Noites sombrias #69 | Filmes com animais para gelar seu sangue

    Jurassic World Domínio já está entre nós, concluindo a franquia iniciada em Jurassic Park (1994); e com ele me fez lembrar que muitos filmes com animais assustadores já foram apresentados nas telonas do cinema. Desde de pequenos até criaturas colossais, de extintos até geneticamente modificados ou alterados por radiação. Na maioria das vezes, esses animais cruéis não podem ser controlados e só querem matar quem eles encontram; torna-os assassinos de filmes de terror ideais.

    A variedade é enorme e o cinema soube explorar muito bem esse nicho que quase segue um gênero paralelo ao terror e suspense. Independente de qual seja a espécie animal, eles sempre estão presentes na sétima arte e fiz uma lista para recordar alguns filmes desses devoradores de gente que fizeram gelar o sangue de muitos fãs de filmes com animais.

    Veja abaixo os mais aterrorizantes dos filmes cheios de dentes, garras e presas:

    Os Pássaros (1963)

    Os Pássaros

    Alfred Hitchcock é um mestre do suspense. Ele tem uma habilidade única de tirar a tensão de quase qualquer situação. No entanto, sua capacidade em transformar os pássaros do dia-a-dia em ameaça era uma façanha até para ele. O filme se passa em uma pequena cidade litorânea onde os pássaros de repente começam a atacar os humanos.

    Os pássaros nunca são os animais mais intimidantes, mas Hitchcock consegue mostrar que eles podem ser realmente ameaçadores se houver necessidade. Parte do que torna o filme tão perturbador é que nenhuma explicação é dada sobre por que as criaturas emplumadas de repente se tornaram assassinas.

    SINOPSE:

    Melanie Daniels (Tippi Hedren) é uma bela e rica socialite que sempre vai atrás do que quer. Um dia ela conhece o advogado Mitch Brenner (Rod Taylor) em um pet shop e fica interessada nele. Após o encontro ela decide procurá-lo em sua cidade. Ela dirige por uma hora até a pacata cidade de Bodega Bay, na Califórnia, onde Mitch costuma passar os finais de semana. Entretanto, Melaine só não sabia que iria vivenciar algo assustador: milhares de pássaros se instalaram na localidade e começam a atacar as pessoas.

    PUBLICAÇÕES RELACIONADAS:

    TBT #130 | Os Pássaros (1963, Alfred Hitchcock)

    Alfred Hitchcock: Conheça o diretor e seus 10 melhores filmes

    Tubarão (1975)

    Além de ajudar a criar a ideia do blockbuster de verão e impulsionar a carreira de Steven Spielberg, Tubarão também fez uma geração inteira de espectadores repensar sua próxima viagem à praia. O filme sobre um tubarão assassino aterrorizando uma comunidade praiana é considerado um dos maiores filmes de animais de todos os tempos e por boas razões.

    Junto com a assinatura do lendário Spielberg, o filme é uma aventura de verão perfeita e tensa. Muito foi dito sobre a difícil produção e como essas adversidades tornaram o filme melhor, sem contar a trilha sonora, a barbatana deslizando pela água, as vítimas sendo puxadas para baixo das ondas, tudo isso contribuiu para um dos maiores vilões – do reino animal – no cinema de todos os tempos.

    SINOPSE:

    Um terrível ataque a banhistas é o sinal de que a praia da pequena cidade de Amity virou refeitório de um gigantesco tubarão branco, que começa a se alimentar dos turistas. Embora o prefeito queira esconder os fatos da mídia, o xerife local, Martin Brody (Roy Scheider) pede ajuda ao ictiologista, Matt Hooper (Richard Dreyfuss) e ao pescador veterano, Quint (Robert Shaw) para caçar o animal. Mas a missão vai ser mais complicada do que eles imaginavam.

    Piranha (1978)

    Sem dúvida o melhor filme de peixe assassino pós-Tubarão, Piranha veio com muito talento. Dirigido por Joe Dante (Gremlins), produzido pelo lendário Roger Corman e escrito por John Sayles, que se tornou um dos principais cineastas independentes dos anos 80 e 90.

    Ele se concentra em um cardume de piranhas geneticamente modificados que aterroriza moradores e turistas locais em um resort de verão no lago. O roteiro inteligente e espirituoso de Sayles e a direção habilidosa de Dante atingem um equilíbrio perfeito entre sustos e risadas.

    SINOPSE:

    Maggie McKeown (Heather Menzies) é uma investigadora contratada para descobrir o paradeiro de Barbara Randolph (Janie Squire), que desapareceu junto com David (Roger Richman). Ela viaja pelos locais em que os dois estiveram até chegar na casa de Paul Grogan (Bradford Dillman), que vive em um acampamento de verão junto com sua filha Suzie (Shannon Collins). Incentivado por Maggie, Paul passa a investigar um complexo militar existente ao lado do local. Lá eles descobrem um laboratório onde estão diversos animais bizarros, perto de uma lagoa artificial. Ao escoar a água do local eles encontram os esqueletos de Barbara e David. É quando conhecem o Dr. Robert Hoak (Kevin McCarthy), que revela que o local abrigava piranhas mutantes, criadas para serem usadas como arma na Guerra do Vietnã. Agora soltas, elas começam a fazer seguidas vítimas.

    Aracnofobia (1990)

    Lançado no início da década de 90, onde os filmes de terror estavam decaindo, Aracnofobia procura causar efeito no público pela simplicidade, utilizando algumas situações bem corriqueiras, o que faz aumentar o medo. O filme está repleto de cenas que faz com que ficamos desconfiados com coisas normais que fazemos; como tomar banho ou comer pipoca.

