CRÍTICA – Uma Mãe Perfeita (1ª temporada, 2022, Netflix)

    Uma Mãe Perfeita (no original Une Mère Parfaite) é uma produção dramática franco-germânica e conta a história da jovem Anya Berg (Eden Ducourant) que é acusada de um assassinato e de fugir da cena do crime. A mãe de Anya, Hélène (Julie Gayet) é a única que parece acreditar em sua inocência de sua filha.

    A série da Netflix conta com 4 episódios em sua primeira temporada e a cada curva que toma, aumenta ainda mais o escopo de sua trama. Com atores como Andreas Pietschmann (Dark) e Tomer Sisley, a trama ganha ainda mais camadas e seus núcleos ficam ainda mais diversos.

    SINOPSE

    Hélène Berg (Julie Gayet) e sua família vivem uma vida tranquila. Contudo, a normalidade é jogada pela janela quando, certo dia, eles recebem um telefonema. A notícia é que Anya (Eden Ducourant), filha de Hélène e estudante em Paris, está sendo acusada de assassinato. Convencida de que Anya é inocente, Hélène pega o primeiro voo para Paris e promete à família que irá retornar com a filha em segurança.

    ANÁLISE

    Uma Mãe Perfeita

    Com uma trama que nos lança desde seus primeiros momentos por caminhos que parecem sem retorno, Uma Mãe Perfeita nos apresenta uma trama contundente, concisa e que sabe onde quer chegar. Mesmo que uma segunda temporada ainda não tenha sido confirmada, a série franco-germânica estrela no Top 10 Brasil da Netflix desde a época de seu lançamento.

    Com um desenrolar curioso, em dois lugares diferentes, a trama se divide entre o núcleo investigativo de Anya e sua mãe Hélène em Paris, e de seu pai Mathias (Andres Pietschmann) e seu irmão Lukas (Maxim Driesen) em Berlim. Por meio dos mais diversos artifícios de roteiro, a trama nos leva pela vida até então desconhecida de Anya longe de seus pais. E ao aprofundá-la, temos mais motivos para desacreditar em sua inocência.

    Como um claro joguete narrativo, que se mostra cansativo, é fácil entender a razão dos roteiristas mostrarem as falhas de Anya. Difícil é acreditar que os roteiristas claramente querem colocar na personagem central da trama o benefício da dúvida, não apenas de ter matado, mas por ter culpa pelos acontecimentos que antecederam a morte da qual a mesma foi acusada.

    Ainda que a trama da série nos faça viajar pelos mais diversos caminhos e possibilidades, ela nos apresenta um roteiro conciso que acaba não entregando alguns dos argumentos necessários, deixando a desejar nas curvas que a história toma.

    VEREDITO

    Ainda que Uma Mãe Perfeita tenha tido início interessante e poderoso, a série falha em alguns momentos por abordar alguns assuntos polêmicos e por entregar um mote que nos deixe satisfeito ao final de seu quarto episódio. Com essa falha – a falta do gancho narrativo que precisamos para ter um final satisfatório -, a série falha e tenta jogar em seus últimos minutos um plot twist a fim de tentar salvar o que neste momento parece um trem desgovernado. Com isso, entender que os caminhos que a série como um produto de mídia toma, são extremamente prejudiciais nos dias de hoje.

    Uma Mãe Perfeita é uma daquelas séries que podem ser assistidas em uma tarde, mas deixo um aviso: para fazê-lo, você precisa de estômago e também de entender que nem tudo é como a gente quer – nem mesmo o fim daquela série que parecia tão promissora.

    Nossa nota

    3,0 / 5,0

    Confira o trailer de Uma Mãe Perfeita:

    Inscreva-se no YouTube do Feededigno

    Assista às nossas análises de filmes, séries, games e livros em nosso canal no YouTubeClique aqui e inscreva-se para acompanhar todas as semanas nossos conteúdos também por lá!

    Artigos relacionados

    Dragon Ball: Os 10 melhores episódios para assistir no Globoplay

    Após mais de 10 anos sem a TV Globinho, Dragon Ball chegou ao Globoplay. Confira a lista com os 10 melhores episódios.

    Veja o Clube Hellfire jogando D&D de verdade

    Eddie reina como o Mestre do Clube Hellfire em Stranger Things; mas o ator Joe Quinn, nunca havia jogado RPG antes... bom, até agora!

    HBO Max: Títulos para comemorar 1 ano do serviço

    A HBO Max está em festa! No dia 29 de junho, a plataforma de streaming completa um ano de seu lançamento na América Latina!

    Peaky Blinders: Relembre a linha do tempo histórica da série

    Conheça os principais acontecimentos históricos da série Peaky Blinders, desde a 1ª temporada até a 5ª; a 6ª temporada já está disponível.