Início FILMES Crítica CRÍTICA – A Sentinela (2021, Julien Leclercq)

CRÍTICA – A Sentinela (2021, Julien Leclercq)

CRÍTICA - A Sentinela (2021, Julien Leclercq)

A Sentinela é o filme número 1 no Top 10 da Netflix e é perfeito para esta semana da mulher, para você se lembrar que as mulheres podem tudo.

O novo filme original da gigante do streaming traz o protagonismo feminino para abordar um tema familiar para as mulheres, infelizmente.

SINOPSE

A militar francesa Klara (Olga Kurylenko) é transferida de volta para seu país. Por estar em casa, ela tem a ilusão que os problemas com a guerra são menores e que terá uma vida mais monótona. Mas, existe vida monótona sendo mulher? Há paz para nós na sociedade?

Além do desafio de lidar com o estresse e os traumas da guerra, Klara percebe que estava enganada e precisa usar o seu treinamento para buscar uma coisa: vingança.

ANÁLISE

A Netflix está apostando bastante em filmes de ação, por exemplo: a produção chamada Zona de Combate estreou na plataforma em janeiro de deste ano.

A nova proposta do streaming é o longa A Sentinela, que possui esse nome por causa da operação militar na França que teve como objetivo realizar patrulhas para impedir ataques terroristas.

A princípio parece que essa será a abordagem, uma militar com estresse pós-traumático lidando com acontecimentos denominados terroristas em seu país. Porém, para benefício da trama, há uma reviravolta e esse assunto torna-se plano de fundo.

Com cenas de violência impactantes – destaque para a última cena – e habilidade que a atriz principal tem com cenas mais rápidas, o filme é bom.

Entretanto, não quer dizer que seja excelente. Os 40 primeiros minutos são arrastados e o longa de Julien Leclercq demora para chegar ao tema central.

A expectativa não é daquelas boas, que nos deixa intrigados e querendo mais, pois quando chega o momento do desfecho é tudo muito corrido.

VEREDITO

A Sentinela é um bom filme para ver quando se está à toa e com preguiça de procurar algo no catálogo do serviço. Mas, não é daqueles que nos deixa viciados e querendo rever com frequência.

O bom é que aparentemente a Netflix está quase, quase lá, para nos entregar um excepcional filme de ação.

Nossa nota

3,7 / 5,0

Confira o trailer:

Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.