CRÍTICA – Tudo em Todo o Lugar ao Mesmo Tempo (2022, Daniel Kwan, Daniel Scheinert)

    Tudo em Todo o Lugar ao Mesmo Tempo é o novo longa da produtora A24 e conta com Michelle Yeoh (Shang Chi) em seu elenco. O filme está disponível nos cinemas brasileiros.

    SINOPSE DE TUDO EM TODO O LUGAR AO MESMO TEMPO

    Evelyn (Michelle Yeoh) é uma mulher pacata que vive de forma infeliz com sua lavanderia e problemas de relacionamento com seu esposo, Waymond (Ke Huy Quan), e sua filha Joy (Stephanie Hsu).

    Entretanto, seus problemas ficam ainda maiores quando ela descobre que todo o multiverso está em perigo e ela é a única pessoa que pode salvar todos.

    ANÁLISE

    Tudo em Todo o Lugar ao Mesmo Tempo é o tipo de longa que pode pegar os desavisados completamente de surpresa, pois conta com uma trama completamente alucinante e que nos suga para um multiverso de opções e reviravoltas mirabolantes extremamente divertidas.

    O trabalho realizado pelos Daniels foi sensacional com tão pouco dinheiro investido no projeto, cerca de 25 milhões de dólares, o que é considerado troco para grandes franquias como, por exemplo, Doutor Estranho: No Multiverso da Loucura, que não tem metade da criatividade e ousadia da obra da A24.

    O filme possui um monte de qualidades, uma vez que tem personagens carismáticos, ideias malucas, um texto que ora é filosófico, ora entra com tudo na galhofice de uma comédia pastelão, algo muito positivo para a dinâmica incrível apresentada aqui.

    Michelle Yeoh, Ke Huy Quan e Jamie Lee Curtis dão um show de atuação com muita fisicalidade e intensidade em seus diversos papéis dentro de Tudo em Todo o Lugar ao Mesmo Tempo, visto que precisam entregar uma variação múltipla de personalidade dentro de situações bizarras que envolvem muita ação, drama e comédia. As atuações conseguem se destacar num contexto excelente de uma direção que mostra toda a sua competência com puro nonsense e referências deliciosas sobre cultura pop que estão por toda parte.

    De negativo, temos apenas talvez, e um talvez bem evidente aqui, a duração do longa, que nos deixa cansados em dado momento por conta da sua intensidade absurda. Em algumas cenas o longa poderia terminar, mas os Daniels optam por continuar mais um pouco, o que prejudica um pouco a experiência frenética de Tudo em Todo o Lugar ao Mesmo Tempo.

    VEREDITO

    tudo em todo lugar ao mesmo tempo

    Com um roteiro simples, mas interessante, além de muita inventividade em sua execução, Tudo em Todo o Lugar ao Mesmo Tempo é um dos filmes mais legais e inovadores dos últimos anos, mostrando que a A24 é sim uma referência em obras indie.

    Quem ainda não viu, dê uma chance, pois vale demais a pena!

    Nossa nota

    4,5/5,0

    Confira o trailer de Tudo em Todo o Lugar ao Mesmo Tempo:

    Inscreva-se no YouTube do Feededigno

    Assista às nossas análises de filmes, séries, games e livros em nosso canal no YouTubeClique aqui e inscreva-se para acompanhar todas as semanas nossos conteúdos também por lá!

    Artigos relacionados

    TBT #281 | ‘O Culpado’ é suspense que prenderá do início ao fim

    O Culpado é a nossa indicação do TBT. O longa é um suspense repleto de detalhes que te prenderá do início ao fim.

    Filmes inspirados em eventos reais que você vai querer ver para acreditar

    Existem muitas opções disponíveis, mas selecionamos uma lista de 7 filmes inspirados em histórias verdadeiras e que valem a pena.

    TBT #280 | ‘Janela Indiscreta’ é um filme de suspense à frente de seu tempo

    Janela Indiscreta é estrelado por James Stewart e Grace Kelly e é um dos maiores filmes de suspense de seu tempo, brincando sempre com nossa perspectiva do real e irreal.

    Planeta dos Macacos: O Reinado | Conheça os personagens

    Planeta dos Macacos: O Reinado está disponível nos cinemas. Conheça os personagens principais dessa nova aventura!