Início SÉRIE Crítica CRÍTICA – Será que é Amor? (1ª temporada, 2021, Netflix)

CRÍTICA – Será que é Amor? (1ª temporada, 2021, Netflix)

Será que é Amor? (Feels Like Ishq) é uma série indiana de curtas-metragens que explora o turbilhão de emoções na vida de jovens adultos

A nova produção indiana Original Netflix é o seriado Será que é Amor? (Feels Like Ishq). Composta por seis histórias curtas de aproximadamente 30 minutos cada, a série teen é um misto de comédia e romance com alguns momentos de drama.

Os episódios exploram diferentes nuances desse sentimento tão forte chamado amor na adolescência e no começo da vida adulta.

SINOPSE

Estes curtas-metragens retratam o turbilhão de emoções que os jovens experimentam ao se depararem com o amor em lugares inesperados.

ANÁLISE DE SERÁ QUE É AMOR?

Produzido e gravado na Índia, Será que é Amor? é um seriado cujos episódios funcionam de modo isolado. Ou seja, as histórias de cada capítulo não se interligam em nenhum momento.

Por serem concluídas em seus aproximadamente 30 minutos, algumas tramas se sobressaem a outras. Os motivos são variados.

Algumas histórias são mais consistentes do que outras, fazendo com que as emoções vividas pelos personagens sejam mais intensas também em quem assiste. Outras não são tão atraentes, embora o elenco principal entregue boas atuações em todos os episódios.

Além de ser mais uma produção indiana num streaming tão popular como a Netflix, outro mérito da produção é a visão diversa sobre o amor.

As histórias de Será que é Amor? fogem dos clichês. Eu diria que apenas no episódio 5 (Entrevista) não ocorrem deslizes, mas o saldo é positivo na maioria dos episódios.

Será que é Amor? (Feels Like Ishq) é uma série indiana de curtas-metragens que explora o turbilhão de emoções na vida de jovens adultos
Cena do episódio 5 (Entrevista) de Será que é Amor?

Destaco o episódio 4 (Bem me quer, mal me quer), que possui a melhor produção e edição, a ponto até de se distanciar da estética dos demais capítulos do seriado.

O visual é muito mais próximo de produções teen, e a pós-produção é realmente muito bem feita. É importante também ver uma história queer sendo contada sob uma perspectiva oriental, com as protagonistas vivendo em uma grande metrópole com ares de modernidade.

Por sua vez, o episódio 6 (Ishq Mastana) é o único que tem mais deméritos do que méritos, no meu ponto de vista. A história tenta forçar uma ideia de que “os opostos se atraem” de modo grosseiro. Isso a torna pouco crível, muito mais pelo roteiro do que pela atuação da atriz e do ator que a protagonizam.

Apesar dos deslizes – e dos pontos negativos de Ishq Mastana – acredito que o maior trunfo de Será que é Amor? é a capacidade de fazer a audiência se conectar com as histórias. Não que todas vão fazer sentido para quem assiste, mas creio que é impossível não se identificar com pelo menos elementos centrais de um ou outro episódio.

Será que é Amor? (Feels Like Ishq) é uma série indiana de curtas-metragens que explora o turbilhão de emoções na vida de jovens adultos
Cena do episódio 2 (Crush da quarentena) de Será que é Amor?

Embora a característica “maratonável” seja um dos pontos fortes da Netflix, Será que é Amor? deixa a desejar nesse aspecto. Mesmo sendo um seriado com episódios curtos, é uma produção que tranquilamente pode ser assistida de modo espaçado, pois as histórias não chegam a ser atraentes a ponto de querer consumir tudo de uma vez.

VEREDITO

Será que é Amor? é um seriado autêntico que explora o amor de maneira diversa. A produção se destaca por ser capaz de fazer com que as pessoas se identifiquem com pelo menos um ou outro episódio, mesmo que as histórias não sejam perfeitas.

Afinal, o amor da vida real também tem seus momentos de altos e baixos. Com a cultura indiana bem presente, as histórias reforçam essa afirmação, ao mesmo tempo em que servem como um convite para refletir sobre os acontecimentos em tela com uma pergunta instigante: Será que é amor?

Nossa nota

3,0 / 5,0

Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição

Artigo anteriorCRÍTICA – The Sims 4 Vida Campestre (2021, EA)
Próximo artigoMajor Grom contra o Dr. Peste: Saiba tudo sobre o filme da Netflix
Jornalista pós-graduado em Jornalismo Digital, fã de Mr. Robot, Pokémon e com uma menção honrosa a 24 Horas, o seriado que me fez entrar no mundo de séries e filmes.