Início FILMES Crítica CRÍTICA – Mortal Kombat Legends: A Batalha dos Reinos (2021, Ethan Spaulding)

CRÍTICA – Mortal Kombat Legends: A Batalha dos Reinos (2021, Ethan Spaulding)

Mortal Kombat Legends: A Batalha dos Reinos é a continuação de Mortal Kombat Legends: A Vingança de Scorpion e é dirigido novamente por Ethan Spaulding.

SINOPSE DE MORTAL KOMBAT: A BATALHA DOS REINOS

A guerra entre os reinos iniciou e muito sangue está sendo derramado na batalha. Para acabar de vez com esse eterno embate, Lorde Raiden e Shao Khan decidem unir as tropas e se enfrentar mais uma vez no Mortal Kombat, o torneio mais violento do universo. Agora, Liu Kang e seus aliados devem decidir o destino da Terra.

ANÁLISE

Mortal Kombat

Mortal Kombat Legends: A Batalha dos Reinos possui duas linhas narrativas, uma vez que conta a história principal com Liu Kang no comando, ao mesmo tempo em que Scorpion deve escapar das garras de Shinnok que quer dominar todos os reinos.

Essa proposta tira um peso essencial do shaolin protagonista, visto que se perde muito tempo com combates infrutíferos que tem o único intuito de mostrar a violência gráfica do game. Aliás, o segundo filme é ainda mais sanguinolento, pois com uma quantidade maior de ação, a pancadaria e vísceras rolam soltas. 

É extremamente satisfatório ver tantos fatalities e combates canônicos entre personagens importantes do jogo. Contudo, a história vai se perdendo ao longo de toda ação que não nos dá nenhum respiro, tampouco desenvolve a trama do número elevado de personagens. As tramas paralelas demasiadas nos fazem perder um pouco da atenção e interesse do que está ocorrendo em tela, mesmo que o longa tenha momentos incríveis e um vilão ameaçador como Shao Khan, que é muito poderoso e mortal.

Se o filme fosse mais econômico em algumas decisões, certamente seria o filme ideal para expandir o universo sangrento que amamos tanto.

VEREDITO DE MORTAL KOMBAT: A BATALHA DOS REINOS

Mortal Kombat

Com uma história inflada de personagens e demasiada ação, a nova animação Mortal Kombat Legends: A Batalha dos Reinos tem muitos acertos, mas traz consigo alguns erros que diminuem nossa experiência, principalmente em seu roteiro que se perde em meio a tantos protagonistas.

Se o longa animado fosse mais objetivo e tratasse melhor Liu Kang e seus aliados, por exemplo, com certeza seria tão marcante ou até mais que seu excelente antecessor.

Nossa nota

3,5/5,0

Confira o trailer de Mortal Kombat Legends: A Batalha dos Reinos:

Curte nosso trabalho? Que tal nos ajudar a mantê-lo?

Ser um site independente no Brasil não é fácil. Nossa equipe que trabalha – de forma colaborativa e com muito amor – para trazer conteúdos para você todos os dias, será imensamente grata pela sua colaboração. Conheça mais da nossa campanha no Apoia.se e nos ajude com sua contribuição.

Artigo anteriorLife is Strange: True Colors | Conheça o novo game da franquia
Próximo artigoPokémon GO: Confira a programação da Hora do Holofote em setembro
Relações-públicas, gremista, nerd, escorpiano e palestrinha. Parece futebolista, pois só vive descendo a lenha. DC é melhor que Marvel, todavia, amamos as duas.