Início FILMES Brightburn: James Gunn comenta sobre sequência

Brightburn: James Gunn comenta sobre sequência

136
0
CRÍTICA - Brightburn: Filho das Trevas (2019, David Yarovesky)

Tem sido um ano interessante para James Gunn. A Disney demitiu o diretor/roteirista de Guardiões da Galáxia, apenas para vê-lo ser contratado pela Warner Bros. para o novo filme de O Esquadrão Suicida, então a Disney o contratou de volta para que ele possa continuar a franquia com Guardiões da Galáxia 3. Em meio a toda essa turbulência, Gunn produziu um filme de super-heróis de um tipo diferente, uma espécie de “Superman do Mal” com o terror Brightburn.

O filme não fez exatamente um grande sucesso nas bilheterias. No entanto, James Gunn está pensando em fazer uma sequência para o filme. Em uma publicação no Instagram lamentando a perda da Mad Magazine, um usuário perguntou ao cineasta sobre a possibilidade de retornar ao mundo de Brightburn, onde Gunn respondeu:

“Acho que estou preso nos próximos anos com O Esquadrão Suicida e Os Guardiões [da Galáxia 3], mas estamos conversando sobre a sequência.”

David Yarovesky dirigiu Brightburn, escrito por Mark Gunn e Brian Gunn. Elizabeth Banks (Jogos Vorazes) estrelou ao lado de David Denman (The Office), Jackson A. Dunn, Matt Jones e Meredith Hagner completam o elenco principal.

PUBLICAÇÃO RELACIONADA | CRÍTICA – Brightburn: Filho das Trevas (2019, David Yarovesky)

James Gunn produziu com os produtores executivos Mark Gunn, Brian Gunn, Dan Clifton, Simon Hatt e Nic Crawley. O H Collective financiou inteiramente o recurso e produziu junto com a companhia de Gunn, Troll Court Entertainment. A Screen Gems lançou o filme em Maio deste ano; com um orçamento de US $ 6 milhões, Brightburn arrecadou cerca de US $ 17 milhões.

Comentários