CRÍTICA – A Suspeita (2022, Pedro Peregrino)

    Longe do cinema desde 2015, Glória Pires retorna ao cinema nacional em A Suspeita, o elenco conta ainda com Gustavo Machado, Bukassa Kabengele, Daniel Bouzas, Júlia Gorman, Joelson Medeiros, Kizi Vaz, Paulo Vespúcio, Genézio de Barros e Alexandre Rosa Moreno.

    O longa teve sua premiere no 49º Festival de Gramado, onde Glória Pires conquistou o Kikito de Melhor Atriz; e também foi exibido no Hors Concours no Festival do Rio, de 2021, A Suspeita chega aos cinemas dia 16 de junho.

    SINOPSE

    Depois de ser diagnosticada com Alzheimer, a comissária da inteligência da Polícia Civil, Lúcia (Gloria Pires) decide se aposentar para cuidar de si e ficar mais perto de sua família. Entretanto, durante seu último caso, ela descobre um grande esquema criminoso e vira uma das principais suspeitas na própria investigação.

    ANÁLISE

    Em A Suspeita temos a estreia de Pedro Peregrino na direção de filmes e diferente da maioria dos filmes policiais nacionais depois do sucesso de Tropa de Elite (2007), a produção não é focada na ação. Aqui temos um suspense focado na investigação da Polícia Civil liderada pela comissária Lúcia, quando ela é emboscada e passa a ser apontada como principal suspeita do assassinato de um civil e seu parceiro.

    Entre os desdobramentos das investigações e os lapsos de memória, Lúcia agora terá que lutar por sua vida. Apesar da mudança de ritmo diferente da fórmula Tropa de Elite ser extremamente necessária para os filmes policiais nacionais, a direção de Peregrino acerta ao apresentar os dramas causados pelas consequências do Alzheimer com suas perdas de memórias em uma policial que dedicou toda sua vida para a corporação e que próximo do fim de sua carreira precisa lidar com a perda de sua história e enquanto luta para manter sua reputação.

    VEREDITO

    Infelizmente, o ritmo lento prejudica o primeiro trabalho de Pedro Peregrino. Com cortes demorados, muitas das mudanças de cenas são tão lentas quanto os apagões da protagonista. Por outro lado, Glória Pires faz jus aos seus muitos anos de carreira ao apresentar uma personagem forte e decidida.

    Um veredito “não sou capaz de opinar” seria a melhor piada pronta (referência ao icônico meme de Glória durante sua participação como comentarista do Oscar 2016), mas obviamente seria uma terrível injustiça ao talento inegável da atriz.

    Nossa nota

    2,5 / 5,0

    Assista ao trailer:

    A Suspeita chega aos cinemas dia 16 de junho.

    LEIA TAMBÉM:

    Cinema Nacional: 25 filmes para você assistir e parar de criticar

    Inscreva-se no YouTube do Feededigno

    Assista às nossas análises de filmes, séries, games e livros em nosso canal no YouTubeClique aqui e inscreva-se para acompanhar todas as semanas nossos conteúdos também por lá!

    Artigos relacionados

    TBT #183 | Platoon (1986, Oliver Stone)

    Platoon, de Oliver Stone sem dúvida está na lista dos fãs de filmes de guerra. Veja nossa clássica indicação de TBT!

    CRÍTICA – Amor & Gelato (2022, Brandon Camp)

    Amor & Gelato é a nova aposta de filme de romance da Netflix. Baseado no livro homônimo de Jenna Evans, o longa é dirigido por Brandon Camp.

    Thor: Amor e Trovão | Conheça o elenco do filme

    Agora falta pouco para Thor: Amor e Trovão chegar aos cinemas! Confira neste artigo quem são os personagens e atores envolvidos na produção.

    CRÍTICA – O Apocalipse do Amor (2022, Hilal Saral)

    O Apocalipse do Amor é um filme turco dirigido pela diretora Hilal Saral. Veja o que achamos da produção de estreia da diretora turca.