CRÍTICA – No Ritmo do Coração (2021, Siân Heder)

    No Ritmo do Coração (CODA, título original) está disponível na Amazon Prime Video; O longa dirigido e roteirizado por Siân Heder é uma adaptação americana do filme francês A Família Bélie (2014).

    No elenco estão Emilia Jones (Locke & Key), Troy Kotsur, Daniel Durant e Marlee Matlin.

    O longa chegou ao catálogo do serviço de streaming no dia 07 de janeiro.

    PUBLICAÇÃO RELACIONADA | Oscar 2022: Onde assistir aos principais filmes da premiação?

    SINOPSE

    Ruby (Emilia Jones) é a única pessoa que escuta em uma família com deficiência auditiva. A vida da jovem sempre foi ajudar o irmão e os pais nas tarefas do dia e no negócio de pesca da família, mas logo ela se envolve no coral da escola e se vê dividida entre seguir seu sonho na música ou ajudar a família.

    ANÁLISE

    Um filme sensível e cheio de bom humor, No Ritmo do Coração se baseia no dramédia para criar uma discussão profunda sobre família. A premissa pode até parecer batida, mas o longa de Siân Heder tem muito mais a oferecer.  

    Ruby é a única que escuta em sua família, seu irmão Leo (Daniel Durant), os pais Frank (Troy Kotsur) e Jackie (Marlee Matlin) são surdos, a responsabilidade de ser a intérprete da família recai sobre a jovem de 17 anos. Enquanto precisa lidar com os problemas familiares, Rudy também sofre bullying na escola, mas seu amor pela música a faz seguir seu sonho de cantar. 

    Os pais não compreendem a paixão de Ruby pela música e insistem que precisam dela para os negócios de pesca da família. Ao mesmo tempo Frank e Jackie têm medo que a filha fracasse, pois não sabem se ela é realmente boa. Dessa forma, a adolescente vive em dois mundos e precisa se desdobrar para atender as expectativas de seus pais e de seu professor de música, Bernardo (Eugenio Derbez). 

    Em um primeiro momento, o longa apresenta Ruby como a rocha da família sendo a responsável por todos, mas é quando a garota se desvencilha deles que Leo, Jackie e Frank mostram que podem se comunicar com as pessoas sem ajuda da filha mais nova. Existe uma dinâmica muito íntima e super protetora nessa família e a diretora sabe bem explorar essa relação a medida que entra cada vez mais na vida deles. 

    O filme conta com atores surdos para os papéis dos personagens surdos utilizando a língua de sinais praticamente como uma segunda língua no longa. Ruby é uma ótima intérprete para os momentos em família, mas as cenas em que o silêncio se faz presente e é preciso estar atento às conversas em sinais coloca o espectador realmente dentro daquele mundo, algo parecido com o que foi visto no vencedor de seis Oscars, O Som do Silêncio (2020), também da Amazon Prime Video.

    Em contraste, Ruby vai se distanciando cada vez mais da família e adquirindo desejos e sonhos próprios uma vez que entra em contato com a música. No Ritmo do Coração é um filme sobre sair do ninho e o quanto esse processo pode ser difícil, ainda mais para Ruby. O título do longa em inglês exemplifica esse sentimento, CODA – Children of Deaf Adults ou filha de adultos surdos – denota Ruby, mas a jovem é muito mais que isso, já que o título também pode significar a seção com que se termina uma música. 

    É nesse sentido que a roteirista e diretora propõe um olhar mais demorado para Ruby e é interessante perceber o quanto essa personagem cresce ao longo do filme. Interpreta genuinamente por Emilia Jones, a atriz se dedicou o máximo para o papel e por isso faz transições naturais entre as duas línguas, sabendo como se portar. 

    Dessa maneira, Troy Kotsur e Marlee Matlin estão divertidíssimos e carregam o tom cômico do filme. No Ritmo do Coração aposta bastante no dramédia e o que poderia sair errado se revela uma boa combinação para um filme comovente, daqueles que podemos chorar e rir ao mesmo tempo. 

    VEREDITO

    Siân Heder faz uma ótima adaptação em No Ritmo do Coração, um filme que poderia cair em clichês, mas é extremamente profundo e comovente. Emilia Jones faz uma atuação de nuances e está muito confortável com o seu papel, assim como Troy Kotsur, Marlee Matlin e Daniel Durant.

    Se o longa entrar no circuito de premiações será pelo incrível trabalho dessa produção.

    Nossa nota

    4,5 / 5,0

    Assista ao trailer:

    Inscreva-se no YouTube do Feededigno

    Assista às nossas análises de filmes, séries, games e livros em nosso canal no YouTube. Clique aqui e inscreva-se para acompanhar todas as semanas nossos conteúdos também por lá!

    Artigos relacionados

    Noites Sombrias #67 | Jason Vai Para o Inferno: A Última Sexta-Feira 13 (1993, Adam Marcus)

    Jason Vai Para o Inferno é o sexto filme da franquia de um dos ícones da cultura pop e que trouxe um misto de sentimentos na crítica.

    Top Gun: Maverick | Quem é o elenco do novo filme?

    Mais de 30 se passaram do clássico Top Gun, agora Tom Cruise está de volta em Top Gun: Maverick! Conheça o elenco.

    TBT #177 | Clube dos Cinco (1985, John Hughes)

    Clube dos Cincos é um daqueles clássicos dos anos 80 e seria uma heresia se não estivesse no TBT do Feededigno.

    Cannes: 5 filmes cotados para dominar o festival

    Começou nesta terça-feira (17) a 75ª edição do Festival Internacional de Cinema de Cannes. Conheça alguns filmes para ficar de olho!