CRÍTICA – O Verão Que Mudou Minha Vida (1ª temporada, 2022, Prime Video)

    O Verão Que Mudou Minha Vida (The Summer I Turned Pretty) é uma série da Prime Video baseada no primeiro livro de uma trilogia de romance escrita por Jenny Han. A autora também é responsável pela famosa série de livros Para Todos os Garotos que já Amei, que recentemente virou uma trilogia de filmes na Netflix.   

    A série da Prime Vídeo tem Han e Sarah Kucserka como showrunners, já no elenco estão Lola Tung, Jackie Chung, Rachel Blanchard, Christopher Briney, Gavin Casalegno e Sean Kaufman.

    O Verão Que Mudou Minha Vida estreia dia 17 de junho na Amazon Prime Video. Confira nossa crítica da série.

    SINOPSE

    Belly (Lola Tung) é uma jovem que tem a vida medida pelas férias de verão. Para Belly, tudo de bom e melhor acontece quando ela passa os meses de julho e agosto na casa de Susannah (Rachel Blanchard), a melhor amiga de sua mãe, Susannah tem dois filhos, Jeremiah (Gavin Casalegno) e Conrad (Christopher Briney). Assim, na véspera do aniversário de 16 anos de Belly começa o início do que pode ser o último verão onde todos estarão reunidos em Cousins Beach.

    ANÁLISE

    Pense em todos os filmes e séries sobre romances adolescentes, em lindas casas de praia, com jovens curtindo o verão e se apaixonando. Pois então, é uma premissa que já se encontra batida, ainda mais na era dos streaming, onde a cada semana uma nova adolescente se apaixona e cai em diversas situações. Contudo, O Verão Que Mudou Minha Vida têm um diferencial, ainda que não pareça na primeira impressão. 

    Baseada em uma trilogia que fez um enorme sucesso entre as adolescentes e jovens adultos, O Verão Que Mudou Minha Vida é uma série divertida e romântica, mas madura quando necessário. 

    Na história, Belly, vivida pela estreante Lola Tung, é uma jovem de 16 anos que desde os dez anos é apaixonada pelo filho da melhor amiga de sua mãe, Conrad (Christopher Briney). A relação entre eles parece ter sido mais calorosa no passado, sendo assim, Belly começa a repensar seu sentimento pelo amigo, quando ele parece se afastar por problemas maiores. 

    Todo o ano, Belly, sua mãe Laurel (Jackie Chung) e irmão Steven (Sean Kaufman) passa as férias de verão na casa litorânea de Susannah Fisher (Rachel Blanchard), junto de seus filhos Jeremiah (Gavin Casalegno) e Conrad. 

    Nos primeiros episódios, a série já constrói uma relação de carinho e amizade entre as famílias. A estética de verão é constante, com ótimas cenas internas e externas, como na casa de Susannah e no clube da cidade. O tom de romance adolescente permeia boa parte dos primeiros episódios ao passo que vemos Belly explorando novas relações e também sua própria identidade. 

    Logo, em um primeiro momento, tudo em O Verão Que Mudou Minha Vida parece tão perfeito que chega a ser simplório. Belly acaba se envolvendo com Jeremiah, seu melhor amigo e irmão de Conrad. Não demora muito para um triângulo amoroso se formar, o que rende boas interações entre o trio. Mas, ainda assim, custa para a série andar e entregar algo que pareça original. 

    Dessa forma, é no quarto episódio que a produção assume um olhar mais centrado e dramático. Neste ponto, fica nítido que nem só de verões ensolarados vivem essas famílias e os problemas começam a aparecer. Tanto para Belly que precisa administrar as expectativas de sua mãe, e também as responsabilidades da idade, como para Jeremiah e Conrad que precisam lidar com problemas familiares.      

    É interessante ressaltar que a série aposta bastante na relação entre os personagens, ainda que, em alguns momentos pareça clichê demais, é uma forma de dar contextualização e desenvolvimento a história. Temas como amizade, abandono parental e o luto permeiam a série, ainda que, nunca sejam totalmente aprofundados. 

    Nesse sentido, O Verão Que Mudou Minha Vida surpreende por ir além do básico romance adolescente e dar a esses personagens pesos dramáticos, mesmo que tarde demais. De qualquer forma, o amor de verão está ali, assim como as confusões e alegrias da adolescência. 

    VEREDITO

    O Verão Que Mudou Minha Vida têm uma direção apática com muitos flashbacks desnecessários e uma narração em off descartável, sendo os cenários responsáveis pela estética visual da série. Já o roteiro é simples, mas funciona devido às boas atuações do elenco. 

    Nossa nota

    3,0/5,0

    Assista ao trailer:

    Inscreva-se no YouTube do Feededigno

    Assista às nossas análises de filmes, séries, games e livros em nosso canal no YouTubeClique aqui e inscreva-se para acompanhar todas as semanas nossos conteúdos também por lá!

    Artigos relacionados

    NOITES SOMBRIAS #73 | Ranking de Monstros de Stranger Things

    Stranger Things trouxe muitos monstros icônicos que fazem parte do seu Mundo Invertido. Confira nossa lista do pior ao melhor deles.

    Stranger Things enlouquece fãs ao som de Metallica

    A 4ª temporada - Parte 2 de Stranger Things já está disponível no catálogo da Netflix e com ela o sucesso do Metallica: Master of Puppets!

    Dragon Ball: Os 10 melhores episódios para assistir no Globoplay

    Após mais de 10 anos sem a TV Globinho, Dragon Ball chegou ao Globoplay. Confira a lista com os 10 melhores episódios.

    Veja o Clube Hellfire jogando D&D de verdade

    Eddie reina como o Mestre do Clube Hellfire em Stranger Things; mas o ator Joe Quinn, nunca havia jogado RPG antes... bom, até agora!