CRÍTICA – Naquele Fim de Semana (2022, Kim Farrant)

    Naquele Fim de Semana é uma adaptação homônima da obra literária de Sarah Alderson, que assina o roteiro, e tem Leighton Meester (Gossip Girl) como protagonista no elenco. O longa é original da Netflix.

    SINOPSE DE NAQUELE FIM DE SEMANA

    Kate (Christina Wolfe) acabou de se separar e não está muito bem. Beth (Leighton Meester), sua melhor amiga, vai visitá-la e ajudá-la a sair do fundo do poço. As duas acabam indo para a noitada, entretanto, Beth acorda sozinha e sem as memórias do que aconteceu. Kate sumiu e agora ela deve encontrá-la, passando por uma série de situações perigosas e descobertas terríveis sobre todos em quem confia.

    ANÁLISE

    Naquele Fim de Semana é um thriller de suspense que busca utilizar diversos métodos de longas do gênero, bebendo muito de fontes como Agatha Christie e obras similares.

    Contudo, se há aqui essa tentativa de trazer esses elementos em tela por parte da direção de Kim Farrant e da roteirista e também autora do livro Sarah Alderson, elas falham miseravelmente, pois nada funciona aqui.

    O elenco é muito ruim, uma vez que não consegue expressas emoções e apenas temos caretas e tentativas frustradas de sair dos estereótipos apresentados por cada personagem. Temos o policial mal e sua parceria badass, os capangas fracassados, o taxista árabe que é um sidekick discriminado e uma protagonista sem sal e que passa metade do filme chorando ou tendo ataques histéricos.

    A direção tampouco se salva, pois não consegue criar tensão e muito menos suspense. Há um dado momento que uma elipse é tão mal feita que perdemos a noção de tempo do que está ocorrendo na trama, ou seja, existem falhas técnicas no projeto. Em algumas cenas, inclusive, a trilha sonora e direção não encaixam, ficando cafonas em vários sentidos. Dois momentos do longa são risíveis, com uma péssima montagem e atuações desastrosas.

    O roteiro é fraco e usa como bengala as incessantes viradas na trama, algo que apenas constrange e não consegue ser inovador. Ainda por cima existem dois plot twists péssimos no final, o que afunda ainda mais Naquele Fim de Semana na lama.

    VEREDITO

    O novo suspense da Netflix mira em uma história de tirar o fôlego, mas acerta em apenas um filme cheio de reviravoltas mirabolantes e escolhas muito ruins. Nada se salva, infelizmente, pois havia um certo potencial. Assista caso queira dar boas risadas.

    Nossa nota

    1,0/5,0

    Confira o trailer do filme:

    Acompanhe as lives do Feededigno na Twitch

    Estamos na Twitch transmitindo gameplays semanais de jogos para os principais consoles e PC. Por lá, você confere conteúdos sobre lançamentos, jogos populares e games clássicos todas as semanas.

    Curte os conteúdos e lives do Feededigno? Então considere ser um sub na nossa Twitch sem pagar nada por isso. Clique aqui e saiba como.

    Artigos relacionados

    TBT #183 | Platoon (1986, Oliver Stone)

    Platoon, de Oliber Stone sem dúvida está na lista dos fãs de filmes de guerra. Veja nossa clássica indicação de TBT!

    CRÍTICA – Amor & Gelato (2022, Brandon Camp)

    Amor & Gelato é a nova aposta de filme de romance da Netflix. Baseado no livro homônimo de Jenna Evans, o longa é dirigido por Brandon Camp.

    Thor: Amor e Trovão | Conheça o elenco do filme

    Agora falta pouco para Thor: Amor e Trovão chegar aos cinemas! Confira neste artigo quem são os personagens e atores envolvidos na produção.

    CRÍTICA – O Apocalipse do Amor (2022, Hilal Saral)

    O Apocalipse do Amor é um filme turco dirigido pela diretora Hilal Saral. Veja o que achamos da produção de estreia da diretora turca.