Início SÉRIE Artigo Os Ausentes: Conheça a nova série brasileira da HBO Max

Os Ausentes: Conheça a nova série brasileira da HBO Max

Os Ausentes: Conheça a nova série brasileira da HBO Max

Os Ausentes, nova série brasileira original da HBO Max, chega ao streaming no dia 22 de julho. Com direção-geral de Caroline Fioratti e direção de Raoni Rodrigues, a série policial traz Maria Flor e Erom Cordeiro nos papéis principais.

O seriado, que possui dez episódios com média de 45 minutos, foi criado por Maria Carmem Barbosa e Thiago Luciano. O roteiro é de Renê Belmonte, Bruno Passeri e do próprio Thiago. O projeto é da WarnerMedia Latin America e Panorâmica para a HBO Max, e tem produção de Mara Lobão e Rodrigo Montenegro.

Em coletiva de imprensa promovida pela HBO Max, elenco, diretores e produtores falaram da importância da série para o catálogo brasileiro do streaming, além de contar alguns detalhes sobre a produção.

Sinopse de Os Ausentes

Na trama, após o desaparecimento de sua filha Sofia, o ex-delegado Raul Fagnani (Erom Cordeiro) abre a agência Ausentes, que se torna famosa no submundo de São Paulo por receber todo tipo de clientes, sobretudo aqueles que não podem ou não querem recorrer à polícia. Ele ainda tem esperança de descobrir o que aconteceu com sua filha.

A chegada de Maria Julia (Maria Flor) a Ausentes muda o dia a dia de trabalho. Ela fugiu de Buenos Aires, após seu pai sumir misteriosamente, e está disposta a reencontrá-lo. Enquanto buscam por seus familiares, a dupla de investigadores se embrenha na procura por pistas para solucionar os casos que chegam à agência.

A cada episódio uma nova história é contada em Os Ausentes, que traz no elenco convidado nomes como Jacqueline Sato, César Troncoso, Indira Nascimento, Nuno Leal Maia, Negra Li, Flávia Garrafa, Augusto Madeira, entre outros.

A construção da série Os Ausentes

Durante a coletiva, Silvia Fu (produtora da WarnerMedia) trouxe um pouco de Os Ausentes em dados: gravada em mais de 100 locações de São Paulo, composta por mais de 100 atores e 1000 figurantes e quase 800 horas de gravação. Uma grande série não só em estrutura, mas também em temática, pois aborda os desaparecimentos de pessoas no Brasil.

De acordo com Thiago Luciano, criador do seriado, há cinco anos ele e Maria Carmem começaram a pesquisar sobre o tema e se espantaram com as informações alarmantes que encontraram. “Só em São Paulo duas pessoas desaparecem a cada hora. Não entra na cabeça, não tem como entender”, disse o showrunner.

A dupla encontrou no modelo de série procedural, com um caso por episódio, uma forma de explorar as diversas histórias reais existentes no Brasil e, ao mesmo tempo, dar andamento a um arco principal envolvendo Raul e Maria Julia. “A dificuldade foi transformar (o seriado) em procedural, como a gente iria resolver (a história) com um caso a cada dia”. Thiago ainda complementou dizendo que foi um processo desafiador escrever esse roteiro, mas ao mesmo tempo muito satisfatório.

Para a diretora Caroline Fioratti, a alma da série são esses personagens. Cada história mergulha em cenários diferentes de São Paulo e, de acordo com a diretora, foi um desafio fechar o casting para as várias situações contempladas na trama. “Eu e Raoni (Rodrigues) trabalhamos desde o início juntos para unificar essa linguagem, o simbolismo que o roteiro trazia. Principalmente com esses atores incríveis. Vocês vão se surpreender em cada episódio com quem vai aparecer”.

A produtora Mara Lobão acrescentou que o contexto da série acaba ecoando em pessoas próximas, pois muitas possuem histórias de alguém que desapareceu. No entanto, poucos retornaram para as suas famílias ou houve algum fechamento para os casos.

A atriz Flávia Garrafa ponderou que “a arte está aí pra ajudar a gente a olhar pra realidade. Quanto mais identificação, mais você consegue um envolvimento (…) Se eu passo por essa situação e vejo na série, eu acho que isso ajuda as pessoas a se conectarem”.

Protagonismo feminino em séries policiais

Os Ausentes: Conheça a nova série brasileira da HBO Max

Várias mulheres estão envolvidas na produção, direção e elenco de Os Ausentes. Esse protagonismo feminino é algo extremamente positivo e foi exaltado durante a coletiva.

“Eu amo Mare of Easttown e eu lembrei muito de Os Ausentes. As mulheres têm uma potência enorme e isso é maravilhoso”, disse Maria Flor, protagonista da produção. De acordo com a atriz, a personagem Maria Julia é muito cativante: “Eu nunca tinha feito uma série de mistério e investigação. Foi a primeira vez que entrei em contato com esse universo (…) é muito pesado, mesmo, em vários momentos a gente tinha que se aproximar de sensações e sentimentos por conta daquelas pessoas que estavam ali perdendo entes queridos”.

Para Fioratti, a parceria entre as mulheres do projeto foi algo muito especial. “Foi um presente poder fazer a direção-geral de Os Ausentes. Nem todo mundo entende que a direção é um lugar feminino. Grandes mulheres estão atrás das câmeras pra fazer essa série acontecer.”

Maria Flor complementou dizendo que “uma diretora mulher fazendo esse tipo de série é um grande acerto. Traz uma humanidade que é muito diferente. Séries de ação normalmente são dirigidas por homens, e essa diretora-geral é uma mulher e é uma série sobre conflitos humanos, mas ela tem humor, ação… tem uma gama de coisas que atraem muito”.

Os sentimentos que envolvem a série

Na premissa da série, a agência Ausentes atende casos de pessoas que não querem (ou não podem) procurar a polícia. “A Ausentes existe pra quem não pode ir pra polícia por vários motivos. E normalmente é por não ter ajuda por causa do recorte social”, disse Silvia Fu.

De acordo com Thiago, a agência quer ajudar quem precisa, levando as pessoas de volta para os braços da família. Ao mesmo tempo, o Raul e a Maria Julia estão em suas buscas pessoais. “O que a gente tentou fazer com todos os roteiros e arcos da série é mostrar essa ausência. Não só falar sobre o desaparecimento de pessoas, mas essa ausência de sentimentos, de reações”, declarou.

Devido às histórias se passarem em várias comunidades diferentes de São Paulo, a série possui muitas locações externas, trazendo uma potência visual muito grande. O ator Augusto Madeira pontuou que essa construção é “algo que brilha o olho. É uma série investigativa que te deixa preso, instigado (…) que vai pelo submundo e vai entrando em meandros que a gente não conhece muito. Eu sou fã”.

Assista ao trailer da série:

Os Ausentes terá seus 10 episódios disponibilizados na HBO Max no dia 22 de julho.

Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.

Artigo anteriorKang, o Conquistador: Conheça as 10 variantes mais poderosas
Próximo artigoCRÍTICA – Deep (2021, Netflix)
Relações-Públicas de formação. Com pós-graduação em Star Wars e universo expandido, mas Trekker de coração. Defensora de todos os Porgs, Ewoks e criaturas fofinhas da galáxia.