Início SÉRIE Notícia Dom: Conheça a nova série brasileira da Amazon Prime Video

Dom: Conheça a nova série brasileira da Amazon Prime Video

CRÍTICA - Dom (1ª temporada, 2021, Amazon Prime Video)

Dom, nova série da Amazon Prime Video, chega ao serviço de streaming no dia 4 de junho. Com Breno Silveira (Dois Filhos de Francisco, Gonzaga) como showrunner, a produção brasileira traz Gabriel Leone e Flávio Tolezani nos papéis principais.

A série, que possui oito episódios com média de uma hora de duração, é baseada na história real de Pedro Dom, líder de uma gangue criminosa no início dos anos 2000. O alicerce da trama está na relação de Pedro e seu pai, Victor, um policial civil que lutou a vida toda contra o tráfico de drogas no país.

Em uma coletiva de imprensa promovida pela Amazon Prime Video, o elenco, o showrunner e Malu Miranda (Head de Conteúdo Original para o Brasil do Amazon Studios), comentaram sobre a obra e sua importância para o mercado audiovisual brasileiro.

Sinopse de Dom

De acordo com a sinopse oficial divulgada pela Prime Video, a série conta a história de um belo rapaz da classe média carioca que foi apresentado à cocaína na adolescência, colocando-o no caminho para se tornar o líder de uma gangue criminosa.

Alternando entre ação, aventura e drama, Dom também acompanha o pai de Pedro, Victor Dantas (Tolezani), que, na adolescência, faz uma descoberta no fundo do mar, denuncia às autoridades e acaba ingressando no serviço de inteligência da polícia.

A série mostra a jornada de pai e filho vivendo vidas opostas, muitas vezes se espelhando e se complementando, enquanto ambos enfrentam situações que confundem os limites entre o certo e o errado.

Elenco e equipe técnica do seriado

Dom é estrelada por Gabriel Leone e Flávio Tolezani, mas também podemos destacar os seguintes atores que são muito importantes para a trama:

Filipe Bragança – Victor Dantas (jovem)
Raquel Villar – Jasmin
Isabella Santoni – Viviane
Ramon Francisco – Lico
Digão Ribeiro – Armário
Mariana Cerrone – Laura

Dom é dirigida por Vicente Kubrusly e Breno Silveira, que também lidera a equipe de roteiristas formada por Fábio Mendes, Higia Ikeda, Carolina Neves e Marcelo Vindicatto.
A série é produzida por Renata Brandão e Ramona Bakker, ambas da produtora Conspiração. A trilha sonora é de Antonio Pinto.

Breno Silveira e a história de Dom

Há 12 anos, Breno Silveira entrevistou Victor Lomba, pai de Pedro Dom. Foi a partir desse acontecimento que Silveira entendeu o quão valiosa e impactante era aquela história, podendo render, futuramente, uma produção audiovisual.

Além dos inacreditáveis acontecimentos na vida de Dom, Victor também contou sua própria história para Silveira. Por ser policial, Victor acompanhou a chegada da cocaína em território brasileiro e viu de perto a transformação do Rio de Janeiro.

Para Breno, o seriado apresenta duas figuras antagônicas: um chefe de uma gangue e um policial que luta contra o tráfico. Dois lados da mesma moeda em uma trama repleta de reviravoltas, mas alicerçada em um mesmo ponto: o laço de amor entre pai e filho.

De acordo com o showrunner, ele trabalhou nesse roteiro por mais de 10 anos. Dentre as bases da pesquisa para a construção da série estão o livro escrito pelo próprio Victor Lomba; o livro de Tony Bellotto, lançado em 2020 pela Companhia das Letras; mais de 50 entrevistas; além dos depoimentos do próprio Victor.

Para Silveira, a vida pode não fazer sentido, mas o roteiro precisa fazer. Portanto, a construção da narrativa é como uma grande teia que precisa ser organizada, ter momentos-chave e ganchos importantes que façam a história, como um todo, ter um fluxo inteligente e compreensível.

Para exemplificar, o showrunner especificou que o seriado começa como um thriller, mas também possui momentos contemplativos e de drama. Para ele, toda a trama é desenvolvida em torno da ligação entre pai e filho e em como isso moldou o desenrolar da vida de ambos os protagonistas.

Mesmo com sua ampla experiência em fazer filmes baseados em fatos reais, como Gonzaga: De pai para filho e Dois Filhos de Francisco, por exemplo, Silveira explicou que a dinâmica de criar uma série baseada em fatos reais é completamente diferente de um filme, principalmente nesse projeto que possui diversas passagens de tempo entre os anos 1970 e 2000.

Para ambientar todas as situações da vida de Victor e Pedro, Dom teve 164 locações abertas, sem nenhuma tomada em estúdio. Com essa liberdade artística, as filmagens foram executadas em algumas cidades do Brasil como Bahia, Recife e João Pessoa (além do Rio de Janeiro) e, em inúmeros momentos, foi necessário recriar as características das décadas passadas com um belíssimo trabalho de design de produção.

É esperado que a série seja um grande sucesso não só no Brasil como também no Exterior. De acordo com Malu Miranda, Dom foi traduzida em mais de 30 idiomas e estará disponível para mais de 240 países. Para a Amazon, o storytelling do Brasil é muito forte, e a série irá surpreender positivamente a audiência global.

A criação dos personagens de Dom

A série é baseada em fatos reais, mas os atores tiveram espaço para construir seus próprios personagens. Durante a coletiva, Gabriel Leone, Flávio Tolezani, Isabela Santoni e Raquel Villar comentaram sobre o processo de criação desses personagens, ressaltando que a condução de Breno Silveira foi primordial para o resultado da produção.

Boa parte do subsídio para atuação veio do roteiro e da experiência de Silveira com a história – afinal, ele esteve bem próximo do próprio Victor durante muitos anos. Entretanto, cada um encontrou liberdade para colocar suas próprias ideias e personalidade, criando uma identidade própria para esses personagens.

Para Leone e Tolezani, seus personagens possuem momentos solares e também de sombra. São complexos em suas próprias características, e esses dois lados são sentidos ao longo de toda a história. Ambos são extremos, viciados em adrenalina e não possuem medo, o que cria diversos confrontos entre os dois ao longo dos oito episódios.

O que mais impressionou o elenco foi a série ser gravada em ordem cronológica, podendo acompanhar todas as gravações dos anos de 1970 e ver a ambientação produzida pela equipe de Silveira. Para Leone, o processo de imersão durante os meses de filmagem foi tão intenso que ele já não se reconhecia sem as lentes de contato azuis.

Dom estreia no próximo dia 4 de junho no streaming da Amazon Prime Video! Assista ao trailer:

Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.

Artigo anteriorOPINIÃO | O Método Kominsky e a importância da experiência em Hollywood
Próximo artigoCRÍTICA – O Método Kominsky (3ª temporada, 2021, Netflix)
Relações-Públicas de formação. Com pós-graduação em Star Wars e universo expandido, mas Trekker de coração. Defensora de todos os Porgs, Ewoks e criaturas fofinhas da galáxia.