invencível: 5 poderosos personagens da HQ que queremos ver na série

Assista ao trailer:

Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.