CRÍTICA – Tokyo Vice (1ª temporada, 2022, HBO Max)

    Tokyo Vice é a mais nova série da HBO Max produzida e dirigida por Michael Mann que estreou no dia 07 de abril e encerrou sua 1ª Temporada no dia 29 de abril, totalizando 08 episódios.

    SINOPSE DE TOKYO VICE

    Inspirado no relato de Jake Adelstein (Ansel Elgort), este drama criminal acompanha o jovem jornalista americano enquanto ele mergulha no submundo do final dos anos 90 em Tóquio, onde nada e ninguém é o que parece.

    ANÁLISE

    Tokyo Vice é uma série baseada no livro homônimo, escrito pelo jornalista Jake Adelstein originalmente em 2009 e foi publicado no Brasil pela Companhia das Letras, em 2011.

    Com isso em mente, a série conta com a direção e produção do diretor americano Michael Mann, que dirigindo apenas o piloto. Em Tokyo Vice acompanhamos o jornalista americano Jake Adelstein entrando para a redação de um jornal japonês e assim fazendo parte da coluna investigativa.

    Dessa forma, Jake passa a explorar o submundo criminoso do Japão que envolve uma conspiração com a Yakuza, a máfia japonesa. Contudo, ao longo de sua jornada descobrirá que para ser jornalista investigativo terá que suportar a xenofobia do país. Tokyo Vice é uma série excepcional que vai agradar a todos que estavam com saudades de um novo trabalho de Michael Mann que não dirigia nada desde 2015.

    O ritmo da série é lento, mas foca no desenvolvimento profundo dos personagens de modo excelente. Dando tempo para o espectador entender as motivações de cada um, apresentando tudo ao longo dos 08 episódios. Além disso, a série tem uma estética neo noir, se passando nos anos 90, o que torna tudo maravilhoso e que acaba tornando tudo grandioso sob a estética japonesa.

    Todo o elenco apresenta excelentes atuações, mas o meu destaque vai para o ator Ansel Elgort que é fluente em japonês. Além de passar a essência de um jornalista inquieto que está disposto a fazer qualquer coisa para conseguir sua grande reportagem.

    Outro destaque vai para Ken Watanabe, que interpreta o detetive Hiroto Katagiri, da polícia de Tokyo de forma brilhante, misteriosa e carismática. Seu personagem foi inspirado em um detetive real que influenciou o jornalista Jake Adelstein a escrever o livro Tokyo Vice.

    Por fim, Tokyo Vice é uma série que constrói de forma satisfatória e intensa um thriller que vai ganhando várias camadas no desenvolvimento de seus personagens e de sua trama sombria e que tem um grande potencial para uma futura 2ª temporada.

    VEREDITO

    O novo show da HBO Max tem tudo para estar na lista de muitos entres as melhores séries de 2022. Estou ansioso para um novo ano! Tokyo Vice é intensa e sabe contar uma história de suspense como ninguém.

    Nossa nota

    4,0/5,0

    Confira o trailer:

    Inscreva-se no YouTube do Feededigno

    Assista às nossas análises de filmes, séries, games e livros em nosso canal no YouTubeClique aqui e inscreva-se para acompanhar todas as semanas nossos conteúdos também por lá!

    Artigos relacionados

    CRÍTICA – Love, Death and Robots (3ª temporada, 2022, Netflix)

    Criaturas aterrorizantes, surpresas bizarras e humor ácido. Finalmente a terceira temporada de Love, Death and Robots está entre nós!

    CRÍTICA – Night Sky (1ª temporada, 2022, Prime Video)

    Night Sky é a nova série do Prime Video que traz em seu elenco principal os atores J.K. Simmons e Sissy Spacek. Confira nosso review!

    CRÍTICA – Vampiro no Jardim (1ª temporada, 2022, Netflix)

    A 1ª temporada de Vampiro no Jardim chegou ao catálogo da Neflix no dia 16 de maio. Veja o que achamos do anime!

    CRÍTICA – O Poder e a Lei (1ª temporada, 2022, Netflix)

    O Poder e a Lei é uma série baseada na saga literária de Michael Connelly sobre Michael "Mickey" Haller, um advogado de defesa. Uma...