CRÍTICA – O Mar da Tranquilidade (1ª temporada, 2021, Netflix)

    O Mar da Tranquilidade é uma série coreana de suspense e ficção cientifica, que foi lançada originalmente no dia 24 de dezembro de 2021 pela Netflix. A produção é mais um título do catálogo de produções originais coreanas da gigante do streaming.

    Confira abaixo nossa análise sobre a produção.

    SINOPSE

    Em uma missão perigosa na Lua, exploradores espaciais tentam recuperar em uma estação de pesquisa abandonada e repleta de segredos.

    ANÁLISE

    O Mar da Tranquilidade é mais uma surpresa das produções sul-coreana de 2021, que certamente pode ter passado despercebida na sua lista, sendo uma série vai muito além do hit Round 6. A produção dirigida por Choi Hang-Yong busca explorar de maneira excepcional uma questão que vem assolando humanidade, e que certamente pode nos levar a um futuro tão obscuro como o da série.

    Com isso, nesse futuro distópico, temos uma equipe que irá a uma estação lunar para recuperar algo que renovará a esperança da humanidade. No entanto, o que essa equipe não espera é que tal exploração irá causa terror e pânico.

    A série apresenta um clima claustrofóbico digno de ser comparado a Alien – O 8° Passageiro (1979) ou mesmo ao jogo Among Us (2018), mas que constrói o seu enredo de forma distinta. Conforme a história da série vai se desenrolando, vemos que a trama se preocupa apenas em desenvolver os personagens centrais e os demais acabam sendo totalmente descartáveis.

    CRÍTICA - O Mar da Tranquilidade (1ª temporada, Netflix, 2021)

    Por mais que os coadjuvantes não acrescentem profundidade a série, os protagonistas têm o desenvolvimento mais raso que um pires, mas que ainda assim conseguem segurar todo enredo de maneira satisfatória. Meu destaque vai para Gong Yoo Han (Round 6) sendo o soldado da agência espacial, o ator é repleto de carisma e passa realmente um ar de urgência diante de toda missão.

    Outro destaque vai para a atriz Bae Doona (Sense8) que apresenta uma atuação repleta de emoções e mistério. Sua personagem tem uma grande importância ao longo de toda missão lunar, que certamente pode trazer um novo recomeço a humanidade.  

    Por fim, O Mar da Tranquilidade é um ótimo k-drama de ficção cientifica que desenvolve bem o seu enredo de forma dinâmica e com boas reviravoltas, mas que peca em não desenvolver os demais personagens. Além disso, a série não mede esforços em suas cenas de gore e vômito (que são extremamente nojentas), seja quando um tripulante é morto ou mesmo nas jorradas infinitas de vômitos. Porém, seus efeitos ficam a desejar em algumas cenas, que parecem ter saído do Playstation 3.

    VEREDITO

    O Mar da Tranquilidade consegue manter o tom de suspense e mistério, e resolve todos os pontos em uma única temporada de maneira satisfatória.

    Nossa nota

    3,0/5,0

    Inscreva-se no YouTube do Feededigno

    Assista às nossas análises de filmes, séries, games e livros em nosso canal no YouTubeClique aqui e inscreva-se para acompanhar todas as semanas nossos conteúdos também por lá!

    Artigos relacionados

    CRÍTICA – Love, Death and Robots (3ª temporada, 2022, Netflix)

    Criaturas aterrorizantes, surpresas bizarras e humor ácido. Finalmente a terceira temporada de Love, Death and Robots está entre nós!

    CRÍTICA – Night Sky (1ª temporada, 2022, Prime Video)

    Night Sky é a nova série do Prime Video que traz em seu elenco principal os atores J.K. Simmons e Sissy Spacek. Confira nosso review!

    CRÍTICA – Vampiro no Jardim (1ª temporada, 2022, Netflix)

    A 1ª temporada de Vampiro no Jardim chegou ao catálogo da Neflix no dia 16 de maio. Veja o que achamos do anime!

    CRÍTICA – O Poder e a Lei (1ª temporada, 2022, Netflix)

    O Poder e a Lei é uma série baseada na saga literária de Michael Connelly sobre Michael "Mickey" Haller, um advogado de defesa. Uma...