CRÍTICA – Quatro Amigas Numa Fria (2022, Roberto Santucci)

    Estrelado por Fernanda Paes Leme, Maria Flor, Micheli Machado e Priscila Assum, a comédia Quatro Amigas Numa Fria apresenta a história de um grupo de amigas de infância curtindo uma despedida de solteira em Bariloche. Porém, os planos não saem bem como elas imaginaram.

    O longa estreia no dia 19 de maio nos cinemas de todo o Brasil. Confira nossa crítica sem spoilers da produção.

    SINOPSE DE QUATRO AMIGAS NUMA FRIA

    A produção apresenta Daniela (Maria Flor), Karen (Fernanda Paes Leme), Ludmila (Micheli Machado) e Josie (Pri Assum), quatro amigas de infância que viajam a Bariloche para a despedida de solteira da Dani, esperando uma viagem tranquila e divertida. Ao chegarem na cidade argentina, no entanto, as coisas não saem exatamente como elas planejaram.

    Entre chalés sem aquecedores, esquis e muita neve, a viagem se torna uma oportunidade para revelações do passado e mágoas do presente que vão alterar para sempre o futuro das amigas.

    ANÁLISE

    Quatro Amigas Numa Fria apresenta um grupo interessante de personagens femininas lidando com suas inseguranças, ao mesmo tempo que redescobrem um elo de amizade há muito balançado pelas consequências da vida adulta.

    Daniela, interpretada por Maria Flor, é a personagem que todas as outras pessoas invejam. Com a vida dos sonhos, ela é admirada por todos e está prestes a se casar com um cara bacana. As outras três amigas, por outro lado, dificilmente conseguem alcançar o “nível” de vida de Daniela, já que cada uma delas possui particularidades bem distintas.

    Karen é a mais misteriosa do grupo e possui uma personalidade mais volátil, Josie é a criança que esqueceu de crescer e Ludmila é a mãe de família sobrecarregada e que abre mão de cuidar de si mesma em prol da família.

    Esse grupo de amigas de infância se reencontra nessa fase adulta após anos sem terem um tempo juntas. Ao fazerem uma viagem para Bariloche, elas começam a entender melhor umas às outras, retomando seu laço de amizade fragilizado. No entanto, o roteiro de Paulo Cursino e Taisa Lima acrescenta outros personagens ao longo da história, dividindo a trama em núcleos e afastando o público da relação entre as amigas.

    CRÍTICA - Quatro Amigas Numa Fria (2022, Roberto Santucci)

    Apesar do drama de Karen ser interessante, não há tempo suficiente para desenvolvê-lo de forma eficiente. O mesmo podemos dizer da história de Daniela e seu noivo, mesmo Maria Flor tendo um grande tempo de tela.

    Josie é a mais negligenciada da produção, pois além de ser o alívio cômico, alguns plots que a envolvem são um tanto problemáticos. Quem acaba se valendo do enfraquecimento narrativo das outras personagens é Ludmila, que possui a trama mais divertida e tocante.

    A reflexão da personagem sobre não ser uma mulher que as amigas admiram, afinal ela não é rica, “bem-sucedida” e é mãe de três filhos; acaba sendo uma das mensagens mais interessantes que o longa apresenta, pois gera um debate pertinente sobre a imagem da mulher considerada inspiradora.

    Apesar de se passar em uma locação bonita como Bariloche, poucas são as cenas em que a paisagem realmente causa algum impacto. Devido às diversas tramas paralelas e à duração do filme, tudo parece um pouco corrido, o que acaba pesando na experiência final.

    VEREDITO

    Quatro Amigas Numa Fria busca apresentar uma história simples, mas se enrola em suas subtramas e perde o ponto da trama onde a reaproximação das amigas deveria ser o foco principal. Com algumas “piadas” problemáticas (e um tanto caricatas), a produção perde algumas oportunidades.

    Nossa nota

    2,0 / 5,0

    Assista ao trailer:

    Inscreva-se no YouTube do Feededigno

    Assista às nossas análises de filmes, séries, games e livros em nosso canal no YouTubeClique aqui e inscreva-se para acompanhar todas as semanas nossos conteúdos também por lá!

    Artigos relacionados

    TBT #183 | Platoon (1986, Oliver Stone)

    Platoon, de Oliver Stone sem dúvida está na lista dos fãs de filmes de guerra. Veja nossa clássica indicação de TBT!

    CRÍTICA – Amor & Gelato (2022, Brandon Camp)

    Amor & Gelato é a nova aposta de filme de romance da Netflix. Baseado no livro homônimo de Jenna Evans, o longa é dirigido por Brandon Camp.

    Thor: Amor e Trovão | Conheça o elenco do filme

    Agora falta pouco para Thor: Amor e Trovão chegar aos cinemas! Confira neste artigo quem são os personagens e atores envolvidos na produção.

    CRÍTICA – O Apocalipse do Amor (2022, Hilal Saral)

    O Apocalipse do Amor é um filme turco dirigido pela diretora Hilal Saral. Veja o que achamos da produção de estreia da diretora turca.