CRÍTICA – O Beco do Pesadelo (2022, Guillermo del Toro)

    O Beco do Pesadelo (Nightmare Alley) é o novo filme do diretor oscarizado Guillermo del Toro. O projeto é uma nova adaptação do livro homônimo de William Lindsay Gresham, que já havia ganhado uma versão para as telonas em 1947 pelas mãos do diretor Edmund Goulding, com o nome de O Beco das Almas Perdidas.

    O longa de del Toro possui um elenco estelar que inclui Bradley Cooper, Cate Blanchett, Rooney Mara, Toni Collette, David Strathairn e Willem Dafoe.

    PUBLICAÇÃO RELACIONADA | Oscar 2022: Onde assistir aos principais filmes da premiação?

    SINOPSE DE O BECO DO PESADELO

    Um jovem ambicioso com talento para manipular pessoas com algumas palavras bem escolhidas junta-se a uma psiquiatra que é ainda mais perigosa do que ele.

    ANÁLISE

    Guillermo del Toro é um diretor que sempre traz um elemento novo, e interessante, em suas produções. Seja pela estética, ou pela narrativa, del Toro está sempre testando novas propostas e entregando projetos diferenciados. Em O Beco do Pesadelo, sua leitura para o livro homônimo de William Lindsay Gresham, o diretor aposta em uma estética noir chique e visualmente impecável.

    O elenco escolhido para a trama é igualmente impecável. Afinal, fazem parte da produção os indicados ao Oscar Willem Dafoe, Toni Collette, Rooney Mara e Bradley Cooper, além da oscarizada Cate Blanchett. Mesmo os papéis secundários possuem participações de luxo, como os atores Ron Perlman, Richard Jenkins, Holt McCallany e Jim Beaver.

    A ambientação de O Beco do Pesadelo é belíssima, e provavelmente encontrará espaço nas categorias técnicas das próximas premiações. Desde as locações no circo até a imersão na cidade grande, é perceptível que o trabalho foi executado com grande esmero, e o torna uma parte essencial do longa.

    A primeira parte do filme se passa completamente imersa na realidade do circo, em uma locação aberta e espaçosa que consegue cativar a atenção do espectador. O diretor de fotografia Dan Laustsen, a designer de produção Tamara Deverell e o figurinista Luis Sequeira fizeram um trabalho exuberante na criação dessa atmosfera e merecem grande reconhecimento pelo seu trabalho.

    CRÍTICA - O Beco do Pesadelo (2022, Guillermo del Toro)

    Entretanto, apesar de O Beco do Pesadelo imprimir uma estética belíssima e ter um trabalho técnico muito bem desenvolvido – inclusive no que tange à direção de del Toro -, é impossível deixar em segundo plano o desenrolar de seu roteiro. Confesso que não conhecia o material base da história antes de assistir ao longa, mas sua condução é por vezes cansativa e com poucos momentos envolventes.

    Apesar dos atores estarem em sintonia e entregarem ótimas atuações, O Beco do Pesadelo possui um ápice fraco e previsível. É possível entender os meandros de seu desenrolar, e os motivos de algumas cenas estarem inseridas em momentos-chave, antes mesmo do fim da projeção, o que acaba tornando o desfecho um pouco decepcionante.

    Ao fechar um círculo perfeito em seus acontecimentos, como se todas as situações convergissem em uma repetição, o clímax de O Beco do Pesadelo parece nunca chegar. Até mesmo o jogo de poder, que acontece nas entrelinhas da produção, não surpreende em nenhum momento. É provável que boa parte desse sentimento venha, também, de sua longa duração. A produção possui duas horas e 30 minutos, uma rodagem extensa e que se torna, por vezes, cansativa.

    CRÍTICA - O Beco do Pesadelo (2022, Guillermo del Toro)

    Mesmo admirando o trabalho de del Toro e reconhecendo que O Beco do Pesadelo possui inúmeros pontos positivos, há de se levar em consideração o quão vazios parecem os personagens retratados, mesmo com todo o tempo de tela que possuem. E essa percepção aumenta quando analisamos as personagens femininas separadamente.

    VEREDITO

    O Beco do Pesadelo é uma experiência visualmente interessante e possui um elenco de primeira. Entretanto, é uma produção que se perde na previsibilidade de sua narrativa.

    Nossa nota

    3,5/5,0

    Assista ao trailer:

    Inscreva-se no YouTube do Feededigno

    Assista às nossas análises de filmes, séries, games e livros em nosso canal no YouTube. Clique aqui e inscreva-se para acompanhar todas as semanas nossos conteúdos também por lá!

    Artigos relacionados

    Noites Sombrias #67 | Jason Vai Para o Inferno: A Última Sexta-Feira 13 (1993, Adam Marcus)

    Jason Vai Para o Inferno é o sexto filme da franquia de um dos ícones da cultura pop e que trouxe um misto de sentimentos na crítica.

    Top Gun: Maverick | Quem é o elenco do novo filme?

    Mais de 30 se passaram do clássico Top Gun, agora Tom Cruise está de volta em Top Gun: Maverick! Conheça o elenco.

    TBT #177 | Clube dos Cinco (1985, John Hughes)

    Clube dos Cincos é um daqueles clássicos dos anos 80 e seria uma heresia se não estivesse no TBT do Feededigno.

    Cannes: 5 filmes cotados para dominar o festival

    Começou nesta terça-feira (17) a 75ª edição do Festival Internacional de Cinema de Cannes. Conheça alguns filmes para ficar de olho!