    SINOPSE:

    Depois que um fotógrafo morre em missão na Venezuela, uma aranha venenosa pega uma carona em seu caixão para sua cidade natal na zona rural da Califórnia. Coincidentemente, o aracnofóbico Dr. Ross Jennings (Jeff Daniels) acabou de se mudar com sua esposa Molly (Harley Jane Kozak) e seu jovem filho para o lugar. Quando moradores da cidade começam a aparecer mortos, Jennings começa a suspeitar de aranhas que não são comuns na região.

    Max: Fidelidade Assassina (1993)

    Filmes de animais podem ser aterrorizantes, mas quem imaginaria que um cão doméstico poderia fazer com que nunca mais olhassemos um “doguinho fofo” do mesmo modo.

    SINOPSE:

    A ativista dos direitos dos animais e jornalista Lori Tanner (Ally Sheedy) usa todos os seus esforços para livrar um cão do laboratório do Dr. Jarret (Lance Henriksen), onde ele era submetido à maus tratos. O grande problema é que o cachorro se transformou num monstro assassino, pois foi modificado geneticamente pelo cientista.

    A Sombra e a Escuridão (1996)

    O filme é baseado em uma história real. Em 1896, durante a construção da ponte para uma ferrovia, dois ferozes leões, mataram 135 pessoas. Acreditando que eles não seriam leões reais, os moradores colocaram os nomes de ‘The Ghost‘ e ‘The Darkness‘.

    SINOPSE:

    Depois de perder dezenas de trabalhadores para os leões, a ferrovia trouxe Remington (Michael Douglas), um americano caçador para matá-los, mas mesmo sua reputação de ser o melhor não poderia impedir uma carnificina ainda mais.

    Anaconda (1997)

    Este favorito dos filmes de animais do final dos anos 90 tinha um dos elencos mais excêntricos da época, além de uma gigantesca cobra carnívora e esmagadora de ossos. Owen Wilson, Jennifer Lopez e Ice Cube interpretam uma equipe de documentários que se dirige à Amazônia para rastrear uma serpente lendária com a ajuda do caçador veterano de Jon Voight. O filme teve outras sequências.

    SINOPSE:

    Uma equipe de filmagem chega à Amazônia para fazer um documentário sobre a tribo shirishama. Guiados pelo misterioso Paul Sarone (Jon Voight), o grupo descobre que está envolvido em uma perigosa caçada à serpente rara e gigantesca conhecida como Anaconda. O jogo vira quando o grupo percebe que o animal é inteligente e tem um plano bem elaborado para devorar um a um.

    Pânico no Lago (1999)

    Bill Pullman (Independence Day), Bridget Fonda (Um Plano Simples) e Oliver Platt (Os Impostores) têm em comum o gosto pela aventura, mas acabam encontrando, mais adrenalina do que esperavam quando num tranquilo lago da Nova Inglaterra eles encontram uma autêntica máquina de destruição, uma “aberração da natureza”. Uma equipe de investigadores, utilizando equipamento de alta tecnologia e armas de grande poder de destruição, enfrenta o mais feroz residente do lago: um crocodilo pré-histórico de 9 metros de altura!

    Em Pânico no Lago temos o melhor dos filmes com animais: caçada mortal, pitadas de muito humor e ação vertiginosa na luta de seres humanos contra uma criatura que ameaça sua sobrevivência.

    SINOPSE:

    Em uma pequena localidade no Maine, o xerife Hank Keough (Brendan Gleeson) vê em um calmo lago um mergulhador ser partido em dois. Ele pede ajuda a Jack Wells (Bill Pullman), e além disto um museu de Nova Iorque manda Kelly Scott (Bridget Fonda), uma paleontóloga que não queria ir, mas como seu chefe e ex-namorado quer Kelly distante, pois agora está namorando uma amiga dela, ela acaba sendo enviada também. Por fim chega Hector Cyr (Oliver Platt), um ricaço que é obcecado por crocodilos. Enquanto investigam um guarda tem a cabeça arrancada e quando veem o crocodilo atacar um urso e levá-lo para o fundo estimam que ele tenha nove metros. Gradativamente ficam sabendo de algo estranho que acontece no lago. Eles precisam pôr um fim na situação e Hector e Kelly convencem os outros de que será muito mais interessante pegá-lo vivo, mas isto implica em sérios riscos, que podem levar qualquer um do grupo a ser morto.


    Inscreva-se no YouTube do Feededigno

    Assista às nossas análises de filmes, séries, games e livros em nosso canal no YouTubeClique aqui e inscreva-se para acompanhar todas as semanas nossos conteúdos também por lá!

    Artigos relacionados

    TBT #183 | Platoon (1986, Oliver Stone)

    Platoon, de Oliver Stone sem dúvida está na lista dos fãs de filmes de guerra. Veja nossa clássica indicação de TBT!

    CRÍTICA – Amor & Gelato (2022, Brandon Camp)

    Amor & Gelato é a nova aposta de filme de romance da Netflix. Baseado no livro homônimo de Jenna Evans, o longa é dirigido por Brandon Camp.

    Thor: Amor e Trovão | Conheça o elenco do filme

    Agora falta pouco para Thor: Amor e Trovão chegar aos cinemas! Confira neste artigo quem são os personagens e atores envolvidos na produção.

    HBO Max: Títulos para comemorar 1 ano do serviço

    A HBO Max está em festa! No dia 29 de junho, a plataforma de streaming completa um ano de seu lançamento na América Latina